Se ha denunciado esta presentación.
Se está descargando tu SlideShare. ×

Conhecendo a psicoterapia

Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Próximo SlideShare
Terapia de casal
Terapia de casal
Cargando en…3
×

Eche un vistazo a continuación

1 de 8 Anuncio

Más Contenido Relacionado

Presentaciones para usted (19)

Similares a Conhecendo a psicoterapia (20)

Anuncio

Más reciente (20)

Conhecendo a psicoterapia

  1. 1. CONHECENDO A PSICOTERAPIA Psicólogo Emilson Lúcio da Silva CRP 12/11028 2015
  2. 2. - Psicólogo Emilson Lúcio da Silva – - CRP 12/11028 – INTRODUÇÃO Em algum momento da vida você já se sentiu incapaz de lidar com seus problemas ? Se a resposta é sim, então você não está sozinho. Mais de um quarto dos adultos sofre de depressão, ansiedade e outros transtornos mentais. Enquanto algumas pessoas precisam de ajuda para lidar com uma doença grave, perder peso ou parar de fumar, outros precisam de ajuda para lidar com problemas de relacionamento, perda de emprego, a morte de um parente, estresse, abuso de drogas dentre outras questões. E esses problemas podem, muitas vezes, incapacitar as pessoas para as tarefas do cotidiano. Estudos demonstram que corpo e mente estão fortemente relacionados. Caso sua saúde mental diminua, sua saúde física também poderá diminuir, levando você a se sentir mentalmente “para baixo”. No entanto, todos nós temos uma capacidade de lidar com o problemas, superar obstáculos ou resistir a situações adversas sem correr o risco de adoecer. Esta capacidade é conhecida como resiliência. Pessoas com alto grau de resiliência experimentam um excelente bem-estar emocional, com uma visão mais otimista da vida e, consequentemente, melhor saúde física. A resiliência é algo que pode ser aprendida e aperfeiçoada com o passar do tempo, principalmente com o auxílio de um Psicólogo. Este pequeno ebook tem a intenção de esclarecer as principais dúvidas relacionadas a psicoterapia. A intenção é de que você, ao terminar a leitura, esteja mais informado de como funciona todo o processo envolvendo as consultas com um Psicólogo. QUANDO IR A UM PSICÓLOGO ? Em vários momentos de nossa vida precisamos de ajuda profissional. Neste momento, por exemplo, você pode estar querendo conversar com alguém sobre assuntos que estejam provocando algum tipo de sofrimento. Embora um bom amigo possa te ouvir, um Psicólogo tem as competências e a formação profissional mais adequada para ajudá- lo a aprender, compreender e provocar as mudanças comportamentais e emocionais que você necessita. As pessoas procuram a psicoterapia por várias razões. Algumas porque se sentem deprimidas, ansiosas ou irritadas, outras buscam ajuda para enfrentar uma doença crônica que interfere no seu bem-estar físico ou emocional, e outros passam por problemas de curto prazo como um divórcio, a busca por um novo emprego ou o lamento pela morte de um membro da família. Independente do problema, a psicoterapia sempre é uma excelente ferramenta de apoio na superação de problemas. A psicoterapia pode ser indicada à você quando: • Sentir um prolongado sentimento de desamparo e tristeza;
  3. 3. - Psicólogo Emilson Lúcio da Silva – - CRP 12/11028 – • Seus problemas parecem não se resolverem, apesar de seus esforços e a ajuda de familiares e amigos; • Achar difícil se concentrar em tarefas de trabalho ou outras atividades cotidianas; • Preocupar-se demais, espera sempre o pior ou está constantemente vivendo no seu limite; • Suas ações, como o consumo excessivo de álcool, de drogas ou agressividade está prejudicando você e outras pessoas; • Desejar evitar que os estressores da vida ameacem sua saúde física ou emocional; • Desejar desenvolver a autoconfiança e a resiliência para enfrentar os desafios do cotidiano; • Receber ou ter alguém da família com diagnóstico de doença crônica; Um Psicólogo pode: • Ajudar a lidar com pensamentos e sentimentos que afetam seu funcionamento no dia-a-dia; • Ajudar a enfrentar os desafios e estresse do cotidiano, por meio de estratégias que fortalecem e constroem sua capacidade de resiliência. Afinal, a capacidade de resiliência e o bem-estar psicológico andam de mãos dadas. Quando a capacidade de resiliência do indivíduo está fortalecida ele é capaz de: • Fazer planos realistas para lidar com os estressores do cotidiano; • Ter uma visão positiva de si mesmo, confiança, força e capacidade de enfrentar os desafios da vida; • Apresentar uma boa habilidade de comunicação e resolução de problemas; • Gerir fortes sentimentos, pensamentos negativos e comportamentos pouco saudáveis; • Diminuir as chances de adoecer por conseqüência do estresse e da ansiedade. Inicialmente talvez você esteja relutante, por conta dos equívocos existentes, em experimentar a psicoterapia. Ainda que você conheça a realidade sobre o processo, é possível que você não se sinta confortável em iniciá-lo. No entanto a mudança começa pelo enfrentamento do nervosismo e da relutância em buscar um Psicólogo. O QUE É PSICOTERAPIA ? A psicoterapia é um tratamento de colaboração baseada na relação entre consulente (quem se consulta) e um Psicólogo. Por meio do diálogo e da aplicação de procedimentos cientificamente validados, o Psicólogo fornece um ambiente de apoio confortável e sigiloso, permitindo ao consulente falar de seu problema com alguém que é objetivo, neutro e imparcial. Consulente e Psicólogo trabalharão em conjunto. Isto facilitará a identificação e a mudança de padrões de pensamento e comportamento, ocasionando o desenvolvimento de uma vida mais saudável e feliz.
  4. 4. - Psicólogo Emilson Lúcio da Silva – - CRP 12/11028 – Ao longo dos anos a psicoterapia tem se mostrado muito eficaz no tratamento de transtornos como a depressão, ansiedade e outros problemas comportamentais. Pacientes cardíacos, por exemplo, tem demonstrado viver mais tempo quando o tratamento inclui a psicoterapia. A psicoterapia não vai só resolver o problema inicial. Por conta da natureza do trabalho, a psicoterapia ensina o consulente a desenvolver habilidades para lidar melhor com quaisquer outros desafios que surgirem no futuro. Você pode saber mais sobre o trabalho pedindo a opinião de amigos e parentes que já se consultaram com algum Psicólogo, ou pesquise na internet e livros. QUAIS SÃO OS TIPOS DE PSICOTERAPIA ? Por conta das diversas perspectivas teóricas existentes, a psicoterapia é praticada de muitas formas diferentes. Cada perspectiva teórica funciona como um roteiro que ajuda o Psicólogo a entender seus consulentes, os seus problemas e o desenvolvimento de ações. Normalmente um Psicólogo recorre a uma ou mais destas perspectivas teóricas. A perspectiva teórica adotada por seu Psicólogo vai afetar o que acontece no consultório. Como forma de desenvolver habilidades de enfrentamento mais eficazes, o Psicólogo pode pedir que você: • Resolva determinadas tarefas pré-concebidas; • Forneça registro de informações sobre sua reação em uma situação particular; • Pratique novas habilidades no intervalo entre as sessões, tais como pedir a alguém com uma fobia de elevador que pratique a ação de apertar botões de elevador. No caso da gestalt-terapia, o foco está no falar e fazer. Você pode passar as suas sessões discutindo suas experiências, como forma de entender melhor as causas e descobrir novas maneiras de resolver um determinado problema. Além do uso da palavra, o gestalt-terapeuta serve-se de outros elementos como a música, o desenho, a dramatização, as figuras etc. Ao procurar um Psicólogo, as principais coisas a saber são: • Se o Psicólogo tem experiência na área que você precisa de ajuda; • Se você sente que ele ou ela poderá ajudá-lo. O tipo de tratamento que você vai receber depender de uma série de fatores como: • As condições psicológicas atuais; • A perspectiva teórica de seu Psicólogo; • A orientação que melhor funciona para o seu caso. POR QUE FAZER TERAPIA COM UM PSICÓLOGO ? Os Psicólogos que se especializam em psicoterapia e outras formas de tratamento psicológico são profissionais com grande conhecimento nas áreas de mudanças de comportamento, avaliação, diagnóstico e tratamento da saúde mental. Além das disciplinas comuns a uma formação profissional de 5 anos, os Psicólogos realizam estágio clínico supervisionado de 1 ano. Geralmente este estágio clínico é realizado em
  5. 5. - Psicólogo Emilson Lúcio da Silva – - CRP 12/11028 – clínicas-escola na própria universidade. É esta combinação de formação e estágio clínico que diferencia os Psicólogos dos demais prestadores de cuidados em saúde mental. Outros motivos no qual é recomendado fazer psicoterapia com um Psicólogo: • São especialistas em comportamento humano; • São treinados para ajudar pessoas a lidarem de forma mais eficaz com os problemas do cotidiano; • As técnicas adotadas são baseadas em resultados de pesquisas amplamente estudadas, levando-se em conta os objetivos, o contexto social, familiar e profissional e os valores e crenças de cada pessoa; • São capazes de ajudar a identificar problemas e auxiliar na descoberta da melhor maneira de lidar com eles; • Tem conhecimento aprofundado em como mudar comportamentos e hábitos que prejudicam a saúde física e emocional; • São obrigados a seguir um rigoroso código de ética que, dentre outras coisas, os obriga a manter o sigilo dos atendimentos (a quebra do sigilo pode resultar em cassação do registro profissional); O QUE CONSIDERAR AO PROCURAR UM PSICÓLOGO ? Quando você estiver pronto para escolher um Psicólogo, pense nos seguintes aspectos: • Você quer fazer psicoterapia por si mesmo, com o seu parceiro ou cônjuge, ou com os seus filhos? • Quais são as suas principais metas com a psicoterapia ? • Como pagar pelas sessões ? • Quanto você pode pagar ? • Até que ponto você está disposto a seguir ? • Quais os dias da semana e com que frequência você irá às sessões ? • Agende as sessões conforme o horário do dia que você se sinta mais disposto. Se você tem um tema perturbador para discutir, as sessões podem deixar você cansado, emocionalmente gasto, de olhos inchados ou distraído, prejudicando seu retorno ao ambiente de trabalho. • A não ser que os seus filhos participem do tratamento, não é uma boa idéia levá-los à sessão. Escolha um momento em que você pode deixá-los com outra pessoa. • Uma sessão de psicoterapia pode durar até 50 minutos. Tente agendar a sessão no momento em que você não terá que se apressar para o seu próximo compromisso. Preocupar-se com atrasos vai distraí-lo. FAZENDO SEU PRIMEIRO CONTATO Você pode sentir-se resistente em contatar um Psicólogo. Essa resistência é perfeitamente compreensível, sendo uma forma de evitar entrar em contato com suas próprias dificuldades. Porém, ter a coragem de enfrentar esta resistência e fazer contato com o Psicólogo é o primeiro passo no processo de superação do problema. Os Psicólogos lidam, sabem e entendem o quão difícil pode ser para você concretizar o
  6. 6. - Psicólogo Emilson Lúcio da Silva – - CRP 12/11028 – contato inicial. Não se preocupe, este mal estar do primeiro contato é algo que eles lidam regularmente. Enquanto você possa sentir-se tentado a usar um email para o contato inicial, lembre-se que ele é menos seguro do que o telefone quando se trata de confidencialidade. A melhor maneira de fazer o contato inicial com um psicólogo é por telefone, já que falar é mais rápido do que escrever. Psicólogos podem, muitas vezes, estarem ocupados com os clientes e nem sempre atendem seus telefones de imediato. É importante que você deixe uma mensagem com o seu nome, número de telefone e uma breve descrição de sua situação. O QUE PERGUNTAR AO PSICÓLOGO ? Psicólogos e clientes trabalham juntos, por isso a empatia e a afinidade entre ambos é essencial. Uma vez que vocês estejam em contato, algumas perguntas que você pode fazer são: • Você está aceitando novos pacientes ? • Você trabalha com homens, mulheres, crianças, adolescentes, casais ou famílias ? (Conforme os seus objetivos com a psicoterapia) • Há quanto tempo você é psicoterapeuta ? • Quais são as suas áreas de especialização ? • Qual sua experiência em ajudar as pessoas com sintomas ou problemas como o meu ? • Qual é a sua perspectiva teórica para o tratamento ? • Os tratamentos que você usa tem se mostrado eficazes para lidar com o meu problema? • Quanto tempo dura o tratamento ? • Qual o valor das sessões ? • Como as sessões podem ser pagas ? • Você tem convênio com algum plano de saúde ? • Quais são as suas políticas relativas à faltas e atrasos ? Se você tem preocupações específicas quanto a ideais e crenças, pergunte ao Psicólogo sobre estes assuntos. Você pode querer trabalhar com alguém que partilha dos seus pontos de vista religiosos ou culturais, por exemplo. Alguns Psicólogos tendem a ser mais abertos do que outros na divulgação de informações pessoais. A resposta as suas perguntas lhe dará informações se vocês trabalharão bem juntos. Enquanto você está avaliando um Psicólogo, ele(a) também avaliará você. Para garantir que a psicoterapia seja bem sucedida, o Psicólogo deve determinar se há uma boa empatia quando se trata de personalidade, bem como experiência profissional.
  7. 7. - Psicólogo Emilson Lúcio da Silva – - CRP 12/11028 – Se ele ou você sentir-se desconfortável - talvez porque você precise de alguém com uma área de especialidade diferente – ele(a) vai encaminhá-lo a outro Psicólogo. Se você foi encaminhado por outro profissional, como um médico, advogado ou professor, compartilhar os motivos do encaminhamento podem ser úteis. Se um professor sugeriu que seu filho vá a um Psicólogo, levar o boletim com as notas poderá ajudar bastante. Muitas vezes o psicólogo também pode, com sua permissão, entrar em contato com esses profissionais e obter informações adicionais. Registros de atendimentos ou exames psicológicos anteriores também podem ajudar a ter uma noção melhor de você. Caso esteja tomando alguma medicação, anote o nome, a posologia e informe o Psicólogo. No primeiro encontro pode ser que o profissional peça para você: • Preencher um formulário de sua atual condição de saúde. Alguns Psicólogos disponibilizam estes formulários em seu site, caso contrário você pode solicitá- los e preencher em casa. • Levar atestados, declarações ou laudos de outros Psicólogos ou profissionais de saúde que você já se consultou. INDO A SUA PRIMEIRA CONSULTA Mantenha a mente aberta. Mesmo que você seja cético quanto a psicoterapia ou está indo a pedido de alguém, esteja disposto a fazer uma tentativa. Seja aberto e honesto para que você aproveite essa oportunidade de aprender mais sobre si mesmo. Certifique-se de que você sabe onde está indo. Verifique com o Psicólogo o endereço do consultório e busque com o auxílio de um mapa como você chegar lá. É normal sentir-se nervoso antes de ir à sua primeira consulta. No entanto, preparar-se e ter uma noção do que esperar pode ajudá-lo a se acalmar. Na psicoterapia você e seu Psicólogo trabalharão em conjunto, como uma equipe. Portanto, é essencial que você se sinta confortável com o profissional que escolheu, de modo que estabeleçam um bom relacionamento. O QUE ACONTECE NA PRIMEIRA SESSÃO ? Não se preocupe se não souber o que fazer na primeira sessão. É comum sentir-se ansioso, e os Psicólogos têm experiência para fazerem as coisas começarem. Eles são treinados para orientar em como chegar perto dos objetivos. Às vezes pode parecer que a primeira sessão é apenas um jogo de perguntas. No entanto estas perguntas ajudam o Psicólogo a compreender melhor o problema e a organizar o tratamento. Sentado frente a frente com você, seu Psicólogo poderia começar reconhecendo a tua coragem por escolher iniciar uma psicoterapia. Em seguida pode
  8. 8. - Psicólogo Emilson Lúcio da Silva – - CRP 12/11028 – fazer perguntas como: "O que te trouxe aqui hoje?" ou "Por que você escolheu fazer psicoterapia ?". Isso ajuda a identificar o problema, mesmo que você não saiba exatamente por que está ali, ou não saiba como lidar com um determinado problema. Por exemplo, você pode se sentir irritado ou triste, sem saber o que está causando estes sentimentos ou como parar de se sentir desta maneira. Se for muito doloroso para você falar sobre o problema, o Psicólogo não vai forçá-lo a dizer mais do que você consegue. Para isto é necessário um tempo para que você e o seu Psicólogo se conheçam. O Psicólogo também vai querer saber um pouco sobre o seu histórico de vida. Falar sobre casos de depressão, ansiedade ou outros problemas psicológicos na família também ajuda. Você também poderá falar sobre como o problema afeta sua vida cotidiana. É possível que o Psicólogo pergunte sobre mudanças na sua qualidade de sono, apetite ou outros comportamentos. O Psicólogo também vai, por meio de perguntas sobre sua família, amigos e colegas de trabalho, querer saber da qualidade e o tipo de apoio social que você tem. É importante que você não se apresse neste processo. Muitas vezes o compartilhamento destas informações pode levar mais de uma sessão. Com o passe do tempo você encontrará o seu ritmo para contar a história. A medida que a confiança entre você e o seu Psicólogo forem crescendo, você poderá se sentir mais disposto a compartilhar coisas que normalmente não faria no primeiro atendimento. Uma vez que seu Psicólogo compreenda sua história, vocês dois vão, em conjunto, criar uma estratégia de tratamento. A criação desta estratégia é importante, uma vez que ambos precisarão se engajar no processo de tratamento. Você pode solicitar ao Psicólogo que ele escreva as metas de trabalho, como forma de esclarecer o que exatamente será trabalhado nas sessões. Alguns Psicólogos podem firmar um contrato de trabalho, que descreve a finalidade do tratamento, a sua duração aproximada e os objetivos tanto do Psicólogo quanto do paciente. No final da sua primeira sessão, é possível que o Psicólogo proponha ações imediatas. Se você está deprimido, por exemplo, o Psicólogo pode encaminhá-lo para uma avaliação médica, como forma de descartar alguma condição médica subjacente. Se você tem dor crônica, você pode precisar de uma fisioterapeuta, bem como utilizar medicamentos para ajudar na insônia. O importante é que no final das primeiras sessões você tenha uma nova compreensão do seu problema, um plano de ação e a esperança de que possa melhorar.

×