Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Cidades Inteligentes

209 visualizaciones

Publicado el

Material elaborado e apresentado através de seminário durante a disciplina de Cibercultura, referente ao programa de Mestrado em Sistemas de Informação da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Realizado em: 07 Junho de 2016.

Publicado en: Tecnología
  • DOWNLOAD THAT BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (2019 Update) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book that can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer that is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story That Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money That the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths that Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Responder 
    ¿Estás seguro?    No
    Tu mensaje aparecerá aquí
  • ACCESS that WEBSITE Over for All Ebooks (Unlimited) ......................................................................................................................... DOWNLOAD FULL PDF EBOOK here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... DOWNLOAD FULL EPUB Ebook here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { http://bit.ly/2m6jJ5M } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { http://bit.ly/2m6jJ5M }
       Responder 
    ¿Estás seguro?    No
    Tu mensaje aparecerá aquí

Cidades Inteligentes

  1. 1. CIDADES INTELIGENTES Isabella Araripe
  2. 2. PARA VOCÊ, O QUE TORNA UMA CIDADE INTELIGENTE ?
  3. 3. A ORIGEM
  4. 4. PARA QUE O EQUILÍBRIO SEJA MANTIDO É NECESSÁRIO QUE SE ENTENDA QUE A IMPORTÂNCIA DA CONEXÃO SISTEMA DE SISTEMAS Universo é um sistema de Galáxias, Que por sua vez é um sistema de Planetas, Um Planeta é um sistema de Biomas, Cada Bioma um conjunto de Ecossistemas. Ecossistemas são formados por fatores bióticos (organismos vivos) e abióticos (sol, água, solo, ...) e como estes se relacionam.
  5. 5. TUDO É CONEXÃO Pessoas se organizam em cidades com o objetivo de promover o bem estar comum, através do estabelecimento de conexões de diversos tipos. Essas conexões permitem a esses grupos crescer em escala, de forma colaborativa e sustentável. A busca do ser humano em estabelecer novas conexões impulsionou a tecnologia durante toda a nossa história, seja no estabelecimento de novas relações comerciais, na conquista de novos territórios ou mesmo possibilitando a aproximação de pessoas distantes fisicamente.
  6. 6. A BUSCA POR CONEXÕES É O QUE MOVE A HUMANIDADE
  7. 7. CIDADES COMO UM SISTEMA DE SISTEMAS Fonte: IBM Smarter Cities
  8. 8. CRISE DAS MEGALÓPOLES
  9. 9. A CRISE DAS MEGALÓPOLES Fonte: What is Green Urbanism? Holistic Principles to Transform Cities for Sustainability
  10. 10. O QUE SÃO CIDADES INTELIGENTES?
  11. 11. ETIMOLOGIA A palavra “INTELIGÊNCIA” tem a sua origem no latim, vem de INTELLEGENTIA, que significa “capacidade de entender”, de INTELLIGERE, formada por INTER-: “entre” e LEGERE: “escolher”. Portanto, o vocábulo INTELIGÊNCIA refere-se ao que se revela INTELLEGENS (inteligente), ou aquele que compreende, percebe, conhece e sabe discernir sobre determinadas questões.
  12. 12. CIDADES INTELIGENTES Fonte: Asia Green Buildings - Khalapur Smart City O conceito surgiu durante a última década onde uma fusão de ideias sobre como informação e a tecnologia de comunicação poderiam melhorar as funções de uma cidade, promovendo melhora na eficiência na utilização de recursos, na competitividade e na promoção de novas formas de endereçar problemas como desigualdade social, sustentabilidade econômica e problemas ambientais. A essência da ideia está ligada a necessidade de coordenar e integrar tecnologias que até agora vinham sendo desenvolvidas de forma apartada, mas que possuem sinergia em suas operações.
  13. 13. COMO AS CIDADES INTELIGENTES PODEM TORNAR A VIDA EM MEGALÓPOLES MAIS FÁCEIS E EFICIENTES ?
  14. 14. UMA NOVA ERA
  15. 15. A VISÃO Segundo documento* das Nações Unidades, cidades que possuem desenvolvimento sustentável são aquelas que: “Utilizam estrategicamente muitos fatores inteligentes como tecnologias de informação e comunicação para aumentar o crescimento sustentável da cidade e reforçar as funções desta, garantindo ao mesmo tempo a felicidade e o bem estar de seus cidadãos”. * Fonte: UN, “Our Common Future, Chapter 1: A Threatened Future,” Clause 49
  16. 16. Fonte: Nesta UK
  17. 17. FRAMEWORK
  18. 18. SMART DIAMOND Fonte: Frost & Sullivan Report
  19. 19. FRAMEWORK FASE 1 FASE 2 FASE 3 A FASE 1, ou nível de serviço individual, aplica TIC para melhorar a operação individual das cidades como transporte, segurança, meio ambiente e cultura. A maioria dos projetos de cidade inteligente que estão nesta fase, estão adotando, por exemplo, informações sobre o itinerário de ônibus em tempo real nos serviços de transporte público ou usando circuitos de monitoramento por câmeras para melhorar e manter a segurança publica. A FASE 2, ou nível de serviço vertical, integra processos e serviços similares por tecnologias inteligentes dentro de grandes partes da cidade, permitindo o fornecimento de serviços avançados. Nesta fase os serviços inteligentes ainda não estão integrados entre setores, mas as pessoas conseguem sentir saltos de melhora na qualidade dos serviços prestados em cada setor. O Centro de Comando do Rio de Janeiro é um exemplo, integrando 32 agências de forma coordenada na vigilância e resposta a eventos de emergência, condições de trafego, obras em rodovias, entre outros. . A FASE 3, ou nível de serviço horizontal, é o ponto em que não há mais uma distinção entre as diferentes áreas de serviço, com todas as peças agora perfeitamente integradas dentro de um ecossistema eficiente. Fonte: ITU-T Technology Watch Report Fev/2013
  20. 20. ALGUMAS SOLUÇÕES EM APLICAÇÃO
  21. 21. RESIGNIFICANDO RELACIONAMENTOS
  22. 22. NAS RELAÇÕES PESSOAIS Algumas iniciativas em andamento pelo Brasil e no mundo:
  23. 23. NAS RELAÇÕES COM INSTITUIÇÕES Algumas iniciativas em andamento pelo Brasil e no mundo:
  24. 24. DEMOCRACIA PARTICIPATIVA
  25. 25. DEMOCRACIA PARTICIPATIVA Por definição, é uma forma de exercício do poder, baseada na coparticipação entre cidadãos e Estado nas tomadas de decisão política. Para que os diversos sistemas das Cidades Inteligentes funcione, é necessária uma coordenação complexa. Essa coordenação deve dispor de uma estrutura que consiga unir as funções tradicionais do governo e de empresas privadas, provendo serviços mais inteligentes, focados nos cidadãos. Empresas tem experiência em fornecer hardware, software e soluções para armazenamento de informações, que podem tornar as cidades mais inteligentes; enquanto o Governo pode estar engajado no uso desses novos serviços, na comunidade e no interesse dos cidadãos, uma vez que o seu objetivo primordial é promover melhora na qualidade de vida nas comunidades em que atuam. .
  26. 26. PARTICIPAÇÃO PROATIVA NO BRASIL E NO MUNDO Fonte: Youtube Palestra realizada no evento TEDx Global no Rio de Janeiro. Alessandra Orofino, uma ativista urbana, apresenta projetos no Brasil em que, através da mistura de tecnologia e conexão humana à moda antiga é possível mudar alguns problemas sociais em nossas cidades.
  27. 27. CONSUMO INTELIGENTE
  28. 28. EFICIENCIA ENERGETICA COM SMART GRIDS
  29. 29. CONTROLE DE CONSUMO COM SMART METERS
  30. 30. INTERNET DAS COISAS – IOT & IOE
  31. 31. OPEN DATA
  32. 32. OPEN DATA Segundo a definição da Open Knowledge Foundation: “Dados são considerados abertos quando qualquer pessoa pode livremente usá-los, reutilizá-los e redistribuí-los, estando sujeito a, no máximo, a exigência de creditar a sua autoria e compartilhar pela mesma licença.” Isso geralmente é realizado através da disponibilização de dados em formato aberto e sob uma licença aberta Exemplo de Open Data no Brasil e no Mundo:
  33. 33. TRÊS LEIS SOBRE DADOS ABERTOS David Eaves, especialista em políticas públicas e ativista sobre dados abertos, propôs as seguintes “leis” *: 1. Se o dado não pode ser encontrado e indexado na Web, ele não existe; 2. Se não estiver aberto e disponível em formato compreensível por máquina, ele não pode ser reaproveitado; 3. Se algum dispositivo legal não permitir sua replicação, ele não é útil. * Essas “leis” foram propostas tomando como base Dados Abertos Governamentais, mas as mesmas são aplicadas a Dados Abertos de forma geral.
  34. 34. OITO PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS Em 2007, um grupo de trabalho de 30 pessoas reuniu-se na Califórnia, Estados Unidos da América, para definir os princípios dos Dados Abertos Governamentais. Após consenso, chegou-se a seguinte definição: Completos. Todos os dados públicos são disponibilizados. Dados são informações eletronicamente gravadas, incluindo, mas não se limitando a, documentos, bancos de dados, transcrições e gravações audiovisuais. Dados públicos são dados que não estão sujeitos a limitações válidas de privacidade, segurança ou controle de acesso, reguladas por estatutos. Primários. Os dados são publicados na forma coletada na fonte, com a mais fina granularidade possível, e não de forma agregada ou transformada. Atuais. Os dados são disponibilizados o quão rapidamente seja necessário para preservar o seu valor. Acessíveis. Os dados são disponibilizados para o público mais amplo possível e para os propósitos mais variados possíveis.
  35. 35. OITO PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS Processáveis por máquina. Os dados são razoavelmente estruturados para possibilitar o seu processamento automatizado. Acesso não discriminatório. Os dados estão disponíveis a todos, sem que seja necessária identificação ou registro. Formatos não proprietários. Os dados estão disponíveis em um formato sobre o qual nenhum ente tenha controle exclusivo. Livres de licenças. Os dados não estão sujeitos a regulações de direitos autorais, marcas, patentes ou segredo industrial. Restrições razoáveis de privacidade, segurança e controle de acesso podem ser permitidas na forma regulada por estatutos. Além disso, o grupo afirmou que a conformidade com esses princípios precisa ser verificável e uma pessoa deve ser designada como contato responsável pelos dados. Apesar dos princípios terem sido elaborados tendo em consideração Dados Abertos Governamentais, podemos aplicar estes conceitos também a Dados Abertos de modo geral.
  36. 36. CIDADES INTELIGENTES PELO MUNDO
  37. 37. SEUL
  38. 38. SEUL Conhecida com a CIDADE MAIS CONECTADA DO MUNDO, a capital da Coreia do Sul em 2014 tinha o total de 10 milhões de habitantes, sendo o case mais inspirador sobre a utilização de tecnologias para facilitar a vida em megalópoles. Fonte: Youtube
  39. 39. RIO DE JANEIRO
  40. 40. A CIDADE MARAVILHOSA, em 2015 já tinha 6,5 milhões de habitantes. Virou case mundial, quando apresentou o Novo Centro de Comando no evento IBM Smarter Cities , ocorrido em Novembro de 2011, como preparação aos eventos da Copa do Mundo de Futebol em 2014 e das Olimpíadas em 2016. RIO DE JANEIRO Fonte: Youtube
  41. 41. BÚZIOS
  42. 42. A PRIMEIRA CIDADE INTELIGENTE DA AMÉRICA LATINA, com um total de 23,5 mil habitantes, Búzios foi especialmente escolhida para uma parceria entre a AMPLA e a ANAEL para servir de laboratório ao conceito de “Smart City”, através da implantação de tecnologias para sustentabilidade e eficiência energética. BÚZIOS Fonte: Youtube
  43. 43. IMAGINANDO O FUTURO
  44. 44. MEDIDORES INTELIGENTES (SMART METERS): • AUXÍLIO NO USO EFICIENTE DE RECURSOS; • IMPACTO EM PRIVACIDADE. OPEN DATA: • GOVERNO ABERTO (E-GOVERMENT); • TRANSPARÊNCIA (INSTITUIÇÕES PÚBLICAS E PRIVADAS); • CRIAÇÃO DE NOVOS SERVIÇOS INTELIGENTES; • EDUCAÇÃO (EX.: RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS); • SAÚDE; • TURISMO E LAZER. PARTICIPAÇÃO PRÓ ATIVA DA SOCIEDADE: • AIRBNB, COUCHSURFING, UBER; • NOSSASCIDADES.ORG, MEURIO.ORG, • PANELA DE PRESSÃO, RECLAME AQUI, • BE DREAM, BLIIVE ÁREAS PROMISSORAS PARA PESQUISAS
  45. 45. DESAFIOS PARA PESQUISAS FUTURAS 1. RELACIONAR INFRAESTRUTURA DE CIDADES INTELIGENTES COM A SUA FUNÇÃO OPERACIONAL E PLANO DE GERENCIAMENTO, CONTROLE E OTIMIZAÇÃO; 2. EXPLORAR O CONCEITO DE CIDADES INTELIGENTES COMO UM LABORATORIO PARA A INOVAÇÃO; 3. PROMOVER PORTFOLIOS DE SIMULAÇÃO URBANA QUE AUXILIE NO DESIGN DE FUTURAS CIDADES; 4. DESENVOLVER TECNOLOGIAS QUE GARANTAM EQUIDADE, JUSTIÇA E A PERCEPÇÃO DE AUMENTO DA QUALIDADE DE VIDA NAS CIDADES; 5. DESENVOLVER TECNOLOGIAS QUE GARANTAM A PARTICIPAÇÃO E A CRIAÇÃO DE CONHECIMENTO COMPARTILHADO PARA A GOVERNANÇA DEMOCRATICA EM CIDADES; 6. GARANTIR MAIOR, MELHOR E MAIS EFETIVA MOBILIDADE E ACESSO A OPORTUNIDADES A POPULAÇÃO URBANA.
  46. 46. SUGESTÃO DE PROJETOS 1. BANCO DE DADOS INTEGRADOS; 2. IMPACTO DAS NOVAS REDES SOCIAIS EM SENTIMENTOS E NETWORKING; 3. MODELAGEM DE PERFORMANCE NAS REDES; 4. MOBILIDADE E PADRÕES DE DESLOCAMENTO; 5. MODELAGEM PARA USO DO SOLO URBANO; 6. TRANSPORTE E INTERAÇÕES ECONOMICAS.
  47. 47. RESUMO
  48. 48. COMO AS CIDADES INTELIGENTES PODEM TORNAR A VIDA EM MEGALÓPOLES MAIS FÁCEIS E EFICIENTES ?
  49. 49. ATRAVÉS DA UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS INTELIGENTES E INFORMAÇÕES ABERTAS, PERMITINDO A CRIAÇÃO DE SERVIÇOS CENTRADOS NO CIDADÃO.
  50. 50. A EXPERIÊNCIA DEVE ESTAR TOTALMENTE LIGADA À FORMA COMO O PRODUTO OU SERVIÇO VAI MELHORAR A VIDA DAS PESSOAS.
  51. 51. POSSIBILITANDO A CRIAÇÃO DE CONEXÕES VERDADEIRAS ENTRE PESSOAS E INSTITUIÇÕES. ESSA É A CHAVE.
  52. 52. OBRIGADA !
  53. 53. REFERÊNCIAS
  54. 54. Artigos: • Smart Cities: Definitions, Dimensions, Performance, and Initiatives http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/10630732.2014.942092 • Rethinking smart cities from the ground up https://ugc.futurelearn.com/uploads/files/37/8b/378b8237-b6e5-41e8-b59c- b00477bac5e1/rethinking_smart_cities_from_the_ground_up_2015.pdf • Citizen Driven-Inovation Guide Book http://www.openlivinglabs.eu/sites/enoll.org/files/Citizen_Driven_Innovation_Full%284%29.pdf REFERÊNCIAS
  55. 55. REFERÊNCIAS Vídeos:  Cidades mais Inteligentes - Rio de Janeiro https://www.youtube.com/watch?v=Sijugui6vrs  Smarter Talks - Cidades mais Inteligentes https://www.youtube.com/watch?v=-v-Zb1heLiI  Smart cities for 11 billion people | TEDxBerlin https://www.youtube.com/watch?v=eWpgidvBqHw  Smarter Cities Rio | How to Build a Smarter City https://www.youtube.com/watch?v=DKmj7nlQndg  Redes Inteligentes - Smart Grid - https://www.youtube.com/watch?v=ycbrDCNKosI  It’s our city. Let’s fix it | TEDxGlobal Rio: https://www.youtube.com/watch?v=zMGE3mbS9NY
  56. 56. REFERÊNCIAS Sites:  IBM Smarter Cities http://www.ibm.com/smarterplanet/br/pt/smarter_cities/overview/  Future Learn https://www.futurelearn.com/courses/smart-cities  Asia Green Buildings http://www.asiagreenbuildings.com/  IES Cities http://iescities.eu/  Cities Unloked http://www.citiesunlocked.org.uk/  The Smart Urbanist http://www.smarturbanism.org.uk/  Nesta UK http://www.nesta.org.uk/blog/smart-cities-and-china
  57. 57. SOBRE A AUTORA Brasileira, 32 anos, formada em Tecnologia da Informação pela Universidade Da Cidade. Trabalha há mais de 10 anos desenvolvendo soluções em TI. Na indústria de telecomunicações, atua a mais de 8 anos, envolvida em ações de change management e projetos de transformação, liderando alguns destes. Atualmente desenvolve um trabalho de mudança organizacional, atuando como Agile Enterprise Coach, desenvolvendo pessoas em todos os níveis organizacionais. Contatos: Linkeind:https://br.linkedin.com/in/isabellaararipe Twitter: https://twitter.com/IsabellaAraripe Email: araripe.isabella@gmail.com
  58. 58. SOBRE O SEMINÁRIO Material elaborado e apresentado através de seminário durante a disciplina de Cibercultura, referente ao programa de Mestrado em Sistemas de Informação da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Realizado em: 07 Junho de 2016.

×