SECRETARIA DE TURISMO SET 2009
O RECIFE HOJE Números do Turismo A
FONTES DE REFERÊNCIA <ul><li>Os números informados neste documento foram trabalhados a partir da análise da seguinte base ...
O RECIFE NO BRASIL RB
O RECIFE NO BRASIL RB 1/2
O RECIFE NO BRASIL RB 2/2
O RECIFE NO NORDESTE RN
O RECIFE NO NORDESTE RN 1/5
O RECIFE NO NORDESTE RN 2/5
O RECIFE NO NORDESTE RN 3/5
O RECIFE NO NORDESTE Receita Turística Gerada pelo Turismo nas capitais do NE - 2008 NORDESTE R$ 9,70 Bi RN 4/5 <ul><li>Em...
O RECIFE NO NORDESTE RN 5/5
O RECIFE EM PERNAMBUCO RP
O RECIFE EM PERNAMBUCO * Total geral previsto em 2014.  * Médias previstas em 2014 no Recife. ** Previsto PE projetado. RP...
O RECIFE EM PERNAMBUCO RP 2/3 * Dados projetados
O RECIFE EM PERNAMBUCO Janeiro a abril de 2009  RP 3/3
NO RECIFE REC
<ul><li>ISS dos hotéis (2003 -> 2008)  – crescimento de  94,06% ; </li></ul><ul><li>Permanência média 2008  –  3,83 dias ;...
<ul><li>ABAV/PE:  aumento de 30% na procura por agências de receptivo. </li></ul><ul><li>ABIH/PE:  ocupação hoteleira acim...
ACESSIBILIDADE AGENDA SEMANAL, MENSAL E ANUAL ANIMAÇÃO E LAZER  (Mercados, Botecos, Bares,  Casas Noturnas, Shows) ARTE BO...
NO RECIFE REC 4/5
NO RECIFE REC 5/5
SECRETARIA DE TURISMO SE A ESTRUTURA
ESTRUTURA  OPERACIONAL DA SETUR RECIFE Foco: incremento dos fluxos. Atividades: blitz; pré e pós tours; telemarketing de v...
Debater o Recife como cidade turística. Formado pelo Trade Turístico e pela cadeia produtiva do turismo. Está vinculado ao...
RM MARCO ZERO   É a cara da cidade e corporifica a força do começo. O Recife Mais é um marco na consolidação turística do ...
PLANO DE ACELERAÇÃO DA COMPETITIVIDADE TURÍSTICA 2009-2012/13 RM O PLANO
PLANEJAMENTO DA GESTÃO 2009-2012/13 MISSÃO Fazer do turismo uma atividade efetivamente propulsora do desenvolvimento econô...
COMUNICAÇÃO Turismo do Recife na Mídia RM  2/10
GESTÃO Subsidiar e nivelar informações  e conceitos RM 3/10
VENDAS Fluxo - Atiçar fornecedor,  comprador e cliente final RM 4/10
OPORTUNIDADES Recife na Pauta dos investimentos RM 5/10
QUALIDADE Turista e população sabendo o que fazer e saindo satisfeito RM 6/10
ESPECIAIS Integração e parceria para o desenvolvimento do turismo RM 7/10
CONTROLE Eficiência Administrativa RM  8/10
INVESTIMENTO RM 9/10
INVESTIMENTO (2009) 2010 -> 2012 (2013) : 480 mi RM 10/10 <ul><li>A serem investidos em:  </li></ul><ul><li>Infra Estrutur...
JOÃO DA COSTA Prefeito do Recife Milton Coelho Vice-Prefeito PCR
Samuel Oliveira Secretário de Turismo   Ruth Vieira Secretária de Gestão Estratégica e Comunicação Social   Amir Schvartz ...
  Samuel Oliveira  – Secretário  [email_address] Carlos Braga  – Ass.Executivo  [email_address] Simone Jar  – Qualidade  [...
 
 
 
OBRIGADO.
Próxima SlideShare
Cargando en…5
×

panorama turismo 2008

1.810 visualizaciones

Publicado el

  • Sé el primero en comentar

  • Sé el primero en recomendar esto

panorama turismo 2008

  1. 1. SECRETARIA DE TURISMO SET 2009
  2. 2. O RECIFE HOJE Números do Turismo A
  3. 3. FONTES DE REFERÊNCIA <ul><li>Os números informados neste documento foram trabalhados a partir da análise da seguinte base de dados: </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Movimentação Aérea de Passageiros / Capitais do Nordeste – Comparativo do Desempenho do Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre no período janeiro a julho de 2008 e janeiro a julho de 2009 (INFRAERO); </li></ul><ul><li>Passageiros Desembarcados em Vôos Nacionais – Capitais do Nordeste – janeiro a julho 2008/2009 (EMPETUR S.A - Diretoria de Estruturação do Turismo - Unidade de Gestão da Informação); </li></ul><ul><li>Passageiros Desembarcados em Vôos Internacionais – Capitais do Nordeste – janeiro a julho 2008/2009 (EMPETUR S.A - Diretoria de Estruturação do Turismo - Unidade de Gestão da Informação); </li></ul><ul><li>Indicadores da Hotelaria de Pernambuco – Destinos Indutores – janeiro a abril 2008/2009 (EMPETUR S.A - Diretoria de Estruturação do Turismo - Unidade de Gestão da Informação); </li></ul><ul><li>Sinopse da Pesquisa do Perfil do Turismo Receptivo do Recife – Julho de 2009 (EMPETUR S.A. - Diretoria de Estruturação do Turismo - Unidade de Gestão da Informação); </li></ul><ul><li>Síntese da Pesquisa sobre o Perfil Socioeconomico do Turista – Recife 2006-2008 (EMPETUR S.A. - Diretoria de Estruturação do Turismo - Unidade de Gestão da Informação); </li></ul><ul><li>Fluxo Global de Turistas - janeiro a abril – 2008/ 2009 - Destinos Indutores de Pernambuco (EMPETUR S.A - Diretoria de Estruturação do Turismo - Unidade de Gestão da Informação); </li></ul><ul><li>Oferta dos Meios de Hospedagem da Região Metropolitana do Recife – posição outubro de 2008 (EMPETUR S.A - Diretoria de Estruturação do Turismo - Unidade de Gestão da Informação); </li></ul><ul><li>O Desempenho do Turismo no Nordeste: 2002/ 2008 – edição abril 2009 (Fundação CTI-NE – Coordenação do GTP); </li></ul><ul><li>Evolução da Arrecadação do ISS nos 31 Principais Estabelecimentos Hoteleiros do Recife nos anos de 2003 a 2008 (Prefeitura do Recife – Secretaria de Finanças/Secretaria de Turismo); </li></ul><ul><li>Estudo da Competitividade Turística dos 65 Destinos Brasileiros Indutores - 2007/2008 (Ministério do Turismo/Fundação Getúlio Vargas/SEBRAE); </li></ul><ul><li>População do Nordeste – 2007 - IBGE Cidades ( http://www.ibge.gov.br/cidadesat/ ); </li></ul><ul><li>ANPROTEC 2007 - Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Informações complementares fornecidas pela ABAV/PE, ABEOC/PE, ABIH/PE, ABLA/PE, ABRAJET/PE, ABRASEL/PE, Recife CVB, SHRBS/PE, SINDETUR/PE, SINDLOC/PE, SINGTUR/PE, SINDHOSP/PE, Porto Digital e investidores do ramo de hotelaria. </li></ul>A 1/1
  4. 4. O RECIFE NO BRASIL RB
  5. 5. O RECIFE NO BRASIL RB 1/2
  6. 6. O RECIFE NO BRASIL RB 2/2
  7. 7. O RECIFE NO NORDESTE RN
  8. 8. O RECIFE NO NORDESTE RN 1/5
  9. 9. O RECIFE NO NORDESTE RN 2/5
  10. 10. O RECIFE NO NORDESTE RN 3/5
  11. 11. O RECIFE NO NORDESTE Receita Turística Gerada pelo Turismo nas capitais do NE - 2008 NORDESTE R$ 9,70 Bi RN 4/5 <ul><li>Em 2008: </li></ul><ul><li>O Recife teve 18,37% do fluxo turístico das capitais do NE; </li></ul><ul><li>O melhor gasto médio turistas/dia hospedados em hotéis; </li></ul><ul><li>Uma das melhores permanências médias. </li></ul>
  12. 12. O RECIFE NO NORDESTE RN 5/5
  13. 13. O RECIFE EM PERNAMBUCO RP
  14. 14. O RECIFE EM PERNAMBUCO * Total geral previsto em 2014. * Médias previstas em 2014 no Recife. ** Previsto PE projetado. RP 1/3 86 UH’s por hotel 2,3 leitos por UH 0,25 funcionários por leito Investimento de R$ 150 mil por UH
  15. 15. O RECIFE EM PERNAMBUCO RP 2/3 * Dados projetados
  16. 16. O RECIFE EM PERNAMBUCO Janeiro a abril de 2009 RP 3/3
  17. 17. NO RECIFE REC
  18. 18. <ul><li>ISS dos hotéis (2003 -> 2008) – crescimento de 94,06% ; </li></ul><ul><li>Permanência média 2008 – 3,83 dias ; </li></ul><ul><li>Gasto médio turista/dia 2008 – R$ 242,61 ; </li></ul><ul><li>Receita turística 2008 – acima de R$ 2 bi ; </li></ul><ul><li>Fluxo global de turistas - 2008 – 2.213.819; </li></ul><ul><li>Fluxo global de turistas - janeiro a abril 2009 – 848.318 ; </li></ul><ul><li>Fluxo de hóspedes em hotéis - 2008 – 751.452; </li></ul><ul><li>Fluxo de hóspedes em hotéis - janeiro a abril 2009 – 258.307 . </li></ul>NO RECIFE REC 1/4 PANORAMA (EM CRESCIMENTO)
  19. 19. <ul><li>ABAV/PE: aumento de 30% na procura por agências de receptivo. </li></ul><ul><li>ABIH/PE: ocupação hoteleira acima dos 70%. </li></ul><ul><li>ABEOC/PE: o fortalecimento do trabalho de promoção do Recife contribuiu para o crescimento do setor de eventos. </li></ul><ul><li>ABLA/PE e SINDLOC/PE: aumento de 15% na locação de veículos em relação a 2008. </li></ul><ul><li>ABRAJET/PE: cresce o interesse dos jornalistas pelo Recife, gerando mídia espontânea. </li></ul><ul><li>ABRASEL/PE: o Recife se consolida como um dos principais polos gastronômicos brasileiros. </li></ul><ul><li>RECIFE CVB: incremento de 15% no número de turistas em eventos profissionais. </li></ul><ul><li>SHRBS/PE: aumento superior a 20% no fluxo de clientes, turistas e moradores. </li></ul><ul><li>SINDETUR/PE: crescente valorização dos profissionais de turismo. </li></ul><ul><li>SINGTUR/PE: aumento de 40% na quantidade de guias qualificados e credenciados pelo Ministério do Turismo. </li></ul>NO RECIFE REC 2/5 TRADE 2009
  20. 20. ACESSIBILIDADE AGENDA SEMANAL, MENSAL E ANUAL ANIMAÇÃO E LAZER (Mercados, Botecos, Bares, Casas Noturnas, Shows) ARTE BONS SERVIÇOS COMPRAS CULTURA (História, Patrimônio, Raízes Populares) ECOLÓGICO (Trilhas) FRIENDLY GASTRONOMIA GRANDES EVENTOS (Carnaval, Semana Santa, São João, Festivais) NO RECIFE REC 3/5 DESTAQUES DO DESTINO RECIFE HOSPITALIDADE INFRA ESTRUTURA LAZER CONTEMPLATIVO LOCALIZAÇÃO MODA MERGULHO MÚSICA E RITMOS NÁUTICO NEGÓCIOS E EVENTOS POLO TECNOLÓGICO RELIGIOSO SAÚDE SOL E MAR VIDA NOTURNA AGENDA SEMANAL, MENSAL E ANUAL COMPRAS GASTRONOMIA MERGULHO NEGÓCIOS E EVENTOS SAÚDE CULTURA (História, Patrimônio, Raízes Populares) GRANDES EVENTOS (Carnaval, Semana Santa, São João, Festivais) ANIMAÇÃO E LAZER (Mercados, Botecos, Bares, Casas Noturnas, Shows)
  21. 21. NO RECIFE REC 4/5
  22. 22. NO RECIFE REC 5/5
  23. 23. SECRETARIA DE TURISMO SE A ESTRUTURA
  24. 24. ESTRUTURA OPERACIONAL DA SETUR RECIFE Foco: incremento dos fluxos. Atividades: blitz; pré e pós tours; telemarketing de venda do destino; implantação e coordenação de instrumentos de tecnologia (TI); treinamento de agentes de viagens; ações de incentivo (premiações e promoções). Subsídio e nivelamento da informação; planejamento; avaliação de resultados; pesquisas; publicidade; agenda do secretário; coordenação do gabinete; apoio aos demais núcleos. Coordenação de projetos e eventos especiais; participação em conselhos e no OP; coordenação Conture; sensibilização turística; interlocução entre SETUR e demais entidades; Cidade Turística. Supervisão e controle orçamentário, financeiro e de pessoal da SETUR; licitações, contratos e convênios; prestações de contas; arquivo. SE 1/2 Produção de matérias e disseminação de informações in/ out (SETUR Recife, Prefeitura, Trade Turístico, imprensa, local, nacional e internacional); FAMPRESS. Captação de eventos, patrocínios e investimentos; articulação com as iniciativas públicas e privadas; PRODETUR. Foco: turista e população sabendo o que fazer e ficando satisfeito; é a cidade operando bem. Atividades: qualificação profissional; sinalização; serviços; produtos e roteiros; postos de informação turística. OPERACIONAL SECRETÁRIO Samuel Oliveira ASS. EXECUTIVO Carlos Braga COMUNICAÇÃO Rachel Motta OPORTUNIDADES VENDAS João Paulo GESTÃO Júlia Duarte QUALIDADE Simone Jar ESPECIAIS Mayse Cavalcanti CONTROLE Ednaldo Figueiroa
  25. 25. Debater o Recife como cidade turística. Formado pelo Trade Turístico e pela cadeia produtiva do turismo. Está vinculado ao Núcleo Especiais. (NE) Formado por empresas ligadas ao ramo da informação turística e da Tecnologia da Informação (TI) . Está vinculado ao Núcleo de Vendas. (NV) Formado pela academia (universidades), por consultorias técnicas e institutos de pesquisa. Está vinculado ao Núcleo de Gestão. (NG) Formado pela agência de publicidade licitada pela SETUR Recife. Está vinculado ao Núcleo de Gestão. (NG) Monitoramento. Formado pela TGI (Tecnologia em Gestão). Orienta o planejamento e o acompanhamento das ações e projetos da SETUR Recife. (NG) SUPORTES EXTERNOS SUPORTES EXTERNOS P LANEJAMENTO PUBLICIDADE PESQUISA TECNOLOGIA CIDADE TURÍSTICA SE 2/2 SECRETÁRIO Samuel Oliveira ASS. EXECUTIVO Carlos Braga COMUNICAÇÃO Rachel Motta OPORTUNIDADES VENDAS João Paulo GESTÃO Júlia Duarte QUALIDADE Simone Jar ESPECIAIS Mayse Cavalcanti CONTROLE Ednaldo Figueiroa
  26. 26. RM MARCO ZERO É a cara da cidade e corporifica a força do começo. O Recife Mais é um marco na consolidação turística do Recife. SOMBRINHA DE FREVO Cores e formato do ícone que remete à alegria maior da cidade. CIRANDA Simboliza a humanização. É a integração de forças, dos trabalhos nas diversas áreas que convergem para o fortalecimento da cidade como destino. LEME Representa o planejamento, a direção. O Recife Mais dará condução à gestão do turismo na cidade. RECIFE MAIS Mostra que o plano é uma evolução do projeto turístico do Recife. O PLANO MULTICULTURAL A spectos como alegria, folclore, história, cultura e patrimônio estão representando na marca a harmonia e espírito do destino.
  27. 27. PLANO DE ACELERAÇÃO DA COMPETITIVIDADE TURÍSTICA 2009-2012/13 RM O PLANO
  28. 28. PLANEJAMENTO DA GESTÃO 2009-2012/13 MISSÃO Fazer do turismo uma atividade efetivamente propulsora do desenvolvimento econômico e de inclusão social. VISÃO 2012 Consolidar o Recife como cidade turística para a população e destino de referência para os mercados emissores. DESAFIO 2009 Implantar o Recife Mais (Programa de Aceleração da Competitividade Turística do Recife). RM 1/10
  29. 29. COMUNICAÇÃO Turismo do Recife na Mídia RM 2/10
  30. 30. GESTÃO Subsidiar e nivelar informações e conceitos RM 3/10
  31. 31. VENDAS Fluxo - Atiçar fornecedor, comprador e cliente final RM 4/10
  32. 32. OPORTUNIDADES Recife na Pauta dos investimentos RM 5/10
  33. 33. QUALIDADE Turista e população sabendo o que fazer e saindo satisfeito RM 6/10
  34. 34. ESPECIAIS Integração e parceria para o desenvolvimento do turismo RM 7/10
  35. 35. CONTROLE Eficiência Administrativa RM 8/10
  36. 36. INVESTIMENTO RM 9/10
  37. 37. INVESTIMENTO (2009) 2010 -> 2012 (2013) : 480 mi RM 10/10 <ul><li>A serem investidos em: </li></ul><ul><li>Infra Estrutura; </li></ul><ul><li>Serviços; </li></ul><ul><li>Qualificação; </li></ul><ul><li>Produto; </li></ul><ul><li>Tecnologia; </li></ul><ul><li>Gestão; </li></ul><ul><li>Promoção; </li></ul><ul><li>Pesquisa; </li></ul><ul><li>Publicidade. </li></ul>
  38. 38. JOÃO DA COSTA Prefeito do Recife Milton Coelho Vice-Prefeito PCR
  39. 39. Samuel Oliveira Secretário de Turismo   Ruth Vieira Secretária de Gestão Estratégica e Comunicação Social   Amir Schvartz Secretário de Controle e Desenvolvimento Urbano e Obras   Roberto Arrais Secretário de Coordenação Política de Governo   Ricardo Soriano Secretário de Assuntos Jurídicos   Fernando Nunes Secretário de Administração e Gestão de Pessoas Marcelo Barros Secretário de Finanças José Humberto Secretário de Serviços Públicos   Karla Menezes Secretária de Assistência Social   Gustavo Couto Secretário de Saúde   Cláudio Duarte Secretário de Educação, Esporte e Lazer   Renato Lins Secretário de Cultura   Heraldo Selva Secretário de Habitação   José Bertotti Secretário de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico   Amparo Araújo Secretária de Direitos Humanos e Segurança Cidadã   José Marcos de Lima Secretário de Saneamento PCR 1/2
  40. 40.   Samuel Oliveira – Secretário [email_address] Carlos Braga – Ass.Executivo [email_address] Simone Jar – Qualidade [email_address] João Paulo – Vendas [email_address] Julia Duarte – Gestão [email_address] Mayse Cavalcanti – Especiais [email_address] Ednaldo Figueiroa - Controle [email_address] Rachel Motta – Comunicação [email_address] SECRETARIA DE TURISMO - CONTATO Gabinete 3232-8125 Disque Turismo 3232-8409 [email_address] PCR 2/2
  41. 44. OBRIGADO.

×