Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.
Cargando en…3
×
1 de 30

Projeções ortogonais

  1. 1. PROJEÇÕES ORTOGRÁFICAS
  2. 2. VISTAS ORTOGRÁFICAS DESENHO TÉCNICO É tarefa dos engenheiros elaborar projetos e dirigir suas construções. Para desenhar e transmitir cada detalhe é necessário preparar descrições que mostrem os aspectos construtivos das “FORMAS E DAS DIMENSÕES” do objeto. A EXPRESSÃO GRÁFICA é o método fundamental de comunicação entre os projetistas e o construtor. Os métodos projetivos empregados para facilitar o entendimento entre o projetista e o construtor, são: ● ● - AS PROJEÇÕES ORTOGONAIS, ● - AS PERSPECTIVAS e ● - A VISÃO TRIDIMENSIONAL.
  3. 3. PROJEÇÕES ORTOGONAIS ORTOGONAIS PROJEÇÕES
  4. 4. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS
  5. 5. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS Objectivo: Representar peças tridimensionais (3D) num plano(2D). Princípios de posicionamento: Observador–objeto–plano de projeção. Representação: O centro de projeção (observador) encontra-se infinitamente afastado do objeto e do plano de projeção. Os raios visuais (linhas projetantes) têm direção ortogonal em relação ao plano de projeção,isto é,formam com o plano um ângulo de 90º. As dimensões da projeção são iguais às do objeto.(VG)
  6. 6. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS ● Plano de Vista Superior ou Horizontal de projeção ● Esta projeção produz a “vista superior” do objeto. O observador se posiciona acima do objeto e tem uma visão das dimensões do objeto (largura e comprimento).
  7. 7. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS Plano de Vista Frontal ou Vertical de projeção Produz a “vista de frente” do objeto. O observador se posiciona frontalmente ao objeto e tem a visão das alturas do objeto. Também é denominada de “fachada” ou “elevação”
  8. 8. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS Plano de Vista Lateral ou de Perfil Nesta projeção tem-se a “vista lateral” do objeto. O observador se posiciona ao lado do objeto (à direita ou à esquerda) e tem também a visão das alturas.
  9. 9. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS Como os sólidos são constituídos de várias superfícies, as projeções ortogonais são utilizadas para representar as formas tridimensionais através de figuras planas.
  10. 10. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS Para fazer aparecer a terceira dimensão é necessário fazer uma segunda projeção ortogonal olhando os sólidos por outro lado.
  11. 11. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS • Duas vistas, apesar de representarem as três dimensões do objeto, não garantem a representação da forma da peça. • A representação das formas espaciais é resolvida com a utilização de uma terceira projeção.
  12. 12. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS Representação de Arestas Ocultas Como a representação de objetos tridimensionais, por meio de projeções ortogonais, é feita por vistas tomadas por lados diferentes, dependendo da forma espacial do objeto, algumas de suas superfícies poderão ficar ocultas em relação ao sentido de observação.
  13. 13. Representação de ARESTAS OCULTAS Arestas Ocultas Deve-se procurar evitar o aparecimento de linhas tracejadas As linhas tracejadas podem ser evitadas invertendo-se a posição da peça em relação aos planos de projeção (mudar a posição da vista de frente).
  14. 14. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS VISTA DE FRENTE
  15. 15. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS VISTA DE CIMA ● PLANTA BAIXA
  16. 16. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS VISTA LATERAL ● PERFIL
  17. 17. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS
  18. 18. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS
  19. 19. PROJEÇÕES ORTOGONAIS PROJEÇÕES ORTOGONAIS Exemplos de projeções ortogonais
  20. 20. PROJEÇÕES ORTOGONAIS VISTAS ORTOGRÁFICAS Denomina-se Épura o resultado do processo de rebatimento dos planos de projeção em uma única superfície plana.
  21. 21. VISTAS ORTOGRÁFICAS Vistas ortográficas principais No desenho técnico, as representações gráficas obtidas através da projeção ortogonal do objeto nos planos de projeção, corresponderão às três vistas ortográficas principais. > A projeção no plano vertical corresponde à vista frontal ou vista lateral direita. > A projeção no plano horizontal corresponde à vista de cima ou superior. > A projeção no plano de perfil corresponde à vista lateral esquerda.
  22. 22. VISTAS ORTOGRÁFICAS Na representação em desenho técnico, as linhas de interseção entre os planos de projeção são eliminadas. Para a construção das vistas deve-se usar linhas auxiliares que irão determinar o perfeito alinhamento entre as mesmas, segundo um dos processos mostradosa seguir: Após a definição das vistas as linhas auxiiliares são eliminadas.
  23. 23. VISTAS ORTOGRÁFICAS A distância entre a vista frontal e a superior, e entre a vista frontal e a lateral esquerda, deverá ser sempre a mesma, no mínimo 20mm, a fim de não dificultar a cotagem do desenho. -O posicionamento das vistas será sempre nessa ordem: - Por isso não é necessário nomeá-las. O desenho deverá ser distribuído simetricamente pela folha, de forma que o enquadramento fique com melhor aspecto.
  24. 24. VISTAS ORTOGRÁFICAS Leitura das vistas ortogonais Uma representação no sistema de vistas ortográficas somente será compreendida de modo inequívoco se cada vista for interpretada em conjunto e coordenadamente com as outras. A leitura das vistas ortográficas é grandemente auxiliada pela aplicação de três regras fundamentais: - Regra do alinhamento - Regra das figuras contíguas - Regra da configuração
  25. 25. VISTAS ORTOGRÁFICAS - Regra do alinhamento As projeções de um mesmo elemento do objeto nas vistas adjacentes acham-se sobre o mesmo alinhamento, isto é, sobre a mesma linha de chamada.
  26. 26. VISTAS ORTOGRÁFICAS - Regra das figuras contíguas A linha que separa duas áreas contíguas de uma vista ortográfica indica que estas duas áreas não estão contidas no mesmo plano.
  27. 27. VISTAS ORTOGRÁFICAS - Regra da configuração Uma fase plana somente pode projetar-se com a sua configuração ou como um segmento de reta. Assim como um segmento de reta, uma aresta pode projetar-se como segmento ou um ponto.
  28. 28. LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE UM DT LINHAS - CONTORNOS VISÍVEIS - CONTORNOS INVISÍVEIS - LINHAS DE EIXO
  29. 29. LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE UM DT LINHAS - CONTORNOS VISÍVEIS - CONTORNOS INVISÍVEIS - LINHAS DE EIXO
  30. 30. LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE UM DT LINHAS 1. A representação de arestas e contornos visíveis deve ser executada com linha contínua grossa. 2. A representação de arestas e contornos invisíveis devem ser executada com linha tracejada média . 3. A representação de eixos e centros devem ser executado com linha traço ponto.

×