Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

ERA DAS REVOLUÇÕES - REVOLUÇÃO FRANCESA E ERA NAPOLEÔNICA

178 visualizaciones

Publicado el

Revolução Francesa, Queda da Bastilha,República Jacobina, Direitos Humanos, França, Luis XVI, Absolutismo, Diretório, Robespierre, Período do terror, Napoleão Bonaparte, Era Napoleônica, Guerras Napoleônicas, Iluminismo

Publicado en: Educación
  • Sé el primero en comentar

ERA DAS REVOLUÇÕES - REVOLUÇÃO FRANCESA E ERA NAPOLEÔNICA

  1. 1. A REVOLUÇÃO FRANCESA (1789- 1799)
  2. 2. A Revolução Francesa marcou o fim da Idade Moderna e foi um movimento social e político que ocorreu na França em 1789 e derrubou o Antigo Regime de reis, abrindo o caminho para uma sociedade moderna com a criação do Estado democrático. Além disso, acabou influenciando diversos lugares no mundo, com os seus ideais de “Liberdade, Igualdade, Fraternidade” DEFINIÇÃO: O QUE FOI?
  3. 3. EM 1789 A FRANÇA IA MAL… No século XVIII(18) a França era governada por reis com poderes Absolutos. Em 1789 o rei era Luís XVI. Depois de 25 anos governando suas decisões o faziam cada vez menos amado pelo povo.
  4. 4. A população da França era dividida em 3 grupos sociais. O primeiro era o Clero, que reunia os bispos, padres e monges da igreja católica. Alguns eram Pobres e outros ricos. Más nenhum deles pagava impostos ao rei.
  5. 5. A segunda classe era a Nobreza. Eram parentes ou amigos do rei e ficavam com os melhores empregos como governadores, ministros e etc. Também não pagavam impostos ao rei.
  6. 6. E havia o Povo. A terceira e maior classe onde estava a maioria das pessoas como os Burgueses (ricos más não nobres), os artistas, comerciantes e trabalhadores pobres. Pagavam muitos impostos e sustentavam todo o país.
  7. 7. ENTÃO NA FRANÇA DAQUELA ÉPOCA O BONDE ROLAVA ASSIM... REI
  8. 8. 9 EEm um país tão injusto a raiva e indiginação crescia no campo e nas cidades. O rei gastava muito, as pessoas eram esmagadas por impostos e o preço do pão aumentava constantemente por causa das más colheitas.
  9. 9. 10 Para tentar resolver os problemas do País o rei Luis convoca uma Assembleia Geral (reunião) com os 3 estados para tentar rever a questão dos impostos.
  10. 10. 11 A REUNIÃO FOI ORGANIZADA ASSIM...
  11. 11. Más a Assembleia Geral não terminou bem. O primeiro e segundo estado votaram por nao pagarem impsotos e o Rei não deu ouvidos às reclamações do terceiro estado. O rei fecha a assembleia e tudo ia continuar da mesma forma.
  12. 12. O terceiro estado, descontente com a não aceitação da sua proposta de votação por cabeça e alegando constituir 98% da população, proclamou-se “ASSEMBLEIA NACIONAL”, ou seja, representante de toda a nação – ERA O INÍCIO DA REVOLUÇÃO.
  13. 13. 15 Juramento do Jogo da Péla, de Jacques-Louis David, Paris, 1791.
  14. 14. Luís XVI acaba cedendo. Ele pede que a nobreza e o clero se juntem ao terceiro estado para escrever a constituição. Más o rei temia problemas e pediu a seus soldados que cercassem Paris. Os Parisienses ficaram furiosos!
  15. 15. 14 JULHO DE 1789 Os parisienses reuniram-se diante da BASTILHA, uma antiga fortaleza que servia de prisãoe decidiram ataca-la para pegar os fuzis e canhões que eram guardados nela. ás armas, Cidadãos!
  16. 16. Tomada da Bastilha
  17. 17. A violência alastra, cometem-se barbaridades nunca vistas. As propriedades da nobreza e os conventos e igrejas são assaltados, incendiados e destruídos, obrigando muitos nobres à fuga e à conspiração. Preocupados com suas vidas, muitos nobres fugiram para outros paises. Esse período foi chamado de Grande Medo Peguem tudo do Castelo!!!
  18. 18. 20 O Massacre da Princesa de Lamballe, Léon Máxime Faivre, 1908
  19. 19. Em pânico por essa agitação, os deputados se reúnem em Versalhes. à noite, os nobres decidem desistir de todas as suas vantagens, naquela noite, era o fim da antiga França dos reis e dos nobres todo-poderosos PALÁCIO DE VERSALHES Renuncio a meus privilégios... Alguns dias depois, os deputados votam pela Declaração dos direitos do Homem e do Cidadão, ela diz que todos os homens são iguais entre si O rei não queria assinar a declaração. Para forçar sua assinatura, o povo o força a vir e se mudar para Paris com sua Família. Assim, os parisienses podiam monitorá-lo e vigia-lo.
  20. 20. 22
  21. 21. Art.1.º Os homens nascem e são livres e iguais em direitos (…) Art. 3.º O princípio de toda a soberania reside, essencialmente, na nação (…) Art. 6.º A lei é a expressão da vontade geral. (…) Ela deve ser a mesma para todos, seja para proteger, seja para punir. (…) Art. 11.º A livre comunicação das ideias e das opiniões é um dos mais preciosos direitos do homem; (…)
  22. 22. 24
  23. 23. ‘ NO SÉCULO 17, LÁ NA EUROPA, FILÓSOFOS E PENSADORES COMEÇARAM A QUESTIONAR VÁRIAS COISAS. SE TODOS NÓS SOMOS SERES HUMANOS, ENTÃO PORQUE UMA PESSOA É CHAMADA DE REI E PODE MANDAR E DESMANDAR, E AS OUTRAS SÃO CHAMADAS DE SÚDITOS E SÓ PODEM OBEDECER? SERÁ QUE É PORQUE DEUS DECIDIU ASSIM? ESSA NOVA FORMA DE PENSAR FOI CHAMADA DE ILUMINISMO. OS ILUMINISTAS ACHAVAM QUE OS HOMENS TINHAM SIDO FEITOS PARA PENSAR E CONSTRUIR UM MUNDO MELHOR, E NÃO PARA ACEITAR ORDENS, CALADINHOS. QUANDO ESSA IDEIA SE ESPALHA ENTRE O POVO FRANCES, O SENTIMENTO DE QUE TUDO DEVIA MUDAR INVADE TODOS... AS IDEIAS ILUMINISTAS RODAM O MUNDO E MUDAM A MANEIRA DE MUITA GENTE PENSAR
  24. 24. Como foram distribuídos os poderes na Constituição francesa de 1791?
  25. 25. VAMOS REFLETIR UM POUCO? Veja o video explicativo sobre os 3 poderes. Essa é a forma de governo democrática exercida no Brasil e em todos os paises democráticos. VAMOS DIVIDIR A SALA EM 3 GRUPOS E REPRESENTAR ESSES PODERES EM UMA ATIVIDADE. OS 3 PODERES
  26. 26. Uma grande festa é realizada em Paris e várias cidades da França. É a festa da federação. todos participam da preparação, ex-nobres e pessoas comuns. Sua finalidade? para celebrar a nação e a reconciliação de todos os franceses é ré r
  27. 27. O rei também estava presente na festa. Nesta ocasião, ele jura ser fiel às leis da nova constituição Juro respeitar a constituição! Devemos acabar com esses revolucionários... Mas Luís XVI não é sincero ... em frente aos deputados ele aceita a revolução. E em segredo, ele pede a outros países para ajudá-lo contra a revolução.
  28. 28. À meia-noite, Luís XVI fugiu de Paris em uma carruagem com sua esposa, para a rainha Maria Antonieta, seus dois filhos e sua irmã. Ele pretende sair da França e buscar ajuda na Austria. A família real em Fuga
  29. 29. Durante esta fuga, a rainha deve fingir ser uma baronesa russa que viaja com sua família. o rei e sua irmã, eles estão disfarçados de simples domésticos ... na estrada, em uma pausa para trocar de cavalo o rei paga pelos novos animais e é reconhecido por causa de seu retrato impresso na nota. Más é você nessa nota!
  30. 30. Os soldados são avisados ​​e param a carruagem na aldeia seguinte. Eles levam o rei e sua família de volta para Paris. A fuga falhou! Algo se rompeu entre Luis XVI e a França. Ele continua sendo o rei, mas ele definitivamente perdeu a confiança do povo. Sendo reconduzido ao Palácio em Paris onde, estando sob suspeita de traição, passou a ser mantido vigiado.
  31. 31. Temendo que a revolução chegasse a seu país os reis da Áustria e da Prússia declaram guerra a França. A França estava sendo derrotada e o exército da Prússia avançava até Paris.
  32. 32. Enquanto isso O rei Luís XVI e sua família foram acusados de trair a França e Jogados na Prisão. Soldados reúnem-se de toda a França para defender sua pátria em perigo. Ricos, nobres e camponeses lutam lado a lado e em uma importante vitória contra a Prússia, que dá coragem aos revolucionário
  33. 33. Os deputados decidem que devem julgar o rei. No final do julgamento, ele foi condenado à morte. Em 21 de janeiro de 1793, Luís XVI e sua família foram guilhotinados em Paris. Franceses, eu morro inocente. Más perdoo meus inimigos Depois da vitória contra a Prússia os deputados da França proclamam a república. Não há mais rei na França. Louis XVI voltaria a ser Louis Capet seu nome de batismo, agora o rei era um cidadão comum como todos os outros.
  34. 34. ERA O FIM DO REGIME ABSOLUTISTA DO REI ACIMA DE TODOS.
  35. 35. no oeste do país, muitos nobres e camponeses se recusam a lutar por essa revolução que matou seu rei. Eles se revoltaram. Era o começo de uma nova guerra terrível entre os franceses. Maximilen de Robespierre e seus amigos tomam o poder. Estes são os revolucionários mais impetuosos. Eles abolem a escravidão, inventam a educação compulsória e tentam melhorar a vida dos mais pobres. No entanto, a república continuava frágil...
  36. 36. 38 A CONVENÇÃO DO TERROR
  37. 37. 39
  38. 38. 40
  39. 39. Para Robespierre, todos os meios eram validos para salvar a revolução. Com seus amigos, ele prendia e julgava aqueles que ele suspeita serem inimigos. Em questão de meses 35.000 pessoas são guilhotinadas na França, o equivalente a uma pequena cidade ... Foi um momento da história chamado de Período doTerror. devemos eliminar os traidores da revolução!
  40. 40. Os amigos de Robespierre, preocupados com suas vidas, acabam prendendo-o. Julgado, ele é executado e os Girondinos tomam o poder. A calma então parece retornar à França. No entanto, os antigos partidários do rei não desistiram completamente da retomada do poder. Finalmente, as coisas se acalmaram! Aproveitem agora, pois a republica terá seu fim!
  41. 41. MELHORE SEUS CONHECIMENTOS… PESQUISE NA INTERNET O SIGNIFICADO DO TERMO “SUFRÁGIO UNIVERSAL” E ESCREVA EM SEU CADERNO A IMPORTANCIA DELE PARA O POVO DE UM PAÍS.
  42. 42. Em 1795, os defensores do “absolutismo dos reis” se revoltam e tentam atacar a assembleia de deputados. Eles são presos por um jovem geral, que rapidamente se torna o herói do povo. Ele era Napoleão Bonaparte ... Quatro anos depois, em 1799, o próprio Napoleão da um golpe na república e se torna Consul da França, em 1804 ele foi coroado imperador. Era o fim da Revolução!
  43. 43. • Cancelada distribuição de terras e do ensino gratuito.
  44. 44. 48 "Invocando o direito natural, tal qual os americanos, a Revolução Francesa conferiu à sua obra um caráter universal que a liberdade britânica não possuía, e afirmou esse caráter com muito mais força. Ela não proclamou apenas a república: instituiu o sufrágio universal. Ela não liberou apenas os brancos: aboliu a escravidão. Ela não se contentou com a tolerância: mas reconheceu a liberdade de consciência, admitiu os protestantes e os judeus na cidade e, criando um estado civil, reconheceu a cada um o direito de não aderir a nenhuma religião." Georges Lefebvre, "La Place de la Révolution Française dans l'Histoire du Monde,"Annales. Économies, Sociétés, Civilisations. (Juillet - Septembre 1948), p 264. MELHORE SEUS CONHECIMENTOS... 1.Pesquise duas razões que justifiquem a importância do direito natural depois relacione com o caráter universal à Revolução Francesa. 2. Pesquise a diferença entre igualdade e equidade e traga para um debate em sala de aula.
  45. 45. 49 1799 tem início a Era de Napoleão..
  46. 46. 50
  47. 47. Em 09 de novembro de 1799 (18 de Brumário pelo calendário revolucionário) Napoleão derrubou o Diretório e instaurou o Consulado, assumindo como primeiro Cônsul. Apenas três anos depois, o general foi aclamado cônsul vitalício garantindo o direito de indicar seu sucessor. Assim, apesar de compartilhar o poder com outros dois cônsules, o general passou a concentrar todo o poder em suas mãos Em 1804 foi realizado um plebiscito onde quase 60% dos votantes optaram pelo fim da república e pelo retorno do regime monárquico. No início de dezembro de 1804 Napoleão foi coroado imperador da França.
  48. 48. Em 1804, é publicado o Código Civil, também designado Código Napoleónico e que influenciará muitos outros códigos na Europa e no Mundo. O Código Napoleónico consagra os princípios do individualismo burguês, protege a propriedade privada, garante a igualdade de todos perante a lei e assegura liberdades individuais. Institui-se o casamento civil e a possibilidade do divórcio. A BASE DAS LEIS MODERNAS
  49. 49. Código Civil Napoleônico:  Abolia definitivamente os privilégios do clero e da nobreza,  Direito a propriedade privada  Igualdade de todos perante a lei.  reforma na educação (educação voltada a criação de trabalhadores)  execução de grandes obras públicas  Restabelecia a escravidão nas colônias  Proibia trabalhadores de entrar em greve ou se organizar. Influenciou demais códigos no ocidente.
  50. 50. Em 1805 Inglaterra, Áustria, Prússia e Rússia uniram-se e declararam guerra à França. Temendo a revolução e as mudanças que ela trazia as principais monarquias europeias organizaram uma coligação para enfrentar os exércitos franceses.
  51. 51. Com um Exército poderoso, Napoleão conquistou grande parte da Europa, algumas bem sucedidas, resultaram na anexação de alguns territórios na Itália, na Espanha e no Leste Europeu (reinos Germânicos e Austríaco)
  52. 52. Más Napoleão não conseguia vencer a Inglaterra, “Rainha dos Mares”. Para enfraquecer a Inglaterra, Napoleão decretou o Bloqueio Continental, que proibia os países da Europa continental de comercializarem com os ingleses. A ideia era simples: o país europeu que ousasse fazer comércio com a Inglaterra sofreria com a vingança de napoleão
  53. 53. Nada de negócios com a Inglaterra! Ou então já sabem... BLOQUEIO CONTINENTAL IMPOSTO POR NAPOLEÃO EM 1806
  54. 54. MELHORE SEUS CONHECIMENTOS… Veja o documentário A Obsessão de Napoleão: Egito Veja a relação entre napoleão e o Egito e responda as questões propostas pelo professor.
  55. 55. NAPOLEÃO AJUDOU O BRASIL?
  56. 56. Napoleão Bonaparte fizera o ultimato a Portugal: ou D. João VI apoiava a Inglaterra contra os interesses franceses, ou então ajudava a França, declarando-se inimigo dos ingleses. Pressionado D. João decide fugir para o Brasil, fato que acabou levando a nossa independência como pais em 1822. Ou seja, mesmo sem querer napoleão Ajudou o Brasil. Em seus últimos anos de vida, passados em exílio na ilha de Santa Helena (após a derrota na batalha de Waterloo frente ao Duque de Wellington) Napoleão escreveu as suas memórias. Nunca esqueceu D. João VI: “Foi o único me enganou”.
  57. 57. O Bloqueio Continental não surtiu o efeito esperado, pois a Inglaterra continuou comercializando com a América. A Rússia, em 1810, voltou a comercializar abertamente com a Inglaterra. Irritado Napoleão decidi invadir A Russia. Exército de Bonaparte, despreparado para o severo clima, foi derrotado terrível “inverno Russo”.
  58. 58. Inglaterra, Prússia, Rússia e Império Austríaco, aproveitaram-se do momento delicado vivido pelos franceses e invadiram Paris no dia 06 de abril de 1814. Sem apoio político Napoleão vê-se forçado à rendição e é enviado para o exílio, na ilha mediterrânica de Elba. A monarquia é restaurada.
  59. 59.  Os vencedores impuseram um novo rei: Luís XVIII, irmão do rei guilhotinado.  Os camponeses se agitaram e a burguesia rejeitou o retorno do antigo regime. Espere até eu escapar daqui Playboy!
  60. 60. No início de 1815, Napoleão fugiu de Elba e desembarcou na França, onde foi recebido como herói. O impopular Rei Luís XVIII fugiu do país e Bonaparte assumiu seu lugar. Foi o Governo dos cem dias. Sai do meu trono paquito!
  61. 61. Porém, dessa vez os ingleses lideraram um coligação militar com mais de 1 milhão de soldados e derrotaram definitivamente as forças de Bonaparte na Batalha de Waterloo em 1815.
  62. 62. Com a Derrota em Waterloo, Napoleão foi preso por seus inimigos e mandado para Santa Helena, minúscula ilha localizada no Atlântico, onde permaneceu até a morte, em 1821. Era e fim do império de Napoleão.
  63. 63. Congresso de Viena: As nações vencedoras reuniram-se em 1815 com o propósito de tirar proveito do fim do Império Napoleônico: • Nova divisão do mapa da Europa. • Princípio da Legitimidade: cada país europeu deveria voltar a ser governado por reis das mesmas famílias que ocupavam o trono antes da Revolução Francesa. • Santa Aliança: organização militarizada que envolvia Prússia, Áustria e Rússia. Achavam-se no direito de intervir militarmente em qualquer país onde estivessem ocorrendo movimentos liberiais. TUDO VOLTOU COMO ANTES! SERÁ?
  64. 64. Se hoje vivemos em um regime democrático, em que (pelo menos em tese) todos são considerados iguais perante à lei, agradeça à multidão francesa que se rebelou contra o reinado de Luís 16 e tentou colocar na prática o lema de "Liberdade, Igualdade, Fraternidade". Ela deu o fim do sistema absolutista e dos privilégios da nobreza. O povo ganhou mais autonomia e seus direitos sociais passaram a ser respeitados. A vida dos trabalhadores urbanos e rurais melhorou significativamente, a escola passou a ser preocupação dos estados, assim como a liberdade e a propriedade individual. Por outro lado, a burguesia conduziu o processo de forma a garantir seu domínio social. A nobreza foi substituída pela classe burguesa e capitalista e a partir de então a maioria das sociedades no mundo baseia seu poder e privilégios não mais no sangue e parentescos com reis, mais na quantidade de dinheiro que se possui. O LEGADO DA REVOLUÇÃO! O que ela nos deixou?
  65. 65. MELHORE SEUS CONHECIMENTOS… Veja o vídeo primavera dos povos que deu continuidade a revolução Francesa e responda as questões propostas pelo professor.
  66. 66. VEJA O DOCUMENTARIO A REVOLUÇÃO FRANCESA LEIA TAMBÉM OS LIVROS: A Era das Revoluções. Erick Hobsbawn A sombra da guilhotina, Hilary Mantel MELHORE SEUS CONHECIMENTOS:

×