Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Edição nº 85.1 serrano capa

185 visualizaciones

Publicado el

emitida em 03 Dez 2011 pela ECOS

Publicado en: Educación
  • Sé el primero en comentar

  • Sé el primero en recomendar esto

Edição nº 85.1 serrano capa

  1. 1. - Nº 85 – ANO II - Alcântaras, 03 de Dezembro de 2011Ecologia ECOS PARTICIPA DE DIA DE COMPO NO SÍTIO SANTO ELIAS Um dia de campo literalmente em contato com a natureza, foi assim que o Instituto Carnaúba ministrouuma verdadeira e autêntica aula de sustentabilidade a agricultores de Alcântaras e representantes da ECOS nesteúltimo sábado,26, na localidade do Sitio Santo Elias , Zona Rural de Meruoca- Ceará. Com uma linguagem simples e típica de nosso agricultor serrano, o Sr. Sebastião, conhecido em toda aregião pelo importante trabalho desenvolvido em sistema agro florestal na Meruoca há mais de 25 anos, revelou na Nº 85 -ANO II - Alcântaras - Ceará, 03 de Dezembro de 2011 – Impresso Oficial da ECOSprática o segredo do sucesso da sustentabilidade da agricultura familiar aliado a preservação da natureza. O agricultor, que a duas décadas passadas desmatava sua propriedade para realizar o plantio de milho efeijão, revelou que esta técnica está ultrapassada e ao invés de gerar renda, gera prejuízos ao nosso agricultor além Ação Ecológicade degradar de maneira gritante o nosso meio ambiente. " Precisamos pensar novo, explorar o máximo da natureza, utilizando o que de bom ela pode nosoferecer", comentou seu Sebastião. MULTIRÃO DA RECICLAGEM Por toda aquela manhã, técnicos do Instituto Carnaúba, explanaram em meio a natureza os ciclos daágua, cadeia alimentar, sistema agro florestal e outras ações prevista dentro do Projeto Produção e Beneficiamento de Sem dúvida a preocupação com o meio ambiente tem sido constanteFrutas na Região Norte do Ceará, apoiado pela Petrobras e desenvolvido pela organização em todo o perímetro da nas últimas décadas, devidos as várias modificações ocorridas comSerra da Meruoca. O projeto que tem como foco a revolução da agricultura familiar com a implementação de novasculturas com plantas frutíferas, hortaliças, ervas medicinais, terá duração de dois anos e prevê num futuro próximo a nossos ecossistemas, e os efeitos a qual a humanidade está sentido,expansão da fruticultura na região, além da instalação de micro industrias de beneficiamento de toda a produção e como por exemplo o aumento da temperatura na terra, e osatividade agrícola. A ação que parte da iniciativa de nosso agricultor apostar nesta idéia fornecerá todos os subsídios fenômenos naturais causadores de grandes catastrofes em todo onecessários para a evolução de nossa agricultura e preservação com desenvolvimento sustentável nas áreas planeta.acompanhadas. Em Alcantaras além da assessoria técnica do Instituto Carnaúba, o projeto conta com apoio e Neste sentido, ambientalistas, governos e instituições socias de todo oempenho da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Agrário e Meio Ambiente - SEDAMA, pretendendo ainda formar mundo, têm voltado à atenção para a adoção de medidas capazes denovas parcerias com instituições ambientais como a ECOS e o STTR. Durante a execução do Projeto, além de visitas, capacitação, serão distribuidas mudas de uruncum, amenizar estes efeitos, a começar pela sensilibização da sociedadepimenta-do-reino, cajá,cajú, café, maracujá, acerola, mamão,abacaxi dentre outras milhares, que serão manejadas para a responsabilidade de cada um perante a permanência da vidacom apoio técnico dados aos agricultores participantes. no Planeta Terra. Estiveram representando a ECOS, neste dia a Sra. Leuda Oliveira, Maria Ivana e Francisco Freire, além Em Alcântaras, pequena cidade situada ao norte do Ceará, algumas iniciativas tem destacado-sedeste outros 14 agricultores e a Secretária Municipal de Agricultura - Wyrna Freire participaram do dia de campo. nesta temática nos últimos cinco anos, como a coleta de materias recicláveis realizadas por grupo de Fonte: Blog da ECOS catadores, oficinas de reciclagem, palestras dentre outras ações surgidas dentro da comunidade. Entretanto foi em 2010 que jovens do municipio preocupados com a situação ambiental de Alcântaras, reuniram-se, “Todas as informações aqui contidas são de total debateram e então fundaram a Entidade Cooperativista Sustentável - ECOS, uma proposta de Organização responsabilidade dos autores e/ou fontes citadas” Não Governamental que efetivamente tinha como uma de suas bandeiras a sustentabilidade ambiental. Após instalada em Alcântaras, a ECOS logo iniciou seus trabalhos, como a implantação do Projeto Sabão Ecológico, Informativo o Serrano e Projeto Reciclar. Tanto o primeiro como o último trabalham integralmente a educação ambiental através de ações que visam a participação da população contribuindo para a redução do índices de poluição no municipio. Em seu terceiro Multirão, a ECOS através do Projeto Reciclar, conseguiu arrecadar mais de 3.000 garrafas pet, direcionando as mesma para um destino puramente reciclável, com a transformações deste material em pufs, flores, rosas dentre outros artigos artesanais de uso doméstico. O Terceiro multirão, acontecido neste último final de semana, reflete o compromisso e a força de vontade na qual nossos jovens demonstram na defesa do meio ambiente, na perspectiva de construir um futuro bem melhor para a proximas gerações. Fonte: Portal Jovem

×