Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

7

Compartir

Descargar para leer sin conexión

PNAIC 2014

Descargar para leer sin conexión

2ª formação com grupo das professoras do 2º ano do Município de Araucária.

*Slides formatados pelas coordenadoras do Município de Araucária e adaptados pela Orientadora Camila Ribeiro.

Audiolibros relacionados

Gratis con una prueba de 30 días de Scribd

Ver todo

PNAIC 2014

  1. 1. ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2014 ORIENTADORA: CAMILA RIBEIRO
  2. 2. Sejam todos bem vindos para mais um ano de socialização de conhecimentos e aprendizagens.
  3. 3. • VAMOS NOS CONHECER, NOVAMENTE? • DINÂMICA: EU TENHO, E VOCÊ? • *ANTES DE LER SUA CARTINHA, CADA PROFESSORA DEVERÁ SE APRESENTAR: NOME, ESCOLA QUE ATUA...
  4. 4. ALFABETIZAÇÃO NA LÍNGUA MATERNA • É importante refletirmos que neste ano será necessário darmos continuidade ao trabalho de 2013 atrelado à Alfabetização Matemática. Nesse sentido faz-se necessário retomarmos:
  5. 5. PORTFÓLIO • Instrumento de diagnóstico e acompanhamento da aprendizagem; • Lembrando que o portfólio precisa ter: -Identificação, por meio de nome, autorretrato, desenho, fotos etc. -Enunciados claros.
  6. 6. PORTFÓLIO -Atividades contextualizadas e datadas envolvendo alfabetização e letramento; -Atividades de letramento Matemático; -Diversidade de gêneros, linguagens e suportes textuais; -Presença de textos literários; -Uso de reescrita;
  7. 7. EXEMPLOS DE ENUNCIADOS: TEMA FAMÍLIA ENUNCIADO COM PROBLEMAS DE CLAREZA • Produza um texto sobre a família. ENUNCIADO CLARO •De acordo com a discussão sobre as famílias do passado e do presente, produza um texto dando sua opinião sobre o que era positivo e negativo em cada uma delas.
  8. 8. EXEMPLOS DE ENUNCIADO: “ENGESSAMENTO NA PROPOSTA DE PRODUÇÃO”
  9. 9. EXEMPLO DE ATIVIDADE COM CLAREZA DE ENUNCIADO E POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO CRÍTICA DO ALUNO COM O TEXTO/CONTEXTO • Proposta de atividade a partir da leitura da história O Lobo e os Sete Cabritinhos • Faça de conta que você é a Mamãe Cabra e responda às perguntas feitas pelo repórter do Jornal Floresta. • 1- Mamãe Cabra, por que a senhora deixou seus filhos sozinhos em casa?
  10. 10. • 2- Quando a senhora encheu a barriga do Lobo com pedras, sabia que ele poderia cair no poço e morrer afogado. Por que não chamou a polícia ao invés de usar as pedras? • 3- Que providências a senhora vai tomar a partir de agora para que seus filhos não corram mais este perigo? • 4- Que conselhos a senhora pode dar às outras mamães que têm filhos pequenos?
  11. 11. ROTINA E PLANEJAMENTO
  12. 12. PLANEJAMENTO • Deve haver uma intencionalidade pedagógica para ensinar. O planejamento é um espaço de antecipação do que será feito. • Precisa ser orientador da ação docente; • Deve ter o pedagogo como articulador e, formador do coletivo da escola. Para tanto, é fundamental o conhecimento das Diretrizes Curriculares Municipais de Educação.
  13. 13. POR QUE TER UMA ROTINA? • Alunos: • Segurança pela continuidade. • Previsão de atividades escolares e organização. • Aproveitamento do tempo. • Professor: • Orienta e facilita o planejamento diário das atividades.
  14. 14. DIFERENTES ORGANIZAÇÕES EM SALA DE AULA
  15. 15. “ato ou efeito de agrupar(-se); condição do que se acha agrupado, reunido, aglo merado; agrupação” (Houaiss, 2001, p. 122) Agrupamentos diversificados
  16. 16. - Em grande grupo, pequenos grupos, duplas e de forma individual: • Permite que o professor possa diversificar as atividades e contemplar todas as áreas do conhecimento. • Contribui nas diferentes organizações por meio de situações didáticas:
  17. 17. E ainda... • Organização de espaços na sala de aula: espaço para materiais de leitura (livros, jornais, gibis...). Enquanto o prof. atende alunos com mais dificuldades, os que terminaram a atividade podem participar de momentos de leitura fruição; • Atividades diversificadas e diferenciadas; • Utilização de jogos; • Utilização do livro didático (Conforme planejamento dos conteúdos curriculares) .
  18. 18. A importância da Interação Cooperativa
  19. 19. Atividades diversificadas ou diferenciadas? • Diversificadas: atividades que de diversas formas abordem determinado conteúdo (vídeo, música, textos literários, imagens etc). • Diferenciadas: atividades adequadas às necessidades dos alunos (Produção textual, desenho, oralidade, recursos necessários aos alunos inclusos, materiais manipuláveis). • Leitura do texto “Atividades diversificadas ou diferenciadas?” HOFFMANN. J. Avaliar para promover: as setas do caminho. Porto Alegre: Mediação, 2005.
  20. 20. LEMBRETE • Durante a semana, devem ser trabalhados conteúdos de todas as áreas do conhecimento! • VEJA O EXEMPLO:
  21. 21. CRONOGRAMA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA Português (Contação de história pela professora) Educação Física Arte Geografia (Contação de história realizada pelo aluno) Ciências Matemática RECREIO RECREIO RECREIO RECREIO RECREIO Matemática Literatura Português História Informática
  22. 22. ORALIDADE • O trabalho com oralidade deve ser planejado, uma vez que necessita de produção e preparação; • Para contar uma história o aluno precisa compreender a importância das pausas, do ritmo, da postura corporal etc. •Para participar de uma discussão, o aluno precisa ser instrumentalizado previamente (por meio de textos, imagens, explicações etc.).
  23. 23. LEITURA • A escola durante muitos anos realizou o caminho inverso da alfabetização: - Primeiro ensinava a escrever para depois ensinar a ler. Porém, partindo do pressuposto de que só escrevemos acerca do que conhecemos, fica fácil compreender que a leitura e a escrita são processos paralelos que pedem formas distintas de mediação.
  24. 24. LITERATURA • Deve estar presente no cotidiano escolar; • O professor é o leitor modelo da criança. • O livro deve fazer parte do contexto escolar. *Espera-se que o meio social proporcione outros leitores adultos também como referência.
  25. 25. SENDO ASSIM... É importante proporcionar diversos momentos de leitura para as crianças: • Leitura individual; • Leitura pontuada (o professor lê com as crianças e combina de bater palmas a cada ponto final, por exemplo); • Leitura coletiva; • Pseudo-leitura; • Leitura de imagens; • Leitura de diversos gêneros textuais em diferentes suportes (livros, gibis, bulas, embalagens, panfletos etc.)
  26. 26. VÍDEO A Importância da leitura na infância, de Tatiana Belinky para Cortez Editora http://suzepaula.blogspot.com.br/2013/09/tatiana-belinky-importancia-da-leitura.html
  27. 27. PRODUÇÃO ESCRITA • Só se aprende a ler lendo e só se aprende escrever escrevendo. Portanto, é necessário desafiar o aluno o tempo todo a realizar os registros. Desde o 1 ano! •É de suma importância propiciar a reflexão sobre a escrita, ilustrando as diferenças entre a linguagem falada e a linguagem escrita.
  28. 28. SUGESTÃO PARA REFLEXÃO SOBRE A ESCRITA • Produzir com os alunos um cartaz com alguns critérios aos quais os alunos deverão se atentar ao finalizar seu texto. Os critérios devem ser modificados a medida que haja a compreensão. • Coloquei título em meu texto? • Li meu texto? • Utilizei pontuação?
  29. 29. PROPOR REFLEXÕES SOBRE A ESCRITA • Ao analisar as produções da turma, o professor poderá preparar atividades que propõem a reflexão sobre as dificuldades, ou dúvidas apresentadas. • Por exemplo: Se a maioria da turma mostrou não compreende o uso do m e n. A professor poderá propor atividades em relação a essa regra.
  30. 30. A IMPORTÂNCIA DA REESCRITA • Contribui que o aluno possa refletir sobre a língua, suas regras e convenções; • Porém é importante que a reescrita seja vista pelo aluno como uma oportunidade de melhorar seu texto ( que nunca está pronto e acabado) jamais como castigo.
  31. 31. CUIDADOS COM A REESCRITA  Mediar para que o aluno possa refletir sobre a escrita;  Evitar que o aluno fique por um longo tempo tentando “descobrir” como escrever;  Fazer a reescrita respeitando o tipo de letra utilizada pelo aluno;  Não riscar o que o aluno escreveu;  Valorizar os acertos do aluno;  Mediar a reescrita durante a correção, ou seja, junto com o aluno.  Favorecer o uso do dicionário;  Propor a reescrita coletiva;  Estabelecer códigos;  Fazer lembretes, cartazes ( critérios, regras da língua).
  32. 32. AO REESCREVER SEU TEXTO OS ALUNOS PODERÃO FAZER: • Supressões; • Acréscimos; • Substituições ; • Reordenar; • Mudar parágrafos;
  33. 33. • Sugere-se enfocar, no momento da reescrita coletiva um aspecto de cada vez, sempre que diagnosticado uma dificuldade coletiva. • Obs: Lembrando que, embora a ênfase seja dada em um aspecto , tudo que necessitar precisa ser reescrito.
  34. 34. Análise e reescrita da placa José Eduardo Camargo
  35. 35. • Discutir com os alunos: • O que a placa deveria comunicar? Quais são os problemas? • PODERIAMOS APONTAR: • Legibilidade da letra, espaçamento, a coerência interna: O que custa R$ 1,00 (os cinco pés de alface mais o de couve? Ou somente o pé de couve?) a questão do título, e, finalmente, a ortografia.
  36. 36. “Auface , “Reau” e “cove” • “Cove” : Normalmente não se pronuncia o ditongo “ou” por isso, a pessoas não se atentou para o uso do “u”.
  37. 37. A ortografia é apenas um dos aspectos a serem analisados no texto • Após solicitar para os alunos a reescrita individual, convidá-los a ler e refletir com o grupo se é possível compreender o texto; • Propor reorganizá-lo em produção coletiva, para melhor compreensão.
  38. 38. REESCRITA DESDE O PRIMEIRO ANO • A reescrita coletiva oportuniza os alunos a ampliar seu vocabulário além de refletir e compreender o Sistema de Escrita Alfabética.
  39. 39. JOGOS • Vamos colocar os alunos para jogar, construir as regras de jogos, confeccionar jogos. Utilizando de materiais recicláveis ou mesmo de materiais simples.
  40. 40. A IMPORTÂNCIA DO MOVIMENTO NA APRENDIZAGEM
  41. 41. • Formação do SND (ábaco humano)- Linguagem matemática; • Contação de história no pátio (lençol ilustrado, lençol cenário); • Multiplicação: Formação de diferentes grupos ( 3 grupos com 4 alunos; 4 grupos com 3 alunos).
  42. 42. Mas, e agora? O que esperamos deste ano?
  43. 43. Complete a árvore com: FOLHA VERDE CLARA: MOTIVO QUE GOSTAM DE MATEMÁTICA FOLHA VERDE ESCURA: SUGESTÕES PARA DEIXAR A MATEMÁTICA MAIS AGRADÁVEL
  44. 44. Complete a árvore com: FRUTO: A IMPORTÂNCIA DA MATEMÁTICA ESPINHO: O QUE INCOMODA NA MATEMÁTICA
  45. 45. Neste ano nosso trabalho final: • Portfólio com jogos Matemáticos.
  46. 46. PARA REFLETIR O saber de cada um é fundamental e deve ser valorizado pois o ponto de partida é a prática social. No entanto, a escola precisa trabalhar com o conhecimento científico para dar condições ao aluno de emancipar sua visão de mundo. Retornando a sua prática social como uma nova possibilidade de atuação.
  47. 47. • Próximo encontro 25/03/2014 às 18h00 milaribeiro73@hotmail.com despactando.blogspot.com
  48. 48. Slides organizados pelas coordenadoras de alfabetização do Município de Araucária, adaptados pela orientadora Camila Ribeiro
  • BeatrizAmbrosano

    Feb. 6, 2020
  • ALCBY

    Aug. 20, 2018
  • RosanaForgiarini

    Mar. 2, 2018
  • SILVANAFERNANDES

    Feb. 8, 2017
  • profalieth

    Nov. 20, 2014
  • ilzalins

    Jul. 25, 2014
  • AmandaOliveira100

    Apr. 11, 2014

2ª formação com grupo das professoras do 2º ano do Município de Araucária. *Slides formatados pelas coordenadoras do Município de Araucária e adaptados pela Orientadora Camila Ribeiro.

Vistas

Total de vistas

70.086

En Slideshare

0

De embebidos

0

Número de embebidos

55.869

Acciones

Descargas

804

Compartidos

0

Comentarios

0

Me gusta

7

×