Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Atmosfera

3.794 visualizaciones

Publicado el

  • Sé el primero en comentar

Atmosfera

  1. 1. ATMOSFERA
  2. 2. ESTRUTURA VERTICAL DA ATMOSFERA
  3. 3. VARIAÇÃO DA TEMPERATURA NA ATMOSFERA TROPOSFERA – Espessura média que varia entre 12 km (equador) e os 6 km (pólos). Contém gases, vapor de água e poeiras. É onde ocorrem todos os fenómenos atmosféricos. A temperatura diminui com a altitude (cerca de 6,5ºC por cada 1000 metros) – gradiente térmico vertical. A linha que faz a separação desta camada com a que lhe segue designa-se poR TROPOPAUSA.
  4. 4. VARIAÇÃO DA TEMPERATURA NA ATMOSFERA ESTRATOSFERA – Entre os 6-12 km e os 50km. A temperatura mantém-se constante até cerca dos 25 km, aumentando depois com a altitude. Este facto deve-se à existência do OZONO (gás que absorve uma grande parte da radiação solar ultravioleta que penetra na atmosfera). O limite faz-se através da estratopausa
  5. 5. MESOSFERA Situa-se entre os 50 km e os 80 km. Caracteriza-se pela descida brusca da temperatura (80ºC negativos),pelo facto de não absorver a energia solar. A descontinuidade entre esta camada e a seguinte designa-se por MESOPAUSA. TERMOSFERA OU IONOSFERA Situa-se entre os 80 km e os 120 km . Aqui a temperatura volta a subir, atingindo os 200ºC . Os gases encontram-se nesta camada muito rarefeitos, apresentando-se as moléculas sob a forma de partículas electrizadas (iões) A descontinuidade entre esta camada e a seguinte designa-se por termopausa EXOSFERA Camada mais externa da atmosfera, faz a transição para o espaço interplanetário.
  6. 6. FUNÇÕES DA ATMOSFERA FILTRA E ABSORVE Apresenta-se como uma «capa protectora» ou filtro do globo, reflectindo para o espaço ou absorvendo as radiações solares que seriam excessivas para a vida terrestre. Na estratosfera, a camada de ozono filtra grande parte da radiação solar nociva PROTEGE Constitui uma barreira à entrada de corpos estranhos, como os meteoritos, sendo, por isso, imprescindível. Estes, devido ao atrito provocado pelo ar, incendeiam-se e acabam por se pulverizar, não atingindo, assim, a superfície da Terra na sua total dimensão
  7. 7. CONTROLA A TEMPERATURA Absorve uma parte significativa da radiação ultravioleta (através do ozono), que, se atingisse a Terra, inviabilizaria as formas de vida tal como as conhecemos hoje, uma vez que a temperatura seria muito elevada, impossível de suportar pelas actuais espécies animais e vegetais. Evita que o calor libertado pela superfície da Terra, a irradiação terrestre, atinja as altas camadas da atmosfera, perdendo-se, e faz com que esse calor fique retido na troposfera, assegurando, deste modo, a manutenção das temperaturas durante a noite (efeito de estufa). FONTE DE VIDA A sua composição contém elementos fundamentais à vida, nomeadamente o oxigénio, que permite aos seres vivos respirarem.
  8. 8. FONTES DE POLUIÇÃO DO AR
  9. 9. Poluição atmosférica Poluição causada pelo lançamento na atmosfera de substâncias ou energias que têm uma acção nociva, pondo em perigo a saúde do ser humano e prejudicando os recursos biológicos e os ecossistemas.
  10. 10. PRINCIPAIS FONTES DE CONTAMINAÇÂO DO AR
  11. 11. • A expansão urbana reflecte-se no aumento dos níveis de poluição, dado que esse crescimento intensifica o tráfego rodoviário , que lança para a atmosfera, além dos fumos, uma infinidade de gases e outras substâncias químicas (monóxido e dióxido de carbono, dióxido de enxofre, gás sulfuroso e hidrocarbonetos gasosos). • Os aquecimentos domésticos , em algumas cidades, libertam substâncias como o carvão, a nafta e o gasóleo, constituindo importantes focos de contaminação atmosférica FONTES DE CONTAMINAÇÃO DA ATMOSFERA • A actividade industrial é a principal responsável pela poluição atmosférica: consome cerca de 37% da energia mundial e emite 50% do dióxido de carbono, 90% dos óxidos de enxofre e todos os produtos químicos que actualmente ameaçam a destruição da camada de ozono, além de produzir anualmente 2100 milhões de toneladas de resíduos sólidos e 338 milhões de toneladas de resíduos tóxicos • As indústrias de base são normalmente as mais nocivas no que diz respeito à libertação de fumos e gases tóxicos. As refinarias petrolíferas, as siderurgias e as fábricas de cimento lançam para a atmosfera grandes quantidades de gases (especialmente óxidos de carbono e enxofre), fumos e poeiras, que tornam a atmosfera pesada e quase irrespirável
  12. 12. • Por sua vez, muitas indústrias químicas , sobretudo as de curtumes e de fertilizantes , poluem o ar com gases que exalam mau cheiro. • As indústrias extractivas , sobretudo a do carvão e a da produção de materiais para a construção civil (pedreiras), são também altamente poluidoras • A produção energética através da queima de combustíveis fósseis em centrais térmicas é outra fonte contaminadora do ar, pelas fortes emissões de gases de estufa como o CO2. • Os incêndios florestais , as queimadas , a incineração de lixos e as pulverizações com pesticidas são igualmente responsáveis pela emissão de elementos poluidores do ar, nocivos para a saúde humana Os fenómenos naturais também poluem o ar : as erupções vulcânicas , que libertam poeiras e uma mistura de gases com vapor de água.
  13. 13. CONSEQUÊNCIAS DA CONTAMINAÇÃO DO AR <ul><li>Problemas de saúde: </li></ul><ul><li>Bronquite </li></ul><ul><li>Enfisema </li></ul><ul><li>Asma </li></ul><ul><li>Cancro pulmonar </li></ul><ul><li>Existência de gases tóxicos perturbam o normal desenvolvimento da vegetação </li></ul><ul><li>A saúde dos animais é afectada pelo contacto com o ar poluído e pela ingestão de vegetais envenenados </li></ul>

×