Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Reações alérgicas

  • Inicia sesión para ver los comentarios

Reações alérgicas

  1. 1. Reações alérgicas
  2. 2. OBJETIVOS Conhecer a patofisiologia por detrás de uma reação alérgica Reconhecer os sinais e sintomas de uma reação alérgica Reconhecer a diferença entre uma reação alérgica e uma reação anafilática Identificar o tratamento das reações
  3. 3. PORQUE É QUE AS REAÇÕES ALÉRGICAS SÃO IMPORTANTES?  As alergias são muito comuns e 20% da população portuguesa sofre das chamadas “alergias tradicionais”  A maior parte das reações alérgicas não são importantes, apenas causam comichão, espirros ou febre ligeira  Não existe cura para uma alergia, apenas tratamento e prevenção
  4. 4. MORBILIDADE • Todos os anos, recorrem à consulta externa cerca de 10.000 pessoas • As alergias a produtos alimentares são responsáveis de cerca de 6.000 visitas às urgências • Os profissionais de saúde, por exemplo, são responsáveis por cerca de 200 entradas na urgência devido ao latex
  5. 5. MORTALIDADE • Cerca de 400 americanos morrem anualmente, devido a reação alérgica à penicilina • Mais de 200 ocorrem por alergias a alimentos • Cerca de 100 morrem devido a picadas de insetos • Cerca de 10 morrem todos os anos por reações alergicas severas ao latex
  6. 6. TERMINOLOGIA DAS REAÇÕES ALERGICAS Um antigeno é uma substancia que induz a formação de anticorpos porque são reconhecidos pelo sistema imunitário como sendo “invasores” do nosso corpo Reação alergica, é uma resposta do sistema imunitário anormal que o corpo desenvolve quando a pessoa é exposta a um alergeno. A reação pode ser localizada , generalizada ou sistémica Anafilaxia - reação que põe a vida em perigo, envolve 2 ou mais sistemas do corpo. Anticorpos são proteinas que são produzidas pelo corpo para combater moléculas que são nocivas ao corpo Alergenos são os antigenos que vão desencadear a reação exacerbada. Esta reação é provocada por hipersensibilidade a uma substancia, virus, bacteria, polen, etc
  7. 7. PORTAS DE ENTRADA • Como é que estas substâncias nocivas entram no corpo? - injeção (agulhas, picadas e mordeduras) - inalação ( por absorção pelas vias respiratórias) - ingestão (pela absorção pelo sistema gastrointestinal) - absorção (através da pele)
  8. 8. PROTEÇÃO DE PRIMEIRA LINHA (os que impedem organismos nocivos de entrar no corpo) • Pele • Membranas mucosas • Ácidos gástricos PROTEÇÃO DE SEGUNDA LINHA • Resposta inflamatória pelo sistema imunitário
  9. 9. RESPOSTA INFLAMATÓRIA DO ORGANISMO COMO FUNCIONA O SISTEMA IMUNITÁRIO
  10. 10. RESPOSTA INFLAMATÓRIA – COMO FUNCIONA? Entrada de corpo estranho Mastócitos libertam histamina A histamina provoca a vasodilatação para permitir a saída de neutrofilos EDEMA, rubor, calor e dor
  11. 11. CONSIDERAÇÕES COM A VIA AÉREA ANGIOEDEMA – inchaço do tecido subcutâneo
  12. 12. SINAIS E SINTOMAS que são também MECANISMOS DE DEFESA • Aumento da permeabilidade dos vasos • Vermelhidão e urticária • Comichão • Aumento da produção de muco nasal • Espirros e tosse (como mecanismo de defesa dos brônquios e alvéolos) • Broncospasmo (ruídos respiratorios semelhantes a sibilos) O BROCOSPASMO É UM SINAL DE ALERTA POIS A RESPIRAÇÃO ESTÁ COMPROMETIDA
  13. 13. TÓXICO ABSORVIDO PELO SISTEMA GASTROINTESTINAL – SINAIS E SINTOMAS  Cãimbras abdominais  Distensão abdominal  Naúseas  Arrotos consecutivos  Dispepsia  Vómitos  Diarreia
  14. 14. O QUE É ANAFILAXIA? • Reações alérgicas graves que afetam dois ou mais sistemas do organismo • Libertação exagerada de histamina generalizada a várias partes do corpo Que resulta em: Choque: - alterações do estado de consciência - Tensão arterial ≤ 90mmHg - compromisso da via aérea e/ou da ventilação
  15. 15. EPIPEN – O QUE É? • Os doentes com alergias graves podem transportar este medicamento consigo • Os doentes podem ter algo consigo que identifique a alergia e o uso do medicamento (medalha, pulseira ou informação na carteira) • Alguns doentes podem necessitar de mais de uma dose de uma EPIPEN

×