Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Slide revoluçao industrial - 1a fase

13.868 visualizaciones

Publicado el

Slide acerca da revolução industrial, em especial a sua primeira fase, ocorrida na Inglaterra no século XVIII. - com base no slide produzido pelo prof. Danilo Eduardo Mirada, retirado do slideshare

Publicado en: Empresariales, Tecnología
  • Inicia sesión para ver los comentarios

Slide revoluçao industrial - 1a fase

  1. 1. REVOLUÇÃOINDUSTRIAL<br />Prof°Lamarão<br />Adaptado de slide extraído da internet:<br />http://www.slideshare.net/daniloeduardomiranda/revolucao-industrial<br />
  2. 2. Antecedentes<br />Revolução Comercial<br /> -> Expansão dos Mercados<br /> + Acumulação de Capitais<br />Burguesia no poder político e econômico<br />Investimentos em inovações tecnológicas visando aumentar a produtividade<br /> -> máquinas<br />
  3. 3. O que foi ?<br />“Conjunto de transformações técnicas, econômicas e sociais caracterizadas pela substituição da energia física pela mecânica, da ferramenta pela máquina e da manufatura pela fábrica.”<br />
  4. 4. Fatores p/ que ocorresse<br />Acumulação de Capitais<br />Existência de Matérias-primas<br />Mão-de-obra Barata<br />Existência de Mercados Consumidores<br />
  5. 5. Pioneirismo Inglês<br />Revolução Inglesa, regime liberal no poder, burguesia<br />Cercamentos = liberaram mão-de-obra e mecanizaram a agricultura, permitindo alimentar as populações das cidades<br />Mão-de-obra barata abundante<br />Ricas jazidas de carvão<br />Progresso nas ciências aplicadas<br />Próspero comércio colonial<br />Infraestrutura naval e burguesia empreendedora<br />
  6. 6. Principais inventos<br />(1ª fase)<br />1782 – James Watt, máquina a vapor que passa a ser usada em larga escala<br />TEAR MECÂNICO<br />MÁQUINAS A VAPOR<br />
  7. 7. FERRO<br />Material Industrial Básico<br />VAPOR<br />Principal Fonte Energética<br />TÊXTIL<br />SetorPredominante<br />
  8. 8. Novo modo de produção<br />Separação Trabalho – Capital<br /> -> Capitalista = dono dos meios de produção<br />-> Proletário = trabalhador assalariado<br />Trabalho = mercadoria que o trabalhador vende em troca de um salário<br />Declínio da produção artesanal, produção em larga escala = Fábricas<br />
  9. 9. Aumento da produção, barateamento dos custos, mais fácil acesso aos bens de consumo<br />Produção para um mercado desconhecido<br />Concentração da produção industrial em centros urbanos – industriais<br />Surgimento da classe operária<br />Oficinas artesanais deram lugar ao sistema fabril, onde a máquina homogeneiza o trabalho humano e acentua-se a divisão social do trabalho<br />
  10. 10.
  11. 11. Consequências<br />Econômicas:(“fim da escravidão”)<br /> -> modo de produção capitalista se torna o modo de produção dominante<br /> -> IMPERIALISMO = busca de mercados para extrair matérias-primas e vender manufaturados<br /> - Inglaterra e França = impérios coloniais na Ásia e África (partilha)<br /> - conflitos ( = 1ª guerra )<br />
  12. 12. Sociais:<br /> -> surgimento de gravíssimas questões sociais<br /> -> jornada de trabalho de 15/16h por dia<br /> -> salários miseráveis<br /> -> péssimas condições de trabalho<br /> -> salários pagos em vales<br /> -> habitações de péssimas condições<br /> -> exploração do trabalho infantil e feminino<br />
  13. 13. Os movimentos sociais<br />O ludismo:ocorrido na Inglaterra entre os anos de 1811 e 1812 eram contrários aos avanços tecnológicos, os ludistas protestavam contra a substituição da mão-de-obra humana por máquinas. O nome deriva de um dos seus líderes, Ned Ludd.  <br />Com a participação de operários das fábricas, os "quebradores de máquinas", como eram chamados os ludistas, fizeram protestos e revoltas radicais. Invadiram diversas fábricas e quebraram máquinas e outros equipamentos que consideram os responsáveis pelo desemprego e as péssimas condições de trabalho no período.<br />
  14. 14. Os movimentos sociais (2)<br />O cartismo caracteriza-se como um movimento social inglês que se iniciou na década de 30 do século XIX . Inicialmente fundou-se na luta pela inclusão política da classe operária, representada pela associação Geral dos Operários de Londres (London WorkingMen'sAssociation). Teve como principal base a carta escrita pelos radicais William Lovett e Feargus O'Connor intitulada Carta do Povo, e enviada ao Parlamento Inglês.<br />Naquele documento percebem-se as seguintes exigências:<br />Sufrágio universal masculino(o direito de todos os homens ao voto);<br />Voto secreto através da cédula;<br />Eleição anual;<br />Igualdade entre os direitos eleitorais;<br />Participação de representantes da classe operária no parlamento;<br />E que os parlamentos fossem remunerados.<br />
  15. 15. -> aumento do desemprego, exploração excessiva dos trabalhadores, surgimento das ideologias revolucionárias...<br />Horas de trabalho por semana para trabalhadores adultos nas indústrias têxteis:<br /> 1780 - em torno de 80 horas por semana<br /> 1820 - 67 horas por semana<br /> 1860 - 53 horas por semana<br />
  16. 16. Políticas:<br /> -> Burguesia no poder, aplicação do Liberalismo<br />“lassezfaire, laissezpasser”<br /> (deixai fazer, deixar passar)<br />“plena igualdade de direito, desigualdade de fato” -> sociedade baseada no dinheiro e na instrução<br />
  17. 17. Fim...?<br />

×