Successfully reported this slideshow.
Desenvolvimento Embrionário 1º E.M. Profª Ana Lucia Farias
Desenvolvimento embrionário <ul><li>Tem início após a fecundação; </li></ul><ul><li>Faz parte de um processo chamado ontog...
Desenvolvimento embrionário <ul><li>São três as fases do desenvolvimento embrionário nos animais, a saber: segmentação, ga...
Desenvolvimento embrionário <ul><li>Já na fase seguinte, denominada gastrulação, o organismo aumenta de tamanho (a partir ...
Desenvolvimento embrionário <ul><li>Segmentação ou clivagem </li></ul><ul><li>Vitelo é a reserva de nutrientes no interior...
Desenvolvimento embrionário <ul><li>São dois tipos de segmentação: holoblástica e meroblástica. </li></ul><ul><li>Segmenta...
Desenvolvimento embrionário <ul><li>A segmentação holoblástica pode ser subdividida em três tipos, conforme o tamanho das ...
Desenvolvimento embrionário <ul><li>Segmentação Meroblástica: ocorre só em parte do ovo e pode ser de dois tipos: </li></u...
Desenvolvimento embrionário <ul><li>Apesar dos diferentes tipos de segmentação (holoblástica e meroblástica), a segmentaçã...
Desenvolvimento embrionário <ul><li>Gastrulação </li></ul><ul><li>A gastrulação mais simples ocorre por embolia ou invagin...
Desenvolvimento embrionário <ul><li>Os animais são classificados em dois grupos, dependendo do destino do blastóporo: </li...
Desenvolvimento embrionário <ul><li>Na gastrulação também ocorre a diferenciação dos folhetos embrionários, que na organog...
Desenvolvimento embrionário <ul><li>Organogênese </li></ul><ul><li>Inicia ao final da gastrulação, com a diferenciação de ...
Próxima SlideShare
Cargando en…5
×

Desenvolvimento embrionario 1 em

15.814 visualizaciones

Publicado el

Desenvolvimento embrionario 1 em

  1. 1. Desenvolvimento Embrionário 1º E.M. Profª Ana Lucia Farias
  2. 2. Desenvolvimento embrionário <ul><li>Tem início após a fecundação; </li></ul><ul><li>Faz parte de um processo chamado ontogenia ou ontogênese. </li></ul><ul><li>Ontogenia é o desenvolvimento do indivíduo desde o ovo até a fase adulta. </li></ul><ul><li>Embriologia: ramo da Biologia que estuda o desenvolvimento do indivíduo. </li></ul>
  3. 3. Desenvolvimento embrionário <ul><li>São três as fases do desenvolvimento embrionário nos animais, a saber: segmentação, gastrulação e organogênese. </li></ul><ul><li>Na fase da segmentação (também chamada clivagem), ocorrem as divisões mitóticas a partir do zigoto que dão origem a várias células menores, denominadas blastômeros. Nesta fase, embora o número de células aumente, praticamente não ocorrerá o aumento no volume total do embrião. </li></ul>
  4. 4. Desenvolvimento embrionário <ul><li>Já na fase seguinte, denominada gastrulação, o organismo aumenta de tamanho (a partir dessa fase até a fase adulta). Também ocorrerá a formação dos folhetos embrionários, que darão origem aos tecidos do ser, e à formação do intestino primitivo (arquêntero) e um orifício de comunicação desse intestino com o exterior (blastóporo). </li></ul><ul><li>Na organogênese ocorrerá a diferenciação dos tecidos e dos órgãos. </li></ul>
  5. 5. Desenvolvimento embrionário <ul><li>Segmentação ou clivagem </li></ul><ul><li>Vitelo é a reserva de nutrientes no interior do ovo para o desenvolvimento do embrião. A quantidade de vitelo é variável nos ovos de diferentes animais. </li></ul><ul><li>Quanto maior a quantidade de vitelo existente no ovo, menor a velocidade da divisão. </li></ul>
  6. 6. Desenvolvimento embrionário <ul><li>São dois tipos de segmentação: holoblástica e meroblástica. </li></ul><ul><li>Segmentação holoblástica: ocorre no ovo todo, em ovos: </li></ul><ul><ul><li>Alécitos (praticamente sem vitelo; maioria dos mamíferos); </li></ul></ul><ul><ul><li>Isolécitos ou oligolécitos (possui pouco vitelo, homogeneamente distribuído no citoplasma; nos equinodermos e cefalocordados - anfioxo); </li></ul></ul><ul><ul><li>Heterolécitos (muito vitelo, com distinção entre pólo animal – com o núcleo – e pólo vegetativo – com o vitelo; alguns peixes e anfíbios) </li></ul></ul>
  7. 7. Desenvolvimento embrionário <ul><li>A segmentação holoblástica pode ser subdividida em três tipos, conforme o tamanho das células formadas a partir da terceira clivagem. </li></ul><ul><li>Holoblástica igual: ocorre no ovo todo formando 8 blastômeros iguais; em ovos alécitos e isolécitos; </li></ul><ul><li>Holoblástica desigual: ocorre no ovo todo formando 8 blastômeros diferentes, 4 menores e 4 maiores; em ovos heterolécitos; </li></ul><ul><li>Holoblástica subigual: ocorre no ovo todo formando 8 blastômeros diferentes, 4 menores e 4 maiores, mas a diferença é menor que na desigual; em alguns ovos isolécitos. </li></ul>
  8. 8. Desenvolvimento embrionário <ul><li>Segmentação Meroblástica: ocorre só em parte do ovo e pode ser de dois tipos: </li></ul><ul><ul><li>Discoidal, em que as divisões ocorrem somente na região da célula sem vitelo, formando um disco de células sobre a massa de vitelo; em ovos telócitos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Superficial, em que as células embrionárias ficam na superfície do ovo; em ovos centrolécitos. </li></ul></ul>
  9. 9. Desenvolvimento embrionário <ul><li>Apesar dos diferentes tipos de segmentação (holoblástica e meroblástica), a segmentação ocorre em duas fases: </li></ul><ul><li>Mórula: devido à semelhança com uma amora, onde forma-se um maciço celular com poucas células; </li></ul><ul><li>Blástula: como um broto, aumenta o número de células e forma-se uma cavidade interna cheia de líquido, chamada blastocele. </li></ul>
  10. 10. Desenvolvimento embrionário <ul><li>Gastrulação </li></ul><ul><li>A gastrulação mais simples ocorre por embolia ou invaginação, onde, em determinado local do pólo vegetativo da blástula as células invaginam-se para o interior da blastocele, formando, assim, outra cavidade, o arquêntero ou intestino primitivo, que se comunica com o exterior por um orifício denominado blastóporo, que vai dar origem à boca ou ao ânus. </li></ul>
  11. 11. Desenvolvimento embrionário <ul><li>Os animais são classificados em dois grupos, dependendo do destino do blastóporo: </li></ul><ul><li>Protostômios, quando o blastóporo dá origem à boca ou, em alguns casos, à boca e ao ânus. São os platelmintos, moluscos, anelídeos e artrópodes; </li></ul><ul><li>Deuterostômios, quando o blastóporo dá origem ao ânus. São os equinodermos e cordados. </li></ul>
  12. 12. Desenvolvimento embrionário <ul><li>Na gastrulação também ocorre a diferenciação dos folhetos embrionários, que na organogênese darão origem aos tecidos e órgãos. </li></ul><ul><li>Animais diblásticos: apenas dois folhetos embrionários são formados na gástrula, o ectoderma, que reveste a gástrula externamente, e o endoderma, que reveste o arquêntero. São os cnidários; </li></ul><ul><li>Animais triblásticos: possuem três folhetos embrionários, sendo o ectoderma, o endoderma e o mesoderma. São os platemintos, moluscos, anelídeos, artrópodes, equinodermos e cordados. </li></ul>
  13. 13. Desenvolvimento embrionário <ul><li>Organogênese </li></ul><ul><li>Inicia ao final da gastrulação, com a diferenciação de tecidos a partir dos folhetos germinativos e a diferenciação de órgãos e sistemas. São três as etapas: </li></ul><ul><li>Neurulação </li></ul><ul><li>Anexos embrionários </li></ul><ul><li>Diferenciação de tecidos, órgãos e sistemas. </li></ul>

×