Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Plantas Invasoras Lenhosas: Ecologia e Métodos de Controlo

87 visualizaciones

Publicado el

Palestra em Palácios, Bragança no dia 3 de Dezembro de 2018

Publicado en: Medio ambiente
  • DOWNLOAD FULL. BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. PDF EBOOK here { https://tinyurl.com/y8nn3gmc } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. EPUB Ebook here { https://tinyurl.com/y8nn3gmc } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. doc Ebook here { https://tinyurl.com/y8nn3gmc } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. PDF EBOOK here { https://tinyurl.com/y8nn3gmc } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. EPUB Ebook here { https://tinyurl.com/y8nn3gmc } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. doc Ebook here { https://tinyurl.com/y8nn3gmc } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks ......................................................................................................................... Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult,
       Responder 
    ¿Estás seguro?    No
    Tu mensaje aparecerá aquí
  • Sé el primero en recomendar esto

Plantas Invasoras Lenhosas: Ecologia e Métodos de Controlo

  1. 1. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Plantas Invasoras Lenhosas: Ecologia e Métodos de Controlo Elizabete Marchante Embaixadora
  2. 2. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Resumo Introdução: Invasões biológicas - plantas invasoras – Principais características – Que impactes causam – Situação e legislação em Portugal Principais plantas invasoras na região de Bragança (e outras) – Identificação e controlo Gestão de plantas invasoras (resumido) O que podemos fazer? Tarde (14h-16h): Apresentação da área de intervenção do Projeto HabMonte. Demonstração prática sobre técnicas de controlo.
  3. 3. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt O que são? • Plantas NATIVAS (≈ espontâneas, indígenas, autóctones) • Plantas EXÓTICAS (≈ introduzidas, alóctones) Richardson et al., 2000, Div & Dist. 6: 93-107 Pyšek et al., 2004, Taxon, 53(1): 131-143
  4. 4. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Richardson et al., 2000, Div & Dist. 6: 93-107 Pyšek et al., 2004, Taxon, 53(1): 131-143 O que são? Planta INVASORA Planta INFESTANTE 4 NEM TODAS AS EXÓTICAS SÃO INVASORAS
  5. 5. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Crescimento muito rápido Principais características Menos de 1 ano!Menos de 8 meses, com muitos cortes!
  6. 6. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Produção de numerosas sementes, algumas com grande longevidade no solo, e/ou estratégias de dispersão eficazes Principais características
  7. 7. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Produção de numerosas sementes, algumas com grande longevidade no solo, e/ou estratégias de dispersão eficazes Principais características
  8. 8. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Boas competidoras por recursos (água, luz, nutrientes, espaço, etc.) Principais características
  9. 9. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Boas competidoras por recursos (água, luz, nutrientes, espaço, etc.) Principais características
  10. 10. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Ausência de inimigos naturais Principais características
  11. 11. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Reprodução vegetativa muito eficiente Principais características
  12. 12. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Espécies adaptadas e favorecidas pelo fogo: germinação de sementes e/ou rebentamento de touças Principais características 1 ano após o incêndio de 15 Outubro 2017
  13. 13. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Espécies adaptadas e favorecidas pelo fogo: germinação de sementes e/ou rebentamento de touças Principais características 1 ano após o incêndio de 15 Outubro 2017
  14. 14. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt 1 ano após o incêndio de 15 Outubro 2017
  15. 15. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Grande distribuição na região de origem Algumas destas características contribuem para o comportamento invasor de algumas plantas exóticas Muitas destas características são as que procuramos nas espécies para utilizar como ornamentais ou para fins florestais... Invasão! Principais características
  16. 16. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt E quais os impactes que as plantas invasoras promovem? Porque são uma ameaça?
  17. 17. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Ecológicos – ameaça à biodiversidade e equilíbrio dos ecossistemas (competição com espécies nativas, alteração dos ciclos de nutrientes, água, etc.) – impactes nos serviços dos ecossistemas (alimentos, fornecimento de água e recursos diversos, regulação do clima, cheias, doenças, etc.) – alteração/uniformização dos ecossistemas/paisagens – alteração dos regimes de fogo – alteração das cadeias ecológicas/alimentares • Económicos (Europa: > 12 000 milhões €/ano, EC 2008): – produtividade - espécies que invadem áreas agrícolas, florestais ou piscícolas (aquáticas), pragas, epidemias, etc. – gestão e controlo de invasoras e recuperação de sistemas invadidos – turismo, etc. Impactes das plantas invasoras
  18. 18. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Ecológicos – ameaça à biodiversidade e equilíbrio dos ecossistemas (competição com espécies nativas, alteração dos ciclos de nutrientes, água, etc.) – impactes nos serviços dos ecossistemas (alimentos, fornecimento de água e recursos diversos, regulação do clima, cheias, doenças, etc.) – alteração/uniformização dos ecossistemas/paisagens – alteração dos regimes de fogo – alteração das cadeias ecológicas/alimentares • Económicos (Europa: > 12 000 milhões €/ano, EC 2008): – produtividade - espécies que invadem áreas agrícolas, florestais ou piscícolas (aquáticas), pragas, epidemias, etc. – gestão e controlo de invasoras e recuperação de sistemas invadidos – turismo, etc. Impactes das plantas invasoras
  19. 19. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Ecológicos – ameaça à biodiversidade e equilíbrio dos ecossistemas (competição com espécies nativas, alteração dos ciclos de nutrientes, água, etc.) – impactes nos serviços dos ecossistemas (alimentos, fornecimento de água e recursos diversos, regulação do clima, cheias, doenças, etc.) – alteração/uniformização dos ecossistemas/paisagens – alteração dos regimes de fogo – alteração das cadeias ecológicas/alimentares • Económicos (Europa: > 12 000 milhões €/ano, EC 2008): – produtividade - espécies que invadem áreas agrícolas, florestais ou piscícolas (aquáticas), pragas, epidemias, etc. – gestão e controlo de invasoras e recuperação de sistemas invadidos – turismo, etc. Impactes das plantas invasoras Célia Laranjeira
  20. 20. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Ecológicos – ameaça à biodiversidade e equilíbrio dos ecossistemas (competição com espécies nativas, alteração dos ciclos de nutrientes, água, etc.) – impactes nos serviços dos ecossistemas (alimentos, fornecimento de água e recursos diversos, regulação do clima, cheias, doenças, etc.) – alteração/uniformização dos ecossistemas/paisagens – alteração dos regimes de fogo – alteração das cadeias ecológicas/alimentares • Económicos (Europa: > 12 000 milhões €/ano, EC 2008): – produtividade - espécies que invadem áreas agrícolas, florestais ou piscícolas (aquáticas), pragas, epidemias, etc. – gestão e controlo de invasoras e recuperação de sistemas invadidos – turismo, etc. Impactes das plantas invasoras Herbário UA
  21. 21. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Ecológicos – ameaça à biodiversidade e equilíbrio dos ecossistemas (competição com espécies nativas, alteração dos ciclos de nutrientes, água, etc.) – impactes nos serviços dos ecossistemas (alimentos, fornecimento de água e recursos diversos, regulação do clima, cheias, doenças, etc.) – alteração/uniformização dos ecossistemas/paisagens – alteração dos regimes de fogo – alteração das cadeias ecológicas/alimentares • Económicos (Europa: > 12 000 milhões €/ano, EC 2008): – produtividade - espécies que invadem áreas agrícolas, florestais ou piscícolas (aquáticas), pragas, epidemias, etc. – gestão e controlo de invasoras e recuperação de sistemas invadidos – turismo, etc. Impactes das plantas invasoras Vitor Carvalho
  22. 22. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Ecológicos – ameaça à biodiversidade e equilíbrio dos ecossistemas (competição com espécies nativas, alteração dos ciclos de nutrientes, água, etc.) – impactes nos serviços dos ecossistemas (alimentos, fornecimento de água e recursos diversos, regulação do clima, cheias, doenças, etc.) – alteração/uniformização dos ecossistemas/paisagens – alteração dos regimes de fogo – alteração das cadeias ecológicas/alimentares • Económicos (Europa: > 12 000 milhões €/ano, EC 2008): – produtividade - espécies que invadem áreas agrícolas, florestais ou piscícolas (aquáticas), pragas, epidemias, etc. – gestão e controlo de invasoras e recuperação de sistemas invadidos – turismo, etc. Impactes das plantas invasoras Francisco Caetano
  23. 23. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Ecológicos – ameaça à biodiversidade e equilíbrio dos ecossistemas (competição com espécies nativas, alteração dos ciclos de nutrientes, água, etc.) – impactes nos serviços dos ecossistemas (alimentos, fornecimento de água e recursos diversos, regulação do clima, cheias, doenças, etc.) – alteração/uniformização dos ecossistemas/paisagens – alteração dos regimes de fogo – alteração das cadeias ecológicas/alimentares • Económicos (Europa: > 12 000 milhões €/ano, EC 2008): – produtividade - espécies que invadem áreas agrícolas, florestais ou piscícolas (aquáticas), pragas, epidemias, etc. – gestão e controlo de invasoras e recuperação de sistemas invadidos – turismo, etc. Impactes das plantas invasoras
  24. 24. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Ecológicos – ameaça à biodiversidade e equilíbrio dos ecossistemas (competição com espécies nativas, alteração dos ciclos de nutrientes, água, etc.) – impactes nos serviços dos ecossistemas (alimentos, fornecimento de água e recursos diversos, regulação do clima, cheias, doenças, etc.) – alteração/uniformização dos ecossistemas/paisagens – alteração dos regimes de fogo – alteração das cadeias ecológicas/alimentares • Económicos (Europa: > 12 000 milhões €/ano, EC 2008): Impactes das plantas invasoras
  25. 25. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Ecológicos – ameaça à biodiversidade e equilíbrio dos ecossistemas (competição com espécies nativas, alteração dos ciclos de nutrientes, água, etc.) – impactes nos serviços dos ecossistemas (alimentos, fornecimento de água e recursos diversos, regulação do clima, cheias, doenças, etc.) – alteração/uniformização dos ecossistemas/paisagens – alteração dos regimes de fogo – alteração das cadeias ecológicas/alimentares • Económicos (Europa: > 12 000 milhões €/ano, EC 2008): – produtividade - espécies que invadem áreas agrícolas, florestais ou piscícolas (aquáticas), pragas, epidemias, etc. Impactes das plantas invasoras (1)
  26. 26. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Ecológicos – ameaça à biodiversidade e equilíbrio dos ecossistemas (competição com espécies nativas, alteração dos ciclos de nutrientes, água, etc.) – impactes nos serviços dos ecossistemas (alimentos, fornecimento de água e recursos diversos, regulação do clima, cheias, doenças, etc.) – alteração/uniformização dos ecossistemas/paisagens – alteração dos regimes de fogo – alteração das cadeias ecológicas/alimentares • Económicos (Europa: > 12 000 milhões €/ano, EC 2008): – produtividade - espécies que invadem áreas agrícolas, florestais ou piscícolas (aquáticas), pragas, epidemias, etc. – gestão e controlo de invasoras e recuperação de sistemas invadidos Impactes das plantas invasoras (1)
  27. 27. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Ecológicos – ameaça à biodiversidade e equilíbrio dos ecossistemas (competição com espécies nativas, alteração dos ciclos de nutrientes, água, etc.) – impactes nos serviços dos ecossistemas (alimentos, fornecimento de água e recursos diversos, regulação do clima, cheias, doenças, etc.) – alteração/uniformização dos ecossistemas/paisagens – alteração dos regimes de fogo – alteração das cadeias ecológicas/alimentares • Económicos (Europa: > 12 000 milhões €/ano, EC 2008): – produtividade - espécies que invadem áreas agrícolas, florestais ou piscícolas (aquáticas), pragas, epidemias, etc. – gestão e controlo de invasoras e recuperação de sistemas invadidos – turismo de natureza, etc. Impactes das plantas invasoras (1)
  28. 28. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Diminuição disponibilidade água nos lençóis freáticos – espécies muito exigentes no seu consumo, quer pelas suas características, quer pelas densidades elevadas que atingem • Impactes na saúde pública – espécies tóxicas, “cortantes”, que provocam doenças, alergias, ou funcionam como vectores de pragas Impactes das plantas invasoras
  29. 29. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Diminuição disponibilidade água nos lençóis freáticos – espécies muito exigentes no seu consumo, quer pelas suas características, quer pelas densidades elevadas que atingem • Impactes na saúde pública – espécies tóxicas, “cortantes”, que provocam doenças, alergias, ou funcionam como vectores de pragas Impactes das plantas invasoras
  30. 30. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Diminuição disponibilidade água nos lençóis freáticos – espécies muito exigentes no seu consumo, quer pelas suas características, quer pelas densidades elevadas que atingem • Impactes na saúde pública – espécies tóxicas, “cortantes”, que provocam doenças, alergias, ou funcionam como vectores de pragas Impactes das plantas invasoras
  31. 31. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Estética da paisagem… • Impactes socioculturais • “Festa da mimosa” (década 70 a 1988)… • Safaris fotográficos • Aproveitamento para lenha, cestaria, etc. • … Impactes das plantas invasoras
  32. 32. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Estética da paisagem… Impactes das plantas invasoras
  33. 33. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Estética da paisagem… Impactes das plantas invasoras
  34. 34. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Estética da paisagem… • Impactes socioculturais • “Festa da mimosa” (década 70 a 1988)… • Safaris fotográficos Impactes das plantas invasoras (3)
  35. 35. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Estética da paisagem… • Impactes socioculturais • “Festa da mimosa” (década 70 a 1988)… • Safaris fotográficos • Aproveitamento para lenha, cestaria, etc. Impactes das plantas invasoras
  36. 36. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt • Estética da paisagem… • Impactes socioculturais • “Festa da mimosa” (década 70 a 1988)… • Safaris fotográficos • Aproveitamento para lenha, cestaria, etc. • … Impactes das plantas invasoras As espécies invasoras são uma das maiores ameaças ao bem-estar ambiental e económico do planeta GISP (Global Invasive Species Programme)
  37. 37. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (Agenda 2030) Objetivo 15.8 - Até 2020, implementar medidas para evitar a introdução e reduzir significativamente o impacto de espécies exóticas invasoras nos ecossistemas terrestres e aquáticos, e controlar ou erradicar as espécies prioritárias.
  38. 38. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Plantas invasoras – SITUAÇÃO EM PORTUGAL • Ca. 3300 espécies NATIVAS • Ca. 670 espécies EXÓTICAS; destas, ca. 40 são INVASORAS 0 200 400 600 800 Exóticas (casuais + naturalizadas + invasoras) Potencial desconhecido Com potencial invasor (casuais + naturalizadas) Invasoras Marchante et al 2014, Almeida e Freitas 2012 ?
  39. 39. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Legislação – Decreto-Lei n.º 565/99 Introdução intencional de espécies exóticas na natureza Exceções “económicas” - agricultura, horticultura, interesse zootécnico (DL n.º 28039, 14-09-1937 DL n.º165/74, 22 de abril DL n.º 205/2003, 12 de setembro Despacho 20194/2009; nº 4, artigo 19º, DL 16/2009, 14 janeiro) Regulamento (UE) Nº 1143/2014 de 22 Outubro 2014 Regulamento de Execução (UE) nº 2016/1141, de 13 julho, e nº 2017/1263, de 12 julho 
  40. 40. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Acacia dealbata Link Acacia karroo Hayne Acacia longifolia (Andrews) Willd. Acacia mearnsii De Wild. Acacia melanoxylon R. Br. Acacia pycnantha Bentham Acacia retinodes Schlecht. Acacia cyanophylla Lindl Ailanthus altissima (Mill.) Swingle Arctotheca calendula (L.) Levyns Azolla filiculoides Lam. Carpobrotus edulis (L.) N. E. Br. Conyza bonariensis (L.) Cronq. Datura stramonium L. Eichhornia crassipes (Mart.) Solms Elodea canadensis Michx Erigeron karvinskianus DC. Eryngium pandanifolium Cham. & Schlecht. Galinsoga parviflora Cav. Hakea salicifolia (Vent.) B.L. Burtt Hakea sericea Schrader Ipomoea acuminata (Vahl) Roemer & Schultes Myriophyllum brasiliense Cambess. Oxalis pes-caprae L. Pittosporum undulatum Vent. Robinia pseudoacacia L. Senecio bicolor (Willd.) Tod. subsp. cineraria (DC.) Chater Spartina densiflora Brongn. Tradescantia fluminensis Velloso Cortaderia selloana (J. A. & J. H. Schultes) Aschers & Graebner. Arundo donax L. Opuntia spp. Legislação – Decreto-Lei n.º 565/99 (Anexo I)
  41. 41. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Principais plantas invasoras na região de Bragança - Identificação e controlo - Invasoras.pt
  42. 42. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Como controlar? Metodologia(s) a seleccionar deve(m) ter em conta as características da(s) espécie(s) invasora(s) e da área invadida, recursos disponíveis, etc. Exemplo da mimosa
  43. 43. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt mimosa (Acacia dealbata) – Austrália Invade principalmente vales e zonas montanhosas, margens de cursos de água e vias de comunicação
  44. 44. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Mimosa (Acacia dealbata)
  45. 45. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Vídeo
  46. 46. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Vídeo
  47. 47. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt controlo de continuidade: arranque; deixar crescer e descascar; cortes sucessivos; dependendo dos locais, pulverização com fitocida. Germinação: arranque, corte com motorroçadora < 20cm
  48. 48. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Outras acácias em Portugal – Austrália Acacia melanoxylon Acacia mearnsii Acacia longifolia Acacia pycnantha Acacia retinodes Acacia saligna, etc.
  49. 49. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt espanta-lobos (Ailanthus altissima) – China Invade principalmente junto a vias de comunicação, áreas perturbadas, espaços urbanos; tem aumentado em florestas ribeirinhas
  50. 50. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt espanta-lobos (Ailanthus altissima) Injecção de fitocida Injecção de fitocida, por furos ou entalhes (outras espécies)Vídeo
  51. 51. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt robínia (Robinia pseudoacacia) – América do Norte Invade principalmente áreas perturbadas, margens de vias de comunicação e de linhas de água, subcoberto de comunidades arbóreas degradadas,…
  52. 52. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt figueira-da-índia (Opuntia spp.) – América tropical Invade principalmente zonas áridas, rochosas ou costeiras; também zonas perturbadas, como margens de vias de comunicação, jardins, etc.
  53. 53. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt penachos (Cortaderia selloana) –América doSul Invade principalmente dunas costeiras, margens de vias de comunicação e áreas perturbadas
  54. 54. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Outras espécies invasoras a ter em atenção!
  55. 55. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt háquea-picante (Hakea sericea) – Austrália Invade principalmente áreas perturbadas ou semi- naturais, junto a áreas onde foi plantada (e.g., sebes)
  56. 56. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt jacinto-de-água (Eichhornia crassipes) – rio Amazonas Invade principalmente canais de irrigação, lagoas e lagoachos
  57. 57. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Sanguinária do Japão (Fallopia japonica) – Ásia (Japão, Coreia e China) Invade principalmente margens de rios e ribeiras e áreas degradadas, no Norte do país.
  58. 58. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt etc. … plantas potencialmente invasoras… polígono-de-jardim lantana Qual o problema de uma planta sozinha? • mimosa - árvores isoladas • erva-das-pampas - milhares de sementes transportadas pelo vento • árvore-do-céu - muitas sementes e propagação vegetativa •Espécies com comportamento invasor esporádico/começam a dispersar •Espécies Invasoras noutros locais com clima semelhante ao nosso •Espécies de géneros com plantas invasoras •… tempo e estímulos…
  59. 59. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Gestão de plantas invasoras Como perder a guerra contra as invasoras em 6 passos • Ter mais olhos que barriga – PRIORIDADES • Subestimar (e desconhecer) o inimigo • Virar costas ao inimigo • Acreditar em receitas milagrosas • Ignorar o regime de fogo • Descurar controlos de continuidade/manutenção
  60. 60. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Francisco Caetano
  61. 61. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt
  62. 62. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Prevenção + Detecção precoce & Resposta Rápida  erradicação… – Educação e sensibilização ambiental são essenciais – Não usar espécies invasoras – Não introduzir novas espécies sem avaliar potencial invasor Gestão de Plantas Invasoras (resumido!)
  63. 63. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Prevenção + Detecção precoce & Resposta Rápida  erradicação… – Educação e sensibilização ambiental são essenciais – Não usar espécies invasoras – Não introduzir novas espécies sem avaliar potencial invasor Estabelecer PRIORIDADES (cartografia inicial; espécies; áreas; objectivos; etc.)  áreas em início de invasão, árvores isoladas e pequenos núcleos. Gestão de Plantas Invasoras (resumido!) Ex. Matriz prioridades: Critérios para priorização das intervenções (Rainha e Moça 2011) LINHA DE ÁGUA (LA) PONTOS CAMINHOS (C) PONTOS Linha água permanente 2 Caminho com perturbação 2 Linha água temporária 1 Caminho sem perturbação 1 Sem linha de água 0 Sem caminho 0 POSIÇÃO (P) PONTOS FACTORES FACILITAÇÃO (FF) (viveiros) PONTOS Topo encosta (>650m) 2 Sim 2 Base encosta (<650m) 1 Não 1 TIPOLOGIA (T) PONTOS FACTORES PERTURBAÇÃO (FP) (corte, fogo, etc) PONTOS Individuo isolado 3 Núcleo em expansão 2 Sim 10 Núcleo consolidado 1 Não 0
  64. 64. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Prevenção + Detecção precoce & Resposta Rápida  erradicação… – Educação e sensibilização ambiental são essenciais – Não usar espécies invasoras – Não introduzir novas espécies sem avaliar potencial invasor Estabelecer PRIORIDADES (cartografia inicial; espécies; áreas; objectivos; etc.)  áreas em início de invasão, árvores isoladas e pequenos núcleos Gestão deve considerar SEMPRE controlos de CONTINUIDADE! (muitas sementes ou com grande longevidade, rebentamento de touça ou raiz, etc.)  Gestão de áreas invadidas deve ser a médio/longo prazo. PERSISTÊNCIA! Gestão de Plantas Invasoras (resumido!) 0 20 40 60 80 100 120 controlo inicial 1º controlo 2º controlo 3º controlo 4º controlo nº médio jornas/ hectare nº médio jo Nºjornas/hectare
  65. 65. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Prevenção + Detecção precoce & Resposta Rápida  erradicação… – Educação e sensibilização ambiental são essenciais – Não usar espécies invasoras – Não introduzir novas espécies sem avaliar potencial invasor Estabelecer PRIORIDADES (cartografia inicial; espécies; áreas; objectivos; etc.)  áreas em início de invasão, árvores isoladas e pequenos núcleos Gestão deve considerar SEMPRE controlos de CONTINUIDADE! (muitas sementes ou com grande longevidade, rebentamento de touça ou raiz, etc.)  Gestão de áreas invadidas deve ser a médio/longo prazo. PERSISTÊNCIA! Apostar na sustentabilidade (não focar nas invasoras, nativas adaptadas, fogo, ODS, preservação biodiversidade, corredores ecológicos, manutenção, etc.) Identificação correcta da espécie  metodologias de controlo adequadas  aplicação correcta das metodologias de controlo. Gestão de Plantas Invasoras (resumido!)
  66. 66. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt
  67. 67. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Prevenção + Detecção precoce & Resposta Rápida  erradicação… – Educação e sensibilização ambiental são essenciais – Não usar espécies invasoras – Não introduzir novas espécies sem avaliar potencial invasor Estabelecer PRIORIDADES (cartografia inicial; espécies; áreas; objectivos; etc.)  áreas em início de invasão, árvores isoladas e pequenos núcleos Gestão deve considerar SEMPRE controlos de CONTINUIDADE! (muitas sementes ou com grande longevidade, rebentamento de touça ou raiz, etc.)  Gestão de áreas invadidas deve ser a médio/longo prazo. PERSISTÊNCIA! Apostar na sustentabilidade (não focar nas invasoras, nativas adaptadas, fogo, ODS, preservação biodiversidade, corredores ecológicos, manutenção, etc.) Identificação correcta da espécie  metodologias de controlo adequadas  aplicação correcta das metodologias de controlo. Muito importante: monitorizar, avaliar, registar, publicitar! Rever e modificar plano de gestão se necessário! GESTÃO ADAPTATIVA! Gestão de Plantas Invasoras (resumido!)
  68. 68. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Gambusia holbrooki Procambarus clarkii Só para não esquecer… Dryocosmus kuriphilus Vespa asiática
  69. 69. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Todos somos intervenientes neste processo. Todos podemos ajudar! “PREVENÇÃO É A MELHOR OPÇÃO” 1. Aprender a identificar as plantas invasoras e NÃO as UTILIZAR 2. Ao comprar plantas, preferir as nativas; se optar por exóticas informar-se sobre o seu caráter invasor 3. Ao passear no campo, verificar que as roupas e sapatos não trazem sementes ou outros propágulos de plantas invasoras 4. Ao limpar os jardins/espaços verdes/terrenos de cultivo, não deitar restos de exóticas na natureza O que podemos fazer?
  70. 70. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt 5. Organizar ou participar em ações de controlo, palestras, atividades de sensibilização, ou outras, sobre plantas invasoras O que podemos fazer?
  71. 71. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt 5. Organizar ou participar em ações de controlo, palestras, atividades de sensibilização, ou outras, sobre plantas invasoras 6. Mapa de avistamentos de plantas invasoras - projeto de Ciência Participativa, disponível em http://invasoras.pt/mapa-de- avistamentos/ O que podemos fazer?
  72. 72. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt 5. Organizar ou participar em ações de controlo, palestras, atividades de sensibilização, ou outras, sobre plantas invasoras 6. Mapa de avistamentos de plantas invasoras - projeto de Ciência Participativa, disponível em http://invasoras.pt/mapa-de- avistamentos/ 7. Participar nos Desafios invasoras.pt: http://invasoras.pt/desafios_escolas/ O que podemos fazer?
  73. 73. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Mais info em: http://invasoras.pt/desafios2019
  74. 74. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt 5. Organizar ou participar em ações de controlo, palestras, atividades de sensibilização, ou outras, sobre plantas invasoras 6. Mapa de avistamentos de plantas invasoras - projeto de Ciência Participativa, disponível em http://invasoras.pt/mapa-de- avistamentos/ 7. Participar nos Desafios invasoras.pt 8. Linha SOS Ambiente e Território:808 200 520; sepna@gnr.pt O que podemos fazer?
  75. 75. Bragança | 3 Dezembro 2018 | Plantas invasoras www.invasoras.pt Obrigada! Mais informação: invasoras.pt https://www.facebook.com/InvasorasPt | https://www.instagram.com/invasoraspt/ emarchante@uc.pt

×