ESTRUTURA E CLIMA ORGANIZACIONAL.pdf

ESTRUTURA E
CLIMA
ORGANIZACIONAL
SUMÁRIO
1.ESTRUTURA ORGANIZACIONAL
2.ORGANOGRAMA
3.FLUXOGRAMA
4.CLIMA ORGANIZACIONAL
1. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL
Para que uma organização alcance bons resultados é essencial que ela possua planos e
objetivos para isso, e claro, uma boa organização. Sendo assim, definir sua estrutura
organizacional é um dos pontos cruciais para fazer seu negócio prosperar.
Ela foi criada para que todos os seus processos fiquem claros, e seus funcionários
saibam e entendam quais suas atribuições dentro do negócio, e toda a hierarquia presente na
empresa.
A estrutura organizacional pode ser feita de duas maneiras: formal e informal.
INFORMAL: é uma organização que não é oficialmente reconhecida pela
empresa, uma vez que se define pelo surgimento espontâneo das
relações interpessoais, padrões e comportamentos e suas normas. Ela é
mais uma forma de completo da organização formal, já que permite a
formação de grupos, gera engajamento e auxilia – ou não – no clima.
FORMAL: é feita de acordo com o organograma da empresa. É
como a empresa foi estruturada desde sua criação e planejamento,
levando em consideração as hierarquias, políticas de normas e
condutas.
FORMAL:
Hierarquia
Especialização do trabalho
Regras e Regulamentos
Comunicação formal
Objetivos Claros
Documentações
Tomadas de Decisões Formais
INFORMAL:
Não é oficialmente reconhecida
Relacionamentos pessoais
Padrões de comportamentos
Comunicação Informal
Formação Natural
Foco no bem-estar emocional
Complemento da estrutura formal
CARACTERÍSTICAS DAS ESTRUTURAS:
2. ORGANOGRAMA
O Organograma de uma empresa é uma representação gráfica de sua estrutura organizacional,
esclarecendo aos seus colaboradores a forma que a hierarquia é composta dentro da organização.
Mostra quais são os departamentos que compõem a empresa, os colaboradores e seus respectivos
papéis e como tudo segue um fluxo para que as coisas aconteçam.
Apesar de termos diversas variedades de organogramas, todos têm a mesma finalidade, e cada
organização pode adotar seu modelo, sempre levando em consideração que seja fácil visualizar as
informações e seja de entendimento de todos.
O ideal é de que as posições sejam feitas pelos
“Cargos” e posições que estas pessoas
ocupam dentro da empresa, e não por nomes,
visto que pessoas podem mudar de funções,
de áreas e até mesmo se desligarem da
empresa.
3. FLUXOGRAMA
Fluxograma de processo é uma ferramenta que utilizamos para, por meio de desenhos, ilustrar e representar os
PROCESSOS de uma empresa. Ele consiste na representação gráfica de um ou mais processos.
A ideia é que seja de fácil visualização, e que a pessoa consiga entender de maneira simples a sequência que as
atividades ocorrem dentro da Organização.
VANTAGENS DE SE TER UM FLUXOGRAMA
Permite que as atividades continuem sendo feitas independente de mudanças no quadro de funcionários, que é o que
acontece em muitas empresas quando os colaboradores se desligam e levam junto consigo os processos que eram
executados.
Além disso, documentar seus processos minimiza possíveis erros, uma vez que os processos tornam-se padronizados.
O recurso ainda ajuda a identificar erros e pontos de melhorias, que podem ser corrigidos e aperfeiçoados.
Apesar de lembrar um ORGANOGRAMA,
eles não devem ser confundidos, pois um
desenha HIERARQUIAS e o outro os
PROCESSOS dentro da Organização.
O fluxograma pode até mesmo auxiliar no
processo de ‘DESCRIÇÃO DE CARGOS’, pois
conseguimos visualizar com mais clareza as
atividades que serão desempenhadas por aquele
colaborador naquela função, e de quais
processos ele fará parte.
PRINCIPAIS TIPOS DE FLUXOGRAMA:
PROCESSO SIMPLES
Como o próprio nome já diz, demonstra
uma visão mais simplificada do processo.
Porém já possível inserir pontos de
‘tomadas de decisões’.
Também é chamado de fluxograma
linear.
PROCESSO FUNCIONAL
Neste modelo, os processos são divididos
entre as diferentes áreas da empresa.
Ele é importante para tarefas que
envolvam diferentes setores, mostrando
qual o papel de cada um.
4. CLIMA ORGANIZACIONAL
O conceito de Clima Organizacional é basicamente a maneira como seus
colaboradores, o seu público interno, têm em sua percepção coletiva do ambiente de
trabalho e de seu empregador.
Alguns dos fatores que influenciam no clima são: o relacionamento entre os
colegas, entre os departamentos, com a liderança e gestão, as cobranças e pressões,
a motivação e engajamento tanto individuais como coletivas, remuneração e
reconhecimentos.
Todos estes fatores percebidos têm o poder de influenciar tanto
positivamente como negativamente os colaboradores, e cabe ao RH estar atento, seja
usando ferramentas, ouvindo seus colaboradores ou analisando seus indicadores
como o de ‘turnover’.
Já um clima ruim tem poder de acabar com profissionais incríveis e times que teriam de
tudo para serem de alta performance, pois deixam o ambiente pesado, onde seus
colaboradores se sentem tristes, cansados, têm dificuldade de relacionamento entre si e entre
equipes, não produzem bem, podem atrasar serviços e acumulá-los, além de afetar nos seus
indicadores de absenteísmo (faltas, atrasos, saídas antecipadas, saúde) e turnover
(rotatividade).
Essa percepção coletiva tem o poder de influenciar o comportamento e o
ambiente da sua equipe, pois um bom ambiente de trabalho deixa seus
colaboradores proativos, produtivos, atuam em equipe e engajados com
o propósito da organização, pois trabalham de maneira alegre e
harmoniosa, em sintonia, deixando o ambiente leve.
DIFERENÇA ENTRE
CULTURA ORGANIZACIONAL x CLIMA ORGANIZACIONAL
Embora ambos tenham o mesmo nível de importância dentro da Organização, e pareçam sinônimos,
eles são bem diferentes e possuem conceitos distintos. Vejamos:
A cultura organizacional é estável e determinada pela missão, visão e valores da empresa,
passando de geração em geração (desde sua fundação até os tempos atuais), sendo multiplicada a
cada nova geração de empregados, onde os mais velhos passam para os mais novos.
E o clima organizacional, como seu próprio nome diz, pode ser monitorado através de
ferramentas, e modificado com estratégias.
ALGUMAS DAS FERRAMENTAS QUE PODEM SER UTILIZADAS:
Pesquisa de Clima
Análise de Dados – Indicadores
ESTRUTURA E CLIMA ORGANIZACIONAL.pdf
1 de 11

Recomendados

AULA 05 - ADMINISTRAÇÃO POR OBJETIVO - APO TURMA DE SEXTA.ppt por
AULA 05 -  ADMINISTRAÇÃO POR OBJETIVO - APO TURMA DE SEXTA.pptAULA 05 -  ADMINISTRAÇÃO POR OBJETIVO - APO TURMA DE SEXTA.ppt
AULA 05 - ADMINISTRAÇÃO POR OBJETIVO - APO TURMA DE SEXTA.pptRosineiaSantos8
40 vistas72 diapositivas
Artigo estrutura organizacional por
Artigo estrutura organizacionalArtigo estrutura organizacional
Artigo estrutura organizacionalElaine Kuspiosz Braz
3.1K vistas5 diapositivas
Apostila rotinas administrativa 2013 por
Apostila rotinas administrativa 2013Apostila rotinas administrativa 2013
Apostila rotinas administrativa 2013Anderson Vasconcelos
129.8K vistas42 diapositivas
Conhecendo e os processos de uma organização por
Conhecendo e os processos de uma organizaçãoConhecendo e os processos de uma organização
Conhecendo e os processos de uma organizaçãoLuiz Siles
1.7K vistas49 diapositivas
Gestão Organizacional por
Gestão Organizacional Gestão Organizacional
Gestão Organizacional Roosevelt F. Abrantes
36 vistas47 diapositivas
Livro modelo-de-gestao-martius por
Livro modelo-de-gestao-martiusLivro modelo-de-gestao-martius
Livro modelo-de-gestao-martiusAna Paula Uchôa Mesquita
216 vistas41 diapositivas

Más contenido relacionado

Similar a ESTRUTURA E CLIMA ORGANIZACIONAL.pdf

Gonçalves processo que processo por
Gonçalves processo que processoGonçalves processo que processo
Gonçalves processo que processoMarcia Bevilaqua
571 vistas12 diapositivas
Organização do trabalho - por
Organização do trabalho - Organização do trabalho -
Organização do trabalho - GilmarSena4
3 vistas13 diapositivas
Estruturas organizacionais por
Estruturas organizacionaisEstruturas organizacionais
Estruturas organizacionaisLuis Cunha
64.9K vistas51 diapositivas
Conceitos Centrais de Gestão Organizacional por
Conceitos Centrais de Gestão OrganizacionalConceitos Centrais de Gestão Organizacional
Conceitos Centrais de Gestão OrganizacionalGustavo Pereira
1.8K vistas17 diapositivas
Fs006 por
Fs006Fs006
Fs006Dinarte Duarte
1.4K vistas47 diapositivas
Organização_formal_e_informal por
Organização_formal_e_informalOrganização_formal_e_informal
Organização_formal_e_informalJordanio Silva Santos
402 vistas11 diapositivas

Similar a ESTRUTURA E CLIMA ORGANIZACIONAL.pdf(20)

Organização do trabalho - por GilmarSena4
Organização do trabalho - Organização do trabalho -
Organização do trabalho -
GilmarSena43 vistas
Estruturas organizacionais por Luis Cunha
Estruturas organizacionaisEstruturas organizacionais
Estruturas organizacionais
Luis Cunha64.9K vistas
Conceitos Centrais de Gestão Organizacional por Gustavo Pereira
Conceitos Centrais de Gestão OrganizacionalConceitos Centrais de Gestão Organizacional
Conceitos Centrais de Gestão Organizacional
Gustavo Pereira1.8K vistas
Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e... por A. Rui Teixeira Santos
 Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e... Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
Relatório Final de Estágio Supervisionado - Recursos Humanos por AlessandraLoureiro
Relatório Final de Estágio Supervisionado - Recursos HumanosRelatório Final de Estágio Supervisionado - Recursos Humanos
Relatório Final de Estágio Supervisionado - Recursos Humanos
AlessandraLoureiro268.2K vistas
Aula 06 estruturas organizacionais por Katia Gomide
Aula 06   estruturas organizacionaisAula 06   estruturas organizacionais
Aula 06 estruturas organizacionais
Katia Gomide1.2K vistas
Apostila+de+mapeamento+de+processos por Franklin Pinto
Apostila+de+mapeamento+de+processosApostila+de+mapeamento+de+processos
Apostila+de+mapeamento+de+processos
Franklin Pinto1K vistas
Os segredos para dominar OKRs por DiegoMannes1
Os segredos para  dominar OKRsOs segredos para  dominar OKRs
Os segredos para dominar OKRs
DiegoMannes162 vistas
Comunicação interna ajuda no alcance dos resultados organizacionais? Qual o p... por Bruna Prando
Comunicação interna ajuda no alcance dos resultados organizacionais? Qual o p...Comunicação interna ajuda no alcance dos resultados organizacionais? Qual o p...
Comunicação interna ajuda no alcance dos resultados organizacionais? Qual o p...
Bruna Prando516 vistas
Comunicação interna ajuda no alcance dos resultados organizacionais? Qual o p... por Bruna Prando
Comunicação interna ajuda no alcance dos resultados organizacionais? Qual o p...Comunicação interna ajuda no alcance dos resultados organizacionais? Qual o p...
Comunicação interna ajuda no alcance dos resultados organizacionais? Qual o p...
Bruna Prando125 vistas

Más de MarianaTakitane1

Gestão Financeira.pdf por
Gestão Financeira.pdfGestão Financeira.pdf
Gestão Financeira.pdfMarianaTakitane1
3 vistas12 diapositivas
POLITICAS E COMUNICAÇÃO INTERNA.pdf por
POLITICAS E COMUNICAÇÃO INTERNA.pdfPOLITICAS E COMUNICAÇÃO INTERNA.pdf
POLITICAS E COMUNICAÇÃO INTERNA.pdfMarianaTakitane1
6 vistas11 diapositivas
BENEFÍCIOS.pdf por
BENEFÍCIOS.pdfBENEFÍCIOS.pdf
BENEFÍCIOS.pdfMarianaTakitane1
8 vistas10 diapositivas
LIDERANÇA.pdf por
LIDERANÇA.pdfLIDERANÇA.pdf
LIDERANÇA.pdfMarianaTakitane1
17 vistas13 diapositivas
É assim que se faz o básico bem feito.pdf por
É assim que se faz o básico bem feito.pdfÉ assim que se faz o básico bem feito.pdf
É assim que se faz o básico bem feito.pdfMarianaTakitane1
15 vistas9 diapositivas
RECRUTAMENTO E SELEÇÃO.pdf por
RECRUTAMENTO E SELEÇÃO.pdfRECRUTAMENTO E SELEÇÃO.pdf
RECRUTAMENTO E SELEÇÃO.pdfMarianaTakitane1
11 vistas11 diapositivas

ESTRUTURA E CLIMA ORGANIZACIONAL.pdf

  • 3. 1. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Para que uma organização alcance bons resultados é essencial que ela possua planos e objetivos para isso, e claro, uma boa organização. Sendo assim, definir sua estrutura organizacional é um dos pontos cruciais para fazer seu negócio prosperar. Ela foi criada para que todos os seus processos fiquem claros, e seus funcionários saibam e entendam quais suas atribuições dentro do negócio, e toda a hierarquia presente na empresa. A estrutura organizacional pode ser feita de duas maneiras: formal e informal.
  • 4. INFORMAL: é uma organização que não é oficialmente reconhecida pela empresa, uma vez que se define pelo surgimento espontâneo das relações interpessoais, padrões e comportamentos e suas normas. Ela é mais uma forma de completo da organização formal, já que permite a formação de grupos, gera engajamento e auxilia – ou não – no clima. FORMAL: é feita de acordo com o organograma da empresa. É como a empresa foi estruturada desde sua criação e planejamento, levando em consideração as hierarquias, políticas de normas e condutas. FORMAL: Hierarquia Especialização do trabalho Regras e Regulamentos Comunicação formal Objetivos Claros Documentações Tomadas de Decisões Formais INFORMAL: Não é oficialmente reconhecida Relacionamentos pessoais Padrões de comportamentos Comunicação Informal Formação Natural Foco no bem-estar emocional Complemento da estrutura formal CARACTERÍSTICAS DAS ESTRUTURAS:
  • 5. 2. ORGANOGRAMA O Organograma de uma empresa é uma representação gráfica de sua estrutura organizacional, esclarecendo aos seus colaboradores a forma que a hierarquia é composta dentro da organização. Mostra quais são os departamentos que compõem a empresa, os colaboradores e seus respectivos papéis e como tudo segue um fluxo para que as coisas aconteçam. Apesar de termos diversas variedades de organogramas, todos têm a mesma finalidade, e cada organização pode adotar seu modelo, sempre levando em consideração que seja fácil visualizar as informações e seja de entendimento de todos. O ideal é de que as posições sejam feitas pelos “Cargos” e posições que estas pessoas ocupam dentro da empresa, e não por nomes, visto que pessoas podem mudar de funções, de áreas e até mesmo se desligarem da empresa.
  • 6. 3. FLUXOGRAMA Fluxograma de processo é uma ferramenta que utilizamos para, por meio de desenhos, ilustrar e representar os PROCESSOS de uma empresa. Ele consiste na representação gráfica de um ou mais processos. A ideia é que seja de fácil visualização, e que a pessoa consiga entender de maneira simples a sequência que as atividades ocorrem dentro da Organização. VANTAGENS DE SE TER UM FLUXOGRAMA Permite que as atividades continuem sendo feitas independente de mudanças no quadro de funcionários, que é o que acontece em muitas empresas quando os colaboradores se desligam e levam junto consigo os processos que eram executados. Além disso, documentar seus processos minimiza possíveis erros, uma vez que os processos tornam-se padronizados. O recurso ainda ajuda a identificar erros e pontos de melhorias, que podem ser corrigidos e aperfeiçoados.
  • 7. Apesar de lembrar um ORGANOGRAMA, eles não devem ser confundidos, pois um desenha HIERARQUIAS e o outro os PROCESSOS dentro da Organização. O fluxograma pode até mesmo auxiliar no processo de ‘DESCRIÇÃO DE CARGOS’, pois conseguimos visualizar com mais clareza as atividades que serão desempenhadas por aquele colaborador naquela função, e de quais processos ele fará parte. PRINCIPAIS TIPOS DE FLUXOGRAMA: PROCESSO SIMPLES Como o próprio nome já diz, demonstra uma visão mais simplificada do processo. Porém já possível inserir pontos de ‘tomadas de decisões’. Também é chamado de fluxograma linear. PROCESSO FUNCIONAL Neste modelo, os processos são divididos entre as diferentes áreas da empresa. Ele é importante para tarefas que envolvam diferentes setores, mostrando qual o papel de cada um.
  • 8. 4. CLIMA ORGANIZACIONAL O conceito de Clima Organizacional é basicamente a maneira como seus colaboradores, o seu público interno, têm em sua percepção coletiva do ambiente de trabalho e de seu empregador. Alguns dos fatores que influenciam no clima são: o relacionamento entre os colegas, entre os departamentos, com a liderança e gestão, as cobranças e pressões, a motivação e engajamento tanto individuais como coletivas, remuneração e reconhecimentos. Todos estes fatores percebidos têm o poder de influenciar tanto positivamente como negativamente os colaboradores, e cabe ao RH estar atento, seja usando ferramentas, ouvindo seus colaboradores ou analisando seus indicadores como o de ‘turnover’.
  • 9. Já um clima ruim tem poder de acabar com profissionais incríveis e times que teriam de tudo para serem de alta performance, pois deixam o ambiente pesado, onde seus colaboradores se sentem tristes, cansados, têm dificuldade de relacionamento entre si e entre equipes, não produzem bem, podem atrasar serviços e acumulá-los, além de afetar nos seus indicadores de absenteísmo (faltas, atrasos, saídas antecipadas, saúde) e turnover (rotatividade). Essa percepção coletiva tem o poder de influenciar o comportamento e o ambiente da sua equipe, pois um bom ambiente de trabalho deixa seus colaboradores proativos, produtivos, atuam em equipe e engajados com o propósito da organização, pois trabalham de maneira alegre e harmoniosa, em sintonia, deixando o ambiente leve.
  • 10. DIFERENÇA ENTRE CULTURA ORGANIZACIONAL x CLIMA ORGANIZACIONAL Embora ambos tenham o mesmo nível de importância dentro da Organização, e pareçam sinônimos, eles são bem diferentes e possuem conceitos distintos. Vejamos: A cultura organizacional é estável e determinada pela missão, visão e valores da empresa, passando de geração em geração (desde sua fundação até os tempos atuais), sendo multiplicada a cada nova geração de empregados, onde os mais velhos passam para os mais novos. E o clima organizacional, como seu próprio nome diz, pode ser monitorado através de ferramentas, e modificado com estratégias. ALGUMAS DAS FERRAMENTAS QUE PODEM SER UTILIZADAS: Pesquisa de Clima Análise de Dados – Indicadores