Se ha denunciado esta presentación.

Voluntários da causa animal se unem em prol de soluções efetivas na Amurel

0

Compartir

Cargando en…3
×
1 de 7
1 de 7

Voluntários da causa animal se unem em prol de soluções efetivas na Amurel

0

Compartir

Descargar para leer sin conexión

Há alguns anos a causa animal vem ganhando espaço em Tubarão e região. Pensando nisso, um coletivo foi criado para proteger os bichinhos e combater os maus-tratos e abandonos. De acordo com o coletivo, o município tem a responsabilidade de realizar campanhas de adoção. As ONGs e grupos de proteção cumprem o seu papel social, porém o voluntário tem um limite de atuação.

Por isso, o Coletivo de Proteção Animal de Tubarão realizou nesta quarta-feira (1), na sede da Amurel, uma reunião para debater assuntos relacionados à causa animal. A proposta do I Fórum de Protetores da Causa Animal da Amurel foi debater políticas públicas para o bem-estar animal, o que reflete diretamente na saúde da população.

O Coletivo de Proteção Animal de Tubarão é formado por diversos voluntários, simpatizantes e protetores, bem como ONG's organizadas de toda Amurel. Destaque para as ONG,s Patinhas Unidas, Proteção Animal de Tubarao, Movimenta-cão, Unidos por eles, Solpra, Segunda-chance e protetores independente.

Participaram dezenas de pessoas que estão diretamente envolvidas na causa animal e também autoridades da região.

Como resultado, os voluntários da Causa Animal apresentaram a formalização de um projeto de banco de ração e cão-comunitário, além de uma agenda de proposições para 2022, que instituiria, inclusive, o dezembro verde como mês de conscientização.

Abaixo um resumo do que foi apresentado aos presentes:

DEZEMBRO VERDE:

Cria a campanha “Dezembro Verde”, dedicado a ações de conscientização contra o abandono de animais. Muitos ainda são filhotes quando são abandonados, e a vida desses animais é, em média, de 2 anos. É de estarrecer os motivos alegados para o abandono de animais.

CÃO E GATO COMUNITÁRIO:

Considera-se "Cão ou Gato Comunitário" aquele que estabelece com a comunidade em que vive laços de dependência e de manutenção, embora não possua responsável único e definido

O Cão ou Gato Comunitário terá direito "apadrinhamento" pelo município e pelos munícipes que contribuirão para o seu bem-estar garantindo comida, água, abrigo, vacinas, esterilização e zelo pela sua saúde clínica seja através de projetos comunitários ou disponibilização da estrutura do poder público.

BANCO DE RAÇÃO;

Caberá ao município, de acordo com a proposta, organizar e estruturar o Banco de Ração e fornecer apoio administrativo, técnico e operacional. A Prefeitura também deverá determinar os critérios de recebimento, de distribuição, da fiscalização a ser exercida, o cadastramento e o acompanhamento das entidades.

Há alguns anos a causa animal vem ganhando espaço em Tubarão e região. Pensando nisso, um coletivo foi criado para proteger os bichinhos e combater os maus-tratos e abandonos. De acordo com o coletivo, o município tem a responsabilidade de realizar campanhas de adoção. As ONGs e grupos de proteção cumprem o seu papel social, porém o voluntário tem um limite de atuação.

Por isso, o Coletivo de Proteção Animal de Tubarão realizou nesta quarta-feira (1), na sede da Amurel, uma reunião para debater assuntos relacionados à causa animal. A proposta do I Fórum de Protetores da Causa Animal da Amurel foi debater políticas públicas para o bem-estar animal, o que reflete diretamente na saúde da população.

O Coletivo de Proteção Animal de Tubarão é formado por diversos voluntários, simpatizantes e protetores, bem como ONG's organizadas de toda Amurel. Destaque para as ONG,s Patinhas Unidas, Proteção Animal de Tubarao, Movimenta-cão, Unidos por eles, Solpra, Segunda-chance e protetores independente.

Participaram dezenas de pessoas que estão diretamente envolvidas na causa animal e também autoridades da região.

Como resultado, os voluntários da Causa Animal apresentaram a formalização de um projeto de banco de ração e cão-comunitário, além de uma agenda de proposições para 2022, que instituiria, inclusive, o dezembro verde como mês de conscientização.

Abaixo um resumo do que foi apresentado aos presentes:

DEZEMBRO VERDE:

Cria a campanha “Dezembro Verde”, dedicado a ações de conscientização contra o abandono de animais. Muitos ainda são filhotes quando são abandonados, e a vida desses animais é, em média, de 2 anos. É de estarrecer os motivos alegados para o abandono de animais.

CÃO E GATO COMUNITÁRIO:

Considera-se "Cão ou Gato Comunitário" aquele que estabelece com a comunidade em que vive laços de dependência e de manutenção, embora não possua responsável único e definido

O Cão ou Gato Comunitário terá direito "apadrinhamento" pelo município e pelos munícipes que contribuirão para o seu bem-estar garantindo comida, água, abrigo, vacinas, esterilização e zelo pela sua saúde clínica seja através de projetos comunitários ou disponibilização da estrutura do poder público.

BANCO DE RAÇÃO;

Caberá ao município, de acordo com a proposta, organizar e estruturar o Banco de Ração e fornecer apoio administrativo, técnico e operacional. A Prefeitura também deverá determinar os critérios de recebimento, de distribuição, da fiscalização a ser exercida, o cadastramento e o acompanhamento das entidades.

Más Contenido Relacionado

Más de Reginaldo Osnildo

Voluntários da causa animal se unem em prol de soluções efetivas na Amurel

  1. 1. 1 Fórum e Pro eto es d C us Ani A r 1 Deba e de polít·cas públicas para bem estar animal 's 9h n S d A ur 1 A. io Br nco, 7 eropor o, b ão/SC ----
  2. 2. CONHEÇA UM POUCO DA NOSSA HISTÓRIA Há alguns anos. a causa animal vem ganhando espaço em Tubarão e região. Pensando nisso. um coletivo foi criado na Cidade Azul para proteger os bichinhos e combater os maus-tratos e abandonos. De acordo com o coletivo. o município tem a responsabilidade de realizar campanhas de adoção. As ONGs e grupos de proteção cumprem o seu papel social. porém o voluntário tem um limite de atuação. É sobre amor, cuidado e respeito à vida Nossa missão é formada por diversos voluntários. simpatizantes e protetores. bem como ONG's organizadas de toda Amurei. 3UNTOS SOMOS MAIS FORTES TJa,0
  3. 3. ONG´S  1. Patinhas Unidas - Raiane de Souza Berti  2. Proteção Animal de Tubarao: Juliana Cascaes  3. Movimenta-cão: Marcele Bressane  4. Unidos por eles: Maria Eduarda Vieira Rigotti  5. Solpra: Eden  6. Segunda-chance: Cátia Rosane Silveira Bueno  7. Protetores Independentes: Gisele Horst
  4. 4. DEZEMBRO VERDE  cria a campanha “Dezembro Verde”, dedicado a ações de conscientização contra o abandono de animais. Muitos ainda são filhotes quando são abandonados, e a vida desses animais é, em média, de 2 anos. É de estarrecer os motivos alegados para o abandono de animais.
  5. 5. CÃO E GATO COMUNITÁRIO  Considera-se "Cão ou Gato Comunitário" aquele que estabelece com a comunidade em que vive laços de dependência e de manutenção, embora não possua responsável único e definido  O Cão ou Gato Comunitário terá direito "apadrinhamento" pelo município e pelos munícipes que contribuirão para o seu bem estar garantindo comida, água, abrigo, vacinas, esterilização e zelo pela sua saúde clínica seja através de projetos comunitários ou disponibilização da estrutura do poder público.
  6. 6. PROGRAMA BANCO DE RAÇÃO  Caberá ao município, de acordo com a proposta, organizar e estruturar o Banco de Ração e fornecer apoio administrativo, técnico e operacional. A Prefeitura também deverá determinar os critérios de recebimento, de distribuição, da fiscalização a ser exercida, o cadastramento e o acompanhamento das entidades.

×