Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Teorias da comunicação: discussões preliminares

1.174 visualizaciones

Publicado el

aula

Publicado en: Educación
  • Inicia sesión para ver los comentarios

  • Sé el primero en recomendar esto

Teorias da comunicação: discussões preliminares

  1. 1. Teorias da Comunicação Discussões Preliminares MsC. Aline Corso
  2. 2. A comunicação é um fenômeno tipicamente humano e social. Quem COMUNICA algo, comunica a ALGUÉM. Latim communicatio, onis = ação de comunicar, de partilhar. Mesmo em suas formas mais rudimentares, a comunicação representa a base da unidade sociocultural de qualquer grupamento humano.
  3. 3. A Comunicação consiste num PROCESSO pelo qual ideias e sentimentos são transmitidos de indivíduo a indivíduo, tornando possível a interação social. Trata-se, portanto, de um processo relacional entre consciências.
  4. 4. As experiências do passado são úteis para as decisões do presente e que podem ajudar a preparar o futuro só podem ser perpetuadas por meio da Comunicação.
  5. 5. Para além das possibilidades de expressão do indivíduo, ocupa-se da comunicação de massa – mediada por recursos externos ao corpo humano. Como campo de atuação profissional e disciplina de estudo, ocupa-se da formulação da mensagem, dos canais utilizados (linguagens) e da recepção. Comunicação social
  6. 6. Sociedades que desenvolveram aparatos destinados ao registro das experiências e à transmissão de conteúdos, tornam-se relativamente independentes da tradição oral.
  7. 7. A impressão permite que a mensagem desprenda-se do portador humano e alcance milhares/milhões de pessoas não apenas da época, mas também na posteridade, sem interferência humana.
  8. 8. Somente pela comunicação é possível estabelecer uma relativa uniformidade de conhecimentos, opiniões, crenças e sentimentos numa dada sociedade.
  9. 9. Campos de atuação profissional
  10. 10. O objetivo primordial é servir à sociedade informando, fiscalizando o exercício do poder, estimulando o debate democrático e, dessa forma, contribuindo para o desenvolvimento político, social, cultural e econômico. Jornalismo
  11. 11. Divulga informações de interesse público concernentes a produtos, serviços e ideias, objetivando o convencimento da sociedade e a aderência da mesma à causa defendida. Publicidade e Propaganda
  12. 12. Publicidade ou propaganda?
  13. 13. Tem como objetivo principal a gestão da comunicação organizacional. É capacitado para formular políticas e estratégias de comunicação organizacional com o objetivo de criar e manter o conceito positivo da marca da organização Relações Públicas
  14. 14. As teorias têm como finalidade fornecer fundamentos científicos às atividades humanas. São elas que, mediante observação, reflexão e experimentações, permitem identificar os desafios a serem superados, os melhores métodos e as consequências das soluções encontradas. No limite, atuam como legitimadoras dos campos profissionais em suas complexidades e dinamismo.
  15. 15. “Em geral, a ciência é uma poderosa arma de convicção. Existem outras, tais como a intuição, a experiência mística, a aceitação da autoridade; mas a ciência, talvez pela aparente objetividade, proporciona a informação mais conveniente. Se alguma evidência científica é relevante para determinada afirmação, dita evidência ajudará na decisão de aceitar ou rejeitar esta afirmação”. RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3ª edição, Ed. Atlas, São Paulo, 2008.
  16. 16. O estudo das Teorias da Comunicação tem as seguintes finalidades ● Subsidiar a prática profissional com a necessária reflexão sobre as causas e os efeitos da comunicação, bem como as soluções para os desafios comunicacionais; ● Detalhar os paradigmas da área formulados a partir da reflexão sobre a prática profissional; ● Associada à prática profissional, e por esta subsidiada, desenvolver pesquisas que resultem em novos paradigmas de atuação profissional; ● Analisar e explicar os fenômenos comunicacionais, de forma a oferecer os “porquês” tão necessários ao pleno exercício da profissão; ● Refletir sobre a ética envolvida na lida comunicacional; ● Expandir o conhecimento sobre os fenômenos comunicacionais, de modo a subsidiar a prática profissional.
  17. 17. Processo de comunicação O processo de comunicação ocorre quando o emissor (ou codificador) emite uma mensagem (ou sinal) ao receptor (ou decodificador), através de um canal (ou meio). O receptor interpretará a mensagem que pode ter chegado até ele com algum tipo de barreira (ruído, bloqueio, filtragem) e, a partir daí, dará o feedback ou resposta, completando o processo de comunicação.
  18. 18. Emissor: manda a mensagem através de um canal, utilizando algum tipo de comunicação; Receptor: recebe a mensagem transmitida, decodificando-a; Mensagem: é a formulação tangível de uma ideia para ser enviada a um receptor; Canal: é o veículo utilizado para transmitir uma mensagem; Feedback: resposta de um receptor à comunicação de um emissor, sendo de fundamental importância em termos de realimentação para o emissor.
  19. 19. Para a comunicação atingir os objetivos devemos considerar alguns cuidados, com eles diminuímos o risco de estabelecer ruídos ou barreiras à comunicação: Para Transmissão • Seja o mais objetivo possível. • Tenha paciência. Fale pausadamente. Observe o ritmo do outro e siga-o. • Estude primeiro o que vai falar. Cuide para ter um objetivo claro. • Procure adaptar sua linguagem a da pessoa. Não use palavras difíceis, gírias ou palavras típicas de regiões que possam prejudicar a comunicação. • Observe a linguagem verbal e a não-verbal. Os gestos, as expressões faciais, a postura, são fundamentais para nós. Para Recepção • Esteja sempre presente na situação, não "voe", não se distraia. • Não pense na resposta antes do outro terminar a mensagem. Escute, reflita e após, exponha o seu ponto de vista. • Anote pontos básicos se necessário. • Evite expressar não-verbalmente cansaço, desinteresse ou falta de atenção. • Respeite as colocações do outro. Mesmo que discorde, mostre que aceita o pensamento dele. Não somos donos da verdade.
  20. 20. Ruídos de comunicação
  21. 21. Bibliografia https://www.slideshare.net/elizeusilva/aula-01-teoria-da-comunicao-definies?qid=6b23d03c-8df1-4d1 8-ba0f-18808fde3983&v=&b=&from_search=3 https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/administracao/o-processo-de-comunicacao/367 75

×