Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Naturalismo

591 visualizaciones

Publicado el

Colégio: C.E Visconde De Cairu
Turma: 2019

Publicado en: Educación
  • Sé el primero en comentar

Naturalismo

  1. 1. NATURALISMO Movimento literário ; Biografia de Aluísio de Azevedo ; Principais obras e Características do autor .
  2. 2. O NATURALISMO  É uma escola literária conhecida por ser a radicalização do Realismo, baseando-se na observação fiel da realidade e na experiência, mostrando que o indivíduo é determinado pelo ambiente e pela hereditariedade. A escola esboçou o que se pode declarar como os primeiros passos do pensamento teórico evolucionista de Charles Darwin.
  3. 3. MOVIMENTO LITERÁRIO  MOVIMENTO LITERÁRIO Aluísio chegou a publicar textos com características românticas, que vendiam com mais facilidade e agradavam o público. O movimento que marcou o autor foi o naturalismo, presente em suas obras mais importantes. Estilo Como representante do naturalismo, o autor utiliza expressões animalescas para descrever os personagens e suas atitudes. Aluísio fazia uma análise da sociedade sem moralismos. Era comum encontrar em suas obras críticas à sociedade brasileira e ao preconceito racial. As casas de pensão, onde moravam muitas pessoas humildes, foram retratadas por Aluísio em uma de suas obras mais aclamadas, “O Cortiço”. Além da exploração dos portugueses e o preconceito racial, temas constantes do autor.
  4. 4. ALUÍSIO DE AZEVEDO
  5. 5. BIOGRAFIA  Aluísio Azevedo (1857-1913) foi escritor brasileiro. "O Mulato" foi o romance que iniciou o Movimento Naturalista no Brasil. Foi também caricaturista, jornalista e diplomata. É membro fundador da Academia Brasileira de Letras.  Aluísio Azevedo (1857-1913) nasceu em São Luís, Maranhão, no dia 14 de abril de 1857. Levado pelo irmão, o teatrólogo e jornalista Artur Azevedo, viajou para o Rio de Janeiro aos 17 anos de idade. Começou a estudar na Academia Imperial de Belas-Artes, onde revelou seus dons para o desenho. Logo passou a colaborar, com caricaturas e poesias, em jornais e revistas.  Com a morte do pai, em 1879, Aluísio volta para São Luís e se dedica a literatura. Publica seu primeiro romance, "Uma Lágrima de Mulher", em 1880, onde se mostra exageradamente sentimental e de estilo romântico. Em 1881 edita "O Mulato", romance que iniciou o Movimento Naturalista no Brasil. A obra denunciava o preconceito racial existente na burguesia maranhense Com a reação negativa da sociedade, Aluísio volta para o Rio de Janeiro.
  6. 6. BIOGRAFIA  Aluísio Azevedo abandonou as tendências românticas em que se formara, para, influenciado por Eça de Queirós e Émile Zola, tornar-se o precursor do Movimento Realista-Naturalista. No Rio de Janeiro, passou a viver com a publicação de folhetins românticos a alguns relatos naturalistas. Viveu durante 15 anos do que ganhava como escritor.  Preocupado com a realidade cotidiana, seus tema prediletos foram a luta contra o preconceito de cor, o adultério, os vícios e o povo humilde. Na obra "O Cortiço", Aluísio retrata o aumento da população no Rio de Janeiro e o aparecimento de núcleos habitacionais, denominados cortiços, onde se aglomeravam trabalhadores e gente de atividades incertas. O grande personagem do romance é o próprio cortiço.  Em 1895, com quase quarenta anos, Aluísio ingressa na carreira diplomática, atuando como cônsul do Brasil no Japão, na Espanha, Inglaterra, Itália, Uruguai, Paraguai e Argentina. Durante todo esse período não mais se dedicou a produção literária.  Aluísio Tancredo Gonçalves de Azevedo morreu em Buenos Aires, Argentina, no dia 21 de Janeiro de 1913.
  7. 7. PRINCIPAIS OBRAS O Mulato (1881) Casa de pensão (1884) O Cortiço (1890)
  8. 8. O CORTIÇO  CARACTERÍSTICAS: O enredo de O cortiço serve como padrão da obra de Aluísio Azevedo. O romance gira em torno da vida de certo cortiço carioca, retratado como local promíscuo, capaz de contaminar os que dali se aproximam. Sobre esse pano de fundo, o leitor acompanha a ascensão econômica e social do inescrupuloso João Romão. Partidário do pessimismo e influenciado por teorias deterministas, Azevedo submete seus personagens ao poder do sexo e do dinheiro, de maneira que os dramas individuais se tornam apêndices da luta coletiva cujo centro é o cortiço. O próprio estilo de Azevedo reforça essas características: destacando-se pela descrição de grandes painéis, o autor transmite a impressão de que os principais personagens não são as pessoas, mas, sim, as forças da natureza ou da vida em sociedade. Obra de severa crítica social, O cortiço denuncia os preconceitos raciais e a exploração do homem pelo homem.
  9. 9. FONTES DO TRABALHO  fontes: http://www.e-biografias.net/aluisio_azevedo/  http://educacao.globo.com/literatura/assunto/autores/aluisio- azevedo.html  http://vestibular.uol.com.br/ultnot/resumos/aluisio-azevedo.jhtm
  10. 10. TRABALHO DE PORTUGUÊS  Colégio Estadual Visconde de Cairu .  Turma : 2019  Professora : Clarice Menezes  Grupo 4 :  Renata Martins Cerqueira Da Silva . Nº 30  Thamara Araujo Caetano . Nº 34

×