Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.
Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2017
Quais são as estratégias de gestão da informação técnico-
científica em Saúde desenvolvidas pelo trabalho em rede, que
pod...
BIREME
BIBLIOTECA REGIONAL DE MEDICINA
Evolução baseada no trabalho em rede, com produtos, serviços, eventos e
tecnologias...
BIREME
Relevante atuação como Centro Coordenador do Sistema Regional de Informação em Ciências da
Saúde - Rede Brasileira ...
DEFINIÇÃO DE LILACS
Fonte: SUGA, Sueli Mitiko Yano. Encontros Setoriais FESPSP: Informação em Saúde 27. São Paulo: FESPSP,...
a) Identificar os principais obstáculos [resistências] e fatores que favoreceram
[potencialidades] a implantação da metodo...
REFERENCIAL TEÓRICO
Rede Brasileira de
Informação em
Ciências da Saúde
Construção coletiva
Descentralização
Compartilhamen...
CAMINHO METODOLÓGICO
Abordagem qualitativa
• Aplicação de questionário semiestruturado online
• Participantes da pesquisa:...
RESULTADOS ESPERADOS
Elaboração de estratégias de
trabalho em rede para a
construção de um repositório
temático latino-ame...
Rio de Janeiro, 3 de Novembro de 2015
Obrigada pela atenção!
Contatos:
maria.correa@fiocruz.br
luciana.danielli@icict.fioc...
Contribuições da rede brasileira de informação em ciências da saúde para a construção de um Repositório Temático Latino-Am...
Próxima SlideShare
Cargando en…5
×

Contribuições da rede brasileira de informação em ciências da saúde para a construção de um Repositório Temático Latino-Americano: práticas e lições aprendidas - CONFOA 2017

85 visualizaciones

Publicado el

Contribuições da rede brasileira de informação em ciências da saúde para a construção de um Repositório Temático Latino-Americano: práticas e lições aprendidas
Maria de Fátima Moreira Martins, Luciana Danielli Araújo, Diones Ramos Silva, Simone Faury Dib

Publicado en: Ciencias
  • Sé el primero en comentar

  • Sé el primero en recomendar esto

Contribuições da rede brasileira de informação em ciências da saúde para a construção de um Repositório Temático Latino-Americano: práticas e lições aprendidas - CONFOA 2017

  1. 1. Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2017
  2. 2. Quais são as estratégias de gestão da informação técnico- científica em Saúde desenvolvidas pelo trabalho em rede, que podem contribuir para a construção de repositório temático em saúde latino-americano, com foco nas questões de qualidade da informação no contexto de mudança para o acesso aberto ao conhecimento?
  3. 3. BIREME BIBLIOTECA REGIONAL DE MEDICINA Evolução baseada no trabalho em rede, com produtos, serviços, eventos e tecnologias como bens públicos regionais e globais. biblioteca rede de bibliotecas centro de informação e indexação • ••1967 1982 1987 1998 • sistema de sistemas nacionais de informação biblioteca virtual em saúde VI Reunião do Sistema Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde, na Costa Rica, em março de 1998, a rede se compromete a construir de forma cooperativa a Biblioteca Virtual em Saúde Convênio de Manutenção, celebrado entre: • Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS); • Escritório Regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) nas Américas; • Instituições representantes do governo brasileiro: Ministério da Saúde, Ministério da Educação, Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).
  4. 4. BIREME Relevante atuação como Centro Coordenador do Sistema Regional de Informação em Ciências da Saúde - Rede Brasileira de Informação de Ciências da Saúde  desenvolvimento de atividades cooperativas para a manutenção de produtos e serviços de informação;  fortalecimento das coleções e dos acervos das bibliotecas da área;  treinamento aos profissionais de informação. Laboratório de experimentação para o desenvolvimento de sistemas e plataformas tecnológicas quanto à gestão de fontes, produtos e serviços de Informação em Ciências da Saúde na América Latina e Caribe. Em 2005, a Declaração de Salvador sobre o Acesso Aberto foi assinada pelos participantes do International Seminar on Open Access, durante o 9º Congresso Mundial de Informação em Saúde e Bibliotecas (ICML9) e 7º Congresso Regional de Informação em Ciências da Saúde (CRICS7), promovidos pela BIREME, a qual destaca a importância da implantação de políticas que visem o acesso aberto à informação científica e técnica com o objetivo de promover equidades aos países em desenvolvimento.
  5. 5. DEFINIÇÃO DE LILACS Fonte: SUGA, Sueli Mitiko Yano. Encontros Setoriais FESPSP: Informação em Saúde 27. São Paulo: FESPSP, set.2013.
  6. 6. a) Identificar os principais obstáculos [resistências] e fatores que favoreceram [potencialidades] a implantação da metodologia LILACS para gestão da informação descentralizada em Ciências da Saúde; b) Identificar, na percepção dos atores chaves envolvidos, as dificuldades na operacionalização das ações com foco nos objetivos e propostas pela Rede Brasileira de Informação em Ciências da Saúde em relação à realidade dos Centros Cooperantes; c) Apontar a percepção dos atores chaves envolvidos, as mudanças ocorridas que favorecem ou dificultam uma nova prática no contexto de mudança para o acesso aberto ao conhecimento; d) Identificar na percepção dos atores chaves envolvidos, ações estratégicas que superem os obstáculos [barreiras] identificados. OBJETIVOS
  7. 7. REFERENCIAL TEÓRICO Rede Brasileira de Informação em Ciências da Saúde Construção coletiva Descentralização Compartilhamento Visibilidade da produção Cooperação  Conceito de Redes de Informação utilizado Tomael (2005) junto ao conceito de análise de Redes Sociais proposto por Marteleto (2001, 2007).  Processo histórico analisado por Pires- Alves (2011).  Descentralização na gestão da informação técnico-científica em Saúde questão estratégica.
  8. 8. CAMINHO METODOLÓGICO Abordagem qualitativa • Aplicação de questionário semiestruturado online • Participantes da pesquisa: profissionais de informação e equipes gestoras da Rede Brasileira de Informação em Ciências da Saúde Técnica de Estudo de Caso Pesquisa documental Análise da percepção dos participantes pesquisados e de análise de conteúdo e documental
  9. 9. RESULTADOS ESPERADOS Elaboração de estratégias de trabalho em rede para a construção de um repositório temático latino-americano em saúde, com a ideia de informação científica como conceito de cidadania e de comunicação pública da ciência como valor fundamental.
  10. 10. Rio de Janeiro, 3 de Novembro de 2015 Obrigada pela atenção! Contatos: maria.correa@fiocruz.br luciana.danielli@icict.fiocruz.br diones.ramos@icict.fiocruz simone.dib@icict.fiocruz.br

×