Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

ElizabeteMarchanteCFEcontrolo_natural

27 visualizaciones

Publicado el

Apresentação de Elizabete Marchante no Seminário “Gestão de Espécies Invasoras” - “Controlo natural de plantas invasoras: uma estratégia de médio-longo prazo”
O Seminário foi organizado no âmbito do Mestrado em Recursos Florestais da Escola Superior Agrária de Coimbra, e decorreu no dia 21 de Dezembro de 2018 na ESAC.
Dúvidas/ questões podem ser enviadas para: hmarchante@esac.pt

Publicado en: Medio ambiente
  • Sé el primero en comentar

  • Sé el primero en recomendar esto

ElizabeteMarchanteCFEcontrolo_natural

  1. 1. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Controlo natural de plantas invasoras: uma estratégia de médio-longo prazo Elizabete Marchante
  2. 2. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Photo: Vitor Carvalho Plantas invasoras em Portugal mimosa (Acacia dealbata)
  3. 3. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Plantas invasoras em Portugal Acácia-de-espigas (Acacia longifolia)
  4. 4. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Plantas invasoras em Portugal Háquea-picante (Hakea sericea)
  5. 5. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Plantas invasoras em Portugal Erva-das-Pampas (Cortaderia selloana)
  6. 6. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Plantas invasoras em Portugal Photo: Jael Palhas Jacinto-de-água (Eichhornia crassipes)
  7. 7. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Controlo frequentemente ineficaz e dispendioso…
  8. 8. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Photo: https://www.iagua.es/ Controlo frequentemente ineficaz e dispendioso… Guadiana (Espanha) 2005 – 2015/16 360.000 ton removidas €26.000.000!
  9. 9. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Métodos de controlo mais sustentáveis ecológica e economicamente a médio-longo prazo?
  10. 10. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Introdução de um agente de controlo (inimigo natural) de origem exótica para controlar uma espécie problemática, geralmente tam- bém exótica, visando o controlo permanente da espécie-alvo Desvantagens: • Introdução de uma espécie exótica • Potenciais riscos para as espécies nativas/ não-alvo • Risco do agente ser vector de parasitas/ parasitóides/ … • Investimento elevado em investigação Controlo natural (biológico) clássico
  11. 11. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Introdução de um agente de controlo (inimigo natural) de origem exótica para controlar uma espécie problemática, geralmente tam- bém exótica, visando o controlo permanente da espécie-alvo Desvantagens: • Introdução de uma espécie exótica • Potenciais riscos para as espécies nativas/ não-alvo • Risco do agente ser vector de parasitas/ parasitóides/ … • Investimento elevado em investigação Controlo natural
  12. 12. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Controlo natural Vantagens: • Princípios e protocolos cientificamente credíveis • “Amigo do ambiente”, não poluidor • Pode afectar apenas a espécie-alvo (invasora) • Baixos custos a longo prazo - sustentável • “Ferramenta-chave” para a gestão das espécies invasoras globalmente (CBD, EPPO, IUCN, etc.) • Bom historial de segurança: 99% dos agente de controlo natural contra plantas invasoras não tem efeitos adversos significativos em plantas não-alvo (Suckling & Sforza 2014. PLOS ONE)
  13. 13. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Controlo natural – Mundo vs. Europa • Mundo: • > 7000 introduções de ca. 3000 agentes de controlo natural contra pragas e plantas • Controlo natural de plantas invasoras e infestantes: + 100 anos, > 1500 introduções de > 450 espécies de agentes de controlo natural contra 175 plantas • Europa: • 4 libertações na UE vs. 425 agentes provenientes da UE • MAS Controlo natural de pragas na Europa: > 300 libertações de 176 agentes contra pragas de culturas fora da estufa
  14. 14. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Controlo natural - Europa Apenas 4 agentes contra PLANTAS invasoras: • Primeiro em 2010, no Reino Unido: Aphalara itadori (psilídeo) contra Fallopia japonica (Shaw et al. 2009. Biol Control)
  15. 15. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Controlo natural - Europa Apenas 4 agentes contra PLANTAS invasoras: • Segundo em 2014, no Reino Unido: Puccinia komarovii var glanduliferae contra Impatiens glandulifera (Tanner et al. 2015 Plant Pathol.)
  16. 16. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Controlo natural - Europa Apenas 4 agentes contra PLANTAS invasoras: • Terceiro em 2015, em Portugal: Trichilogaster acaciaelongifoliae contra Acacia longifolia (H. Marchante et al. 2017. EPPO Bulletin.) 1mm [imagem à lupa]
  17. 17. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Controlo natural - Europa Apenas 4 agentes contra PLANTAS invasoras: • Quarto em 2018, no Reino Unido: Aculus crassulae (Acari: Eriophyidae) contra Crassula helmsii (Varia et al., 2018 XV ISBCW)
  18. 18. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Trichilogaster acaciaelongifoliae contra Acacia longifolia
  19. 19. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Acacia longifolia em Portugal • Acácia-de-espigas (Acacia longifolia) – espécie Australiana, introduzida no início século XX para fixar dunas • At present: invades
  20. 20. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Acacia longifolia em Portugal • Acácia-de-espigas (Acacia longifolia) – espécie Australiana, introduzida no início século XX para fixar dunas • Presente: invade áreas extensas de dunas costeiras e outros habitats em Portugal (e Espanha, França, África-do-Sul, Austrália…)
  21. 21. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Acacia longifolia em Portugal • Acácia-de-espigas (Acacia longifolia) – espécie Australiana, introduzida no início século XX para fixar dunas • Presente: invade áreas extensas de dunas costeiras e outros habitats em Portugal (e Espanha, França, África-do-Sul, Austrália…) • Produz muitas sementes – banco de sementes numeroso e viável muitos anos  grande potencial de re-invasão (rebenta pouco) H. Marchante et al. 2010. Am.J.Botany.
  22. 22. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Acacia longifolia em Portugal • Acácia-de-espigas (Acacia longifolia) – espécie Australiana, introduzida no início século XX para fixar dunas • Presente: invade áreas extensas de dunas costeiras e outros habitats em Portugal (e Espanha, França, África-do-Sul, Austrália…) • Produz muitas sementes – banco de sementes numeroso e viável muitos anos  grande potencial de re-invasão (rebenta pouco) H. Marchante et al. 2010. Am.J.Botany.
  23. 23. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Acacia longifolia em Portugal • Acácia-de-espigas (Acacia longifolia) – espécie Australiana, introduzida no início século XX para fixar dunas • Presente: invade áreas extensas de dunas costeiras e outros habitats em Portugal (e Espanha, França, África-do-Sul, Austrália…) • Produz muitas sementes – banco de sementes numeroso e viável muitos anos  grande potencial de re-invasão (rebenta pouco) H. Marchante et al. 2010. Am.J.Botany.
  24. 24. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Acacia longifolia em Portugal • Acácia-de-espigas (Acacia longifolia) – espécie Australiana, introduzida no início século XX para fixar dunas • Presente: invade áreas extensas de dunas costeiras e outros habitats em Portugal (e Espanha, França, África-do-Sul, Austrália…) • Produz muitas sementes – banco de sementes numeroso e viável muitos anos  grande potencial de re-invasão (rebenta pouco) H. Marchante et al. 2010. Am.J.Botany.
  25. 25. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Acacia longifolia em Portugal • Acácia-de-espigas (Acacia longifolia) – espécie Australiana, introduzida no início século XX para fixar dunas • Presente: invade áreas extensas de dunas costeiras e outros habitats em Portugal (e Espanha, França, África-do-Sul, Austrália…) • Produz muitas sementes – banco de sementes numeroso e viável muitos anos  grande potencial de re-invasão (rebenta pouco) H. Marchante et al. 2010. Am.J.Botany.
  26. 26. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Trichilogaster acaciaelongifoliae contra Acacia longifolia • Galhador australiano (Hymenoptera: Pteromalidae), 3mm H. Marchante et al. 2017. EPPO Bulletin. 1mm
  27. 27. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Trichilogaster acaciaelongifoliae contra Acacia longifolia • Galhador australiano (Hymenoptera: Pteromalidae), 3mm • Introduzido há mais de 30 anos na África-do-Sul • Mono-específico - afecta A. longifolia (galhas esporádicas e sub- desenvolvidas em A. melanoxylon e Paraserianthes lophantha) • Ciclo de vida anual: • 362 dias dentro das galhas • Emergência de ♀, procuram gemais florais (vegetativas) • Oviposição e morte após 2-3 dias H. Marchante et al. 2017. EPPO Bulletin.
  28. 28. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Trichilogaster acaciaelongifoliae contra Acacia longifolia • Galhador australiano (Hymenoptera: Pteromalidae), 3mm • Introduzido há mais de 30 anos na África-do-Sul • Mono-específico - afecta A. longifolia (galhas esporádicas e sub- desenvolvidas em A. melanoxylon e Paraserianthes lophantha) • Ciclo de vida anual: • 362 dias dentro de galhas; • Emergência de ♀, procuram gemais florais (vegetativas); • oviposição e morte após 2-3 dias • galhas desenvolvem-se em vez de flores (e ramos) – IMPEDE formação de SEMENTES (e crescimento vegetativo)
  29. 29. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Trichilogaster acaciaelongifoliae contra Acacia longifolia Depois de > 12 anos de testes de especificidade, análises de risco e autorizações… Libertações: • 2015 - 2017 a partir de galhas importadas da África-do-Sul • 2018 – a partir de galhas oriundas de populações estabelecidas em Portugal Estabelecimento em 5 locais: • São Jacinto, Quiaios, Coimbra (2), São Pedro Moel (Tocha ardeu )
  30. 30. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Trichilogaster acaciaelongifoliae contra Acacia longifolia Estabelecimento 3 anos após libertação inicial: 0 5 10 15 20 25 2016 2017 2018 Nºgalhas(milhares) Galhas de Trichilogaster Galhas 3ª geração 1ª libertação de “trichi” formados em Portugal (sincronizados com fenologia de A. longifolia e estações)
  31. 31. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Trichilogaster acaciaelongifoliae contra Acacia longifolia Local com maior número de galhas: São Pedro de Moel (pontos verdes) Controlo natural: Estratégia de médio-longo prazo, mas muito mais sustentável económica e ecologicamente do que outros tipos de controlo! Precisa ser considerada quando se fala de gestão de plantas invasoras!
  32. 32. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Outras invasoras “alvo” para controlo natural em Portugal - Agentes já utilizados (ou seleccionados) noutros locais -
  33. 33. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Outras invasoras “alvo” para controlo natural Mimosa (Acacia dealbata), austrália (Acacia melanoxylon): Melanterius maculatus e Melanterius acaciae
  34. 34. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Outras invasoras “alvo” para controlo natural Jacinto-de-água (Eichhornia crassipes): Neochetina bruchi, N. eichhorniae, etc. https://bugguide.net/
  35. 35. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Outras invasoras “alvo” para controlo natural Háquea-picante (Hakea sericea): Erytenna consputa, Carposina autologa, Cydmaea binotata, Aphanasium austral, Dicomada rufa, Colletotrichum acutatum http://thekrugs.free.fr/HakeaHandbook/
  36. 36. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Outras invasoras “alvo” para controlo natural Elódea-africana (Lagarosiphon major): Hydrellia sp., Bagous sp., etc.
  37. 37. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Controlo natural de plantas invasoras em Portugal (e Europa) Apesar dos desafios, há oportunidades - o cenário para o controlo natural de plantas invasoras na Europa parece optimista É preciso aumentar a sensibilização e informar sobre esta tecnologia e melhorar a comunicação sobre os seus riscos e benefícios! Estratégia de médio-longo prazo em que vale a pena apostar!
  38. 38. Coimbra| 21 Dezembro 2018 | Controlo natural de plantas invasoras www.invasoras.pt Obrigada! Boas Festas  Questões? emarchante@uc.pt

×