Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Jenkins, de onde veio e para onde vai

35 visualizaciones

Publicado el

Java Meetup SP - 2019

Publicado en: Tecnología
  • Sé el primero en comentar

  • Sé el primero en recomendar esto

Jenkins, de onde veio e para onde vai

  1. 1. Jenkins 2, de onde veio e para onde vai Fernando Boaglio @boaglio
  2. 2. Quem é Fernando Boaglio?
  3. 3. Passado (2004) Quem é Kohsuke Kawaguchi ? - Funcionário da Sun - Gostava de Lego - Programava em Java - Queria programar em Java EE - Gostava de programar projeto Open Source - No seu dia dia tinha um problema... @kohsukekawa
  4. 4. O dia a dia do programador...
  5. 5. O problema... Kohsuke era o cara que quebrava o build toda hora !
  6. 6. O desafio... E queria escrever um programa que descobrisse que o build estava quebrado antes dos colegas dele!
  7. 7. Nasce o projeto Hudson em 2004
  8. 8. Hudson introduz alguns conceitos Job – tarefa configurada no Jenkins (app web) Build – a execução de uma tarefa (gerar pacote) Artefato – é o resultado de um build (o pacote WAR) Executor – são as threads que rodam os jobs Workspace – área de trabalho de cada job (arquivos) Slaves – serviços remotos que se integram ao Hudsdon
  9. 9. Hudson controlando builds
  10. 10. Hudson ganha prêmios (2008)
  11. 11. Oracle compra Sun em 2009
  12. 12. Hudson como marca registrada (2011)
  13. 13. Jenkins 1.x
  14. 14. Jenkins 1.x ● existe há mais de 15 anos no mercado ● 1000+ plugins para suportar construção ● build e testes de “qualquer” tipo de projeto ● 2011 Kohsuke Kawaguchi recebeu o prêmio Google-O'Reilly Open Source Award.
  15. 15. Pipelines no Jenkins 1.x ● Gera pacote WAR ● Armazena no Artifactory ● Atualiza base de dados aceite (flyway) ● Deploy em aceite ● Atualiza base de dados produção (flyway) ● Deploy em produção
  16. 16. Meetups de Jenkins
  17. 17. Livros de Jenkins
  18. 18. Mas o Jenkins 1.x tinha problemas ● Instalação inicial complicada ● Muito trabalhoso duplicar pipeline ● Segurança padrão muito “aberta”
  19. 19. Presente
  20. 20. Jenkins 2.x ● 100% compatível com Jenkins 1.x ● Interface melhorada ● Suporte nativo ao pipeline ● Pipeline como código - Jenkinsfile
  21. 21. Jenkins 2.x – exemplo de pipeline
  22. 22. E para criar um plugin no Jenkins ?
  23. 23. Jenkins não usa banco de dados
  24. 24. Passo 1 de 3 – criar de um template
  25. 25. Passo 2 de 3 – Desenhe a tela - Jelly transforma um XML em um código executável (Jelly) - XML cuidará do input de dados
  26. 26. Passo 3 de 3 – Codifique a lógica - Use a API do Jenkins - E finalmente publique na conta do Github do Jenkins
  27. 27. Como criei um novo plugin https://github.com/jenkinsci/sqlplus-script-runner-plugin ● Dos mais de 1000 plugins existentes, não tinha nenhum que suportasse o Oracle SQL*Plus ● Facilidade de implementação ● Depois de criado, o plugin foi incorporado ao projeto Jenkins CI
  28. 28. SQLPlus Script Runner Plugin
  29. 29. SQLPlus Script Runner Plugin
  30. 30. SQLPlus Script Runner Plugin https://plugins.jenkins.io/sqlplus-script-runner
  31. 31. E o futuro ?
  32. 32. Futuro - Projeto Blue Ocean
  33. 33. Futuro - Projeto Blue Ocean Teste o Blue Ocean instalando o seu plugin
  34. 34. Futuro - Projeto Jenkins X Jenkins com Kubernetes focado em cloud https://jenkins-x.io
  35. 35. Futuro - Projeto Jenkins X https://jenkins-x.io
  36. 36. Futuro - Projeto Jenkins X https://jenkins-x.io
  37. 37. Futuro – perguntei ao mestre!
  38. 38. Futuro - Machine Learning “Jenkins pode ser útil para treinar um modelo”
  39. 39. Obrigado! @boaglio http://boaglio.com https://www.casadocodigo.com.br/products/livro-jenkins

×