Se ha denunciado esta presentación.
Se está descargando tu SlideShare. ×

Capitulo 02 a expansao da america portuguesa

Más Contenido Relacionado

Libros relacionados

Gratis con una prueba de 30 días de Scribd

Ver todo

Audiolibros relacionados

Gratis con una prueba de 30 días de Scribd

Ver todo

Capitulo 02 a expansao da america portuguesa

  1. 1. Objetivo da aula: Analisar e compreender os fatores que levaram a expansão da América Portuguesa.
  2. 2.  Final do século XVI a colonização avançou tanto para o interior quanto para o litoral;  Esse avanço se deveu à ação dos soldados, dos bandeirantes, dos jesuítas e dos criadores de gado;  SOLDADOS: Para combater a pirataria , foram enviados ao litoral do Brasil soldados portugueses e espanhóis. Esses soldados ergueram fortes e povoados que estão na origem de várias capitais brasileiras.
  3. 3. Forte dos Reis Magos (1598) – Natal Forte do Presépio de Santa Maria de Belém (1616) Forte de Filipeia de Nossa Senhora das Neves (1585) – João Pessoa
  4. 4.  A conquista do sertão  Bandeiras: eram expedições financiadas, na maioria das vezes por particulares que saíam da vila de São Paulo rumo ao interior do continente com o objetivo principal de capturar os índios para o trabalho nas lavouras, buscavam também metais e pedras preciosas.  Domingos Jorge Velho  Antônio Raposo Tavares  Considera-se que houve três tipos principais de bandeirismo: caça ao índio, busca de ouro e diamante, e sertanismo de contrato.
  5. 5.  Antônio Raposo Tavares;  Destruiu em dez anos  (1628-1638) as missões de:  * Guairá (Paraná);  * Itatim (Mato Grosso do Sul);  * Tape (Rio Grande do Sul);  1620 – Com o crescimento das plantações de trigo em SP, os bandeirantes passaram a atacar as missões provocando mortes e destruição.
  6. 6.  No século XVII, uma crise econômica levou o rei de Portugal a escrever aos bandeirantes para que procurassem ouro e pedras preciosas no sertão;  1674 – Fernão Dias Pais partiu de SP para MG;  Bandeiras que descobriram ouro no interior do Brasil:  Antônio Rodrigues Arzão, Sabará (minas), 1693;  Pascoal Moreira Cabral, Cuiabá (Mato Grosso), 1719;  Bartolomeu Bueno da Silva, Vila Boa (Goiás), 1725.
  7. 7.  Francisco Dias Velho (São Vicente, ca. 1622 — Nossa Senhora do Desterro, 1687), bandeirante paulista, colonizador e capitão-mor da ilha de Nossa Senhora do Desterro. Foi o fundador do povoado de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis.
  8. 8.  Monções: eram expedições fluviais e comerciais paulistas que partiam do Porto Feliz, às margens do rio Tietê, com destino as áreas de mineração no Mato Grosso. AS canoas levavam mantimentos para serem vendidos nos povoados e nas vilas do interior, como por exemplo, roupas, alimentos e instrumentos de trabalho nas regiões mineradoras;  O sertanismo de contrato: Nos séculos XVII e XVIII, os bandeirantes também foram contratados por fazendeiros e autoridades para combater índios ou afrodescendentes rebelados contra a servidão.
  9. 9. Os Jesuítas  Os índios no Brasil;  A Companhia de Jesus, França, 1534;  A Companhia de Jesus na América, pelo padre Manuel da Nobrega, 1549;  Os aldeamentos Jesuítas;
  10. 10.  A Revolta de Beckman (1684-1685)  Local: Maranhão  Fatores: os colonos reclamavam a falta de mão de obra (indígena) e a falta de produtos que eram monopólio da Companhia de Comércio do Maranhão não chegavam à região, e os preços das mercadorias vindas da metrópole aumentavam;  Lideres: irmãos e senhores de engenho Manuel e Thomas Beckman, com apoio de proprietários de terra;  Apoiavam Manuel como chefe de governo;  O movimento foi sufocado e o Líder Manuel foi executado.
  11. 11.  A criação de gado foi a atividade mais importante para o povoamento dos sertões do Nordeste e das Campinas do Sul, contribuindo muito para consolidação do território colonial;  Gado no nordeste: introduzido pelo governador-geral Tomé de Souza, o gado era usado para mover a moenda dos engenhos e transportar cana;  1701- O rei de Portugal proibiu a criação de gado no litoral, para reservar as terras férteis ao cultivo da cana, isso contribuiu para o avanço do gado pelo sertão.
  12. 12.  Após a destruição das missões jesuíticas no Sul pelos bandeirantes, o gado espalhou-se pela região;  Os moradores de São Paulo, Desterro e Laguna (SC) iniciaram a ocupação das campinas do Sul;  O rei de Portugal mandou erguer um povoado na margem esquerda do rio da Prata – a Colônia do Sacramento (1680), no extremo sul, considerada “terra de ninguém”;
  13. 13.  Tratado de Tordesilhas (1494);  Tratado de Madri (1750) – Entre Portugal e Espanha, estabeleceu que a Colônia do Sacramento pertencia à Espanha. Em troca, Portugal recebia a área de Sete Povos das Missões, situada em terras do atual RS;  Sete Povos das Missões é o nome que se deu ao conjunto de sete aldeamentos indígenas fundados pelos Jesuítas espanhóis na Região do "Rio Grande de São Pedro", atual Rio Grande do Sul, composto pelas reduções de São Francisco de Borja, São Nicolau, São Miguel Arcanjo, São Lourenço Mártir, São João Batista, São Luiz Gonzaga e Santo Ângelo Custódio;  * Guerra Guaranítica (1754-1756).
  14. 14.  Tratado de Santo Ildefonso (1777) - assinado entre Portugal e Espanha. Os espanhóis obtinham o território de Sete Povos das Missões e da Colônia do Sacramento e devolviam a Portugal algumas terras que haviam ocupado no atual RS. Considerando-se prejudicados, os portugueses exigiam da Espanha um novo acordo;  Tratado de Badajós (1801) - assinado entre Portugal e Espanha. Os Portugueses ficavam com o território de Sete Povos das Missões, e a Espanha garantia para si a Colônia do Sacramento.
  15. 15.  Fonte: Livro Vontade de saber História (8° ano) – Capítulo 02  Editora: FTD

×