Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Questionario. teorias sociais

2.280 visualizaciones

Publicado el

Questionário relativo a aula sobre as teorias sociais do século XIX.

Publicado en: Educación
  • Inicia sesión para ver los comentarios

Questionario. teorias sociais

  1. 1. Apostila de exercícios de história- Prof. Lamarão – 1º ano. Entrega no dia da prova 1. Conhecido como um dos mais importantes teóricos do liberalismo econômico do século XVIII, Adam Smith afirmava que, ao promover o interesse pessoal, o indivíduo contribuía para o interesse geral e coletivo. Neste sentido, o principal impacto de seu livro, O Ensaio sobre a Riqueza das Nações, foi o de justificar fortemente, a busca desenfreada do enriquecimento individual. Com base nesta afirmativa: Apresente duas características do liberalismo econômico: 2. (Pucmg - adaptado) O que propunha o chamado socialismo científico, formulado por Marx e Engels no século XIX. 3. (Mackenzie) Os primeiros socialistas, ao formularem profundas críticas ao progresso industrial, estavam ainda impregnados de valores liberais. Atacando os grandes proprietários, mas tendo, em geral, muita estima pelos pequenos, esses teóricos acreditavam que pudesse haver um acordo entre as classes. Cláudio Vicentino e Gianpaolo Dorigo A quais socialistas os historiadores acima estão se referindo? Apresente as principais ideias de um destes pensadores. 4. Em oposição ao liberalismo temos vários filósofos pensando um sistema que seria ideal. Denomine e explique tal sistema. 5. Conceitue Liberalismo. 6. Conceitue socialismo. 7. Apresente as principais diferenças entre o socialismo utópico e o socialismo científico. 8. Conceitue o anarquismo. 9. Apresente as principais diferenças entre anarquismo e socialismo científico. 10. Conceitue o positivismo. 11. Conceitue a doutrina social cristã. 1. (Fatec) "Os sofrimentos dos combatentes e da retaguarda levaram-nos a associar espontaneamente o regime capitalista e a guerra, a considerar que esta guerra não era a 'sua guerra'; o prestígio das classes dirigentes, que não souberam evitar o conflito, nem abreviá-lo ou poupar as vidas humanas, debilitou-se tanto mais quanto o enriquecimento rápido e espetacular de toda uma parte dessas classes contrastava com o luto e a aflição das massas. Por um momento submergidos, no início das hostilidades, pela vaga nacionalista, os conflitos de classe reaparecem, mais vigorosos e exacerbados por quatro anos de miséria. As classes dirigentes têm consciência do fato, e o medo do contágio revolucionário cria em seu meio um intenso terror que se manifesta na vontade de destruir este novo Estado, onde, pela primeira vez, o socialismo transporta-se do terreno da teoria para o das realidades. A união do mundo branco está rompida; doravante não haverá
  2. 2. mais neutros; conscientemente ou não, é em relação à Revolução Russa - objeto de receios e repulsa para uns, de esperança para outros - que se classificarão governos, partidos e simples particulares." (CROUZET, M. - HISTÓRIA GERAL DAS CIVILIZAÇÕES 15 - A ÉPOCA CONTEMPORÂNEA) A partir da descrição do autor, é correto afirmar que: a) o socialismo seria a única solução para evitar uma luta de classes. b) o medo do socialismo levaria o empresariado a apoiar ações contrárias, e isso provocou, mais tarde, o estabelecimento do fascismo e do nazismo. c) a passagem das idéias do socialismo à prática levou toda a Europa a se conscientizar do perigo comum. d) a união do mundo branco rompeu-se e, após a Revolução Russa, provocou reflexos imediatos na libertação dos povos coloniais. e) a Europa saiu da guerra mais nivelada politicamente, pois a guerra acabou com as grandes fortunas, dando chances para uma estabilização sócio-econômica. 2. (Fatec) "A queda da burguesia e a vitória do proletariado são igualmente inevitáveis (...). Os proletários nada têm a perder com ela, a não ser as próprias cadeias. E têm um mundo a ganhar. Proletários de todos os países, uni-vos". Esse trecho, extraído do Manifesto Comunista de Marx e Engels, foi escrito no contexto histórico marcado a) pelo acirramento das contradições políticas, econômicas e sociais decorrentes do processo conhecido como Revolução Industrial. b) pelos conflitos entre trabalhadores e patrões que começaram a pontuar os países capitalistas a partir da ocorrência da Revolução Russa. c) pela afirmação dos Estados Unidos como potência imperialista com interesses econômicos e políticos em várias regiões do planeta. d) pelo confronto entre vassalos e suseranos, no momento de ápice da crise do modo de produção feudal e de enfraquecimento da autoridade religiosa. e) pelo incremento das contestações populares às diretrizes políticas implantadas pelos regimes autoritários que floresceram na Europa, na primeira metade do século XX. 3. (Mackenzie) Os primeiros socialistas, ao formularem profundas críticas ao progresso industrial, estavam ainda impregnados de valores liberais. Atacando os grandes proprietários, mas tendo, em geral, muita estima pelos pequenos, esses teóricos acreditavam que pudesse haver um acordo entre as classes. Cláudio Vicentino e Gianpaolo Dorigo Os historiadores acima estão se referindo aos: a) socialistas científicos. b) socialistas utópicos. c) anarquistas. d) marxistas. e) socialistas liberais. 4. (Pucmg) Na segunda metade do século XIX, surgiu o "socialismo científico", cujo teórico mais importante foi Karl Heinrich Marx. São elementos fundamentais do pensamento marxista, EXCETO: a) o materialismo dialético. b) a interpretação econômica da história c) o conceito de luta de classes. d) a teoria da mais-valia. e) o princípio de não-intervenção estatal.

×