Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.
CENTENÁRIO
S
   2011
ALVES REDOL


 1911-1969
ANTÓNIO          ALVES        REDOL
nasceu no dia 29 de dezembro de
1911, em Vila Franca de Xira e faleceu a
29 de novembr...
Em       1936        torna-se
colaborador do jornal "O
Diabo", onde escreve contos
e crónicas e participando
também numa c...
A sua obra marca e
consolida o movimento Neo-
Realista      em     Portugal
demonstrando a preocupação
que Alves Redol tin...
A partir da experiência vivida
e documentada, trouxe para a
literatura uma nova forma de
intervenção política /cultural qu...
Cedo começou a trabalhar
dada a natureza modesta da
sua                  família.
Parte para Angola, aos 16
anos, procuran...
Regressou a Portugal três
anos depois e desenvolveu
em Lisboa várias atividades
profissionais. Junta-se ao
Movimento      ...
A obra de Alves Redol destaca-se:
Romances
Gaibéus (1940);
Marés (1941);
Avieiros (1942);
Fanga (1943);
Anúncio (1945);
Po...
Teatro
Maria Emília - 1945;
Forja - 1948;
O Destino Morreu de Repente - 1967

Contos
Nasci com passaporte de turista - 194...
GAIBÉUS
Primeiro livro de Alves Redol.
Muito interessante abordagem às gentes e
costumes da região, descrevendo a sua Etno...
modestas condições de vida dos
camponeses                  da
                     região
          ribatejana.

     Para...
Barranco de Cegos
Barranco de Cegos acaba por ser a
   biografia de uma personagem
    real, mas fundamentalmente
     sim...
é, fundamentalmente, a luta interior
e exterior de Diogo Relvas - que
simboliza    tanto   a    ideologia
conservadora de ...
Barranco de Cegos
É um dos maiores romances sobre Portugal, que nos dá a
conhecer a região do Ribatejo. É ainda um valioso...
Alves redol
Próximo SlideShare
Cargando en…5
×

de

Alves redol Slide 1 Alves redol Slide 2 Alves redol Slide 3 Alves redol Slide 4 Alves redol Slide 5 Alves redol Slide 6 Alves redol Slide 7 Alves redol Slide 8 Alves redol Slide 9 Alves redol Slide 10 Alves redol Slide 11 Alves redol Slide 12 Alves redol Slide 13 Alves redol Slide 14 Alves redol Slide 15 Alves redol Slide 16
Próximo SlideShare
What to Upload to SlideShare
Siguiente
Descargar para leer sin conexión y ver en pantalla completa.

0 recomendaciones

Compartir

Descargar para leer sin conexión

Alves redol

Descargar para leer sin conexión

1º CENTENÁRIO

  • Sé el primero en recomendar esto

Alves redol

  1. 1. CENTENÁRIO S 2011
  2. 2. ALVES REDOL 1911-1969
  3. 3. ANTÓNIO ALVES REDOL nasceu no dia 29 de dezembro de 1911, em Vila Franca de Xira e faleceu a 29 de novembro de 1969, na cidade de Lisboa. Em 1927 concluí o Curso Comercial e, no ano seguinte, vai para Angola, onde permanece cerca de três anos.
  4. 4. Em 1936 torna-se colaborador do jornal "O Diabo", onde escreve contos e crónicas e participando também numa conferência sobre arte, proferida em Vila Franca.
  5. 5. A sua obra marca e consolida o movimento Neo- Realista em Portugal demonstrando a preocupação que Alves Redol tinha da sua obra literária não se limitar somente ao campo da ficção.
  6. 6. A partir da experiência vivida e documentada, trouxe para a literatura uma nova forma de intervenção política /cultural que só seria possível através da denúncia das injustiças sociais.
  7. 7. Cedo começou a trabalhar dada a natureza modesta da sua família. Parte para Angola, aos 16 anos, procurando melhores condições de vida. Lá, conheceu a pobreza e o desemprego.
  8. 8. Regressou a Portugal três anos depois e desenvolveu em Lisboa várias atividades profissionais. Junta-se ao Movimento de Unidade Democrática (MUD), que se opunha ao regime do Estado Novo, e filia-se no Partido
  9. 9. A obra de Alves Redol destaca-se: Romances Gaibéus (1940); Marés (1941); Avieiros (1942); Fanga (1943); Anúncio (1945); Porto Manso (1945); Horizonte Cerrado (1949); Os Homens e as Sombras (1951); Vindima de Sangue (1953); Olhos de Água (1954); A Barca dos Sete Lemes (1958); Uma Fenda na Muralha (1959); Barranco de Cegos (1962); O Muro Branco (1966).
  10. 10. Teatro Maria Emília - 1945; Forja - 1948; O Destino Morreu de Repente - 1967 Contos Nasci com passaporte de turista - 1940; Espólio - 1943; Histórias Afluentes - 1963
  11. 11. GAIBÉUS Primeiro livro de Alves Redol. Muito interessante abordagem às gentes e costumes da região, descrevendo a sua Etnografia
  12. 12. modestas condições de vida dos camponeses da região ribatejana. Para escrever esta obra realizou trabalho de pesquisa, ouvindo histórias dos trabalhadores e documentando- se até sobre as técnicas do cultivo do arroz.
  13. 13. Barranco de Cegos Barranco de Cegos acaba por ser a biografia de uma personagem real, mas fundamentalmente simbólica de um potentado ribatejano, cuja história Redol nos relata a partir de 1891, ano da revolta republicana no Porto.
  14. 14. é, fundamentalmente, a luta interior e exterior de Diogo Relvas - que simboliza tanto a ideologia conservadora de uma classe dominante como a ideologia reacionária de uma classe decadente-contra a ideologia revolucionária das classes ascendentes. Redol dá-nos, dentro do romance português, o primeiro retrato magistral de um tal tipo de
  15. 15. Barranco de Cegos É um dos maiores romances sobre Portugal, que nos dá a conhecer a região do Ribatejo. É ainda um valioso documento de como os portugueses viveram outros momentos de crise, de revoltas sociais. Uma obra que devia ser lida por todos incluindo os nossos

1º CENTENÁRIO

Vistas

Total de vistas

3.376

En Slideshare

0

De embebidos

0

Número de embebidos

28

Acciones

Descargas

46

Compartidos

0

Comentarios

0

Me gusta

0

×