Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar

74.392 visualizaciones

Publicado el

Um breve pp sobre o Universo e seus objetos celestes, como nos podemos orientar no céu noturno e no céu diurno e as distância utilizadas dentro e fora do Sistema Solar

  • Inicia sesión para ver los comentarios

O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar

  1. 1. O UNIVERSO O QUE EXISTE NO UNIVERSO
  2. 2. Como começou o Universo? • À cerca de 15 mil milhões de anos ocorreu uma grande explosão a partir de uma pequena bola, que foi o responsável pela formação do Universo BIG - BANG (GRANDE EXPLOSÃO)
  3. 3. Como é constituído o Universo? • O Universo é construído por tudo o que existe, como por exemplo: Planetas, estrelas, asteróides, luas, galáxias, poeiras, buracos negros, cometas …
  4. 4. Como distinguir os corpos celestes? • Quando olhamos para o céu podemos distinguir os vários corpos celestes, por a sua luminosidade …. • Corpos com luz própria – ESTRELAS • Corpos sem luz própria – PLANETAS • Conjunto de estrelas ligadas por linhas imaginárias que formam figuras - CONSTELAÇÕES
  5. 5. As galáxias • O Universo é formado por milhões de Galáxias. • As Galáxias são constituídas por milhões de estrelas, gases e poeiras, planetas. • Estão agrupadas em Enxames de Galáxias e em Super enxames.
  6. 6. As Formas das galáxias Espiral Têm várias formas Elíptica Irregular
  7. 7. Nós no Universo Sistema Solar Cidade de Luanda País Angola Planeta Terra
  8. 8. Nem sempre foi assim…. No início quando o Homem começou a observar o céu, olhava-o sem instrumentos, criou histórias e lendas….
  9. 9. 1º Modelo No século II d.C. PTOLOMEU disse que a TERRA era o CENTRO DO UNIVERSO MODELO GEOCÊNTRICO
  10. 10. Modelo Geocêntrico
  11. 11. 2º Modelo No século XVI NICOLAU COPERNICO Depois de muitos estudos chegou à conclusão que O SOL era o CENTRO DO UNIVERSO MODELO HELIOCÊNTRICO
  12. 12. Modelo Heliocêntrico
  13. 13. Confirmação do 2º modelo • Mais tarde Galileu Galilei construiu a primeira luneta astronómica e através dela realizou observações que lhe permitiram comprovar que Copérnico estava certo.
  14. 14. Como nos podemos orientar com a ajuda das estrelas. Localização da estrela Polar. Orientação Nocturna e Diurna. Distâncias no Universo
  15. 15. Como nos podemos orientar com a ajuda das estrelas
  16. 16. Instrumentos de Orientação Durante os descobrimentos, navegadores como Vasco da Gama observavam as estrelas para se orientarem no caminho. Vasco da Gama Os instrumentos de navegação / orientação utilizados na altura eram: Quadrante Astrolábio
  17. 17. As constelações • Os Antigos associaram as constelações a figuras (ursos, cavalos, figuras humanas, etc), podemos então afirmar que as Constelações são figuras imaginárias que agrupam várias estrelas.
  18. 18. Orientação nocturna • Através das estrelas podemos encontrar os quatro pontos cardeais. • A Estrela Polar é a estrela mais a norte e a única estrela que parece não se mover, porque está no alinhamento do eixo de rotação da Terra.
  19. 19. Localização da Estrela Polar Na figura aparecem os nomes das estrelas principais que constituem a Ursa Maior, Merak e Dubhe, se prolongarmos essa distância 6 vezes encontramos a Estrela Polar (Polaris), que se encontra na cauda da Ursa Menor
  20. 20. Se olharmos para a Estrela Polar, o ponto cardeal que temos à nossa frente é o Norte, a trás de nós o Sul à nossa direita o este e à nossa esquerda o Oeste.
  21. 21. Orientação Nocturna Devido ao facto de a Terra ser redondo, os habitantes do Hemisfério Norte vêm estrelas e constelações diferentes daquelas que são vistas pelos habitantes do Hemisfério Sul. Hemisfério Norte Hemisfério Sul
  22. 22. Orientação Nocturna – A Estrela Polar Para o Hemisfério Norte, existe uma estrela que se mantém sempre na mesma posição na esfera celeste. Essa estrela é a Estrela Polar (Polaris). A Estrela Polar está na cauda da constelação Ursa Menor. Esta estrela indica-nos o Norte. Se estivermos voltados para a Estrela Polar, estamos virados para Norte.
  23. 23. Orientação Nocturna Se estiveres no Hemisfério Sul, podes orientar-te por uma constelação que te indica o Sul. Essa constelação chama-se Cruzeiro do Sul.
  24. 24. Orientação diurna • No Hemisfério Norte, ao meio dia, o Sol atinge a sua altura máxima, encontrando-se sempre o ponto Cardeal Sul. Por essa razão, a nossa sombra indica o Pólo Norte ao meio dia solar.
  25. 25. Mapas Celestes • Para localizarem as constelações no céu, os astrónomos usam os Mapas Celestes, através da Coordenadas Celestes. • As coordenadas Celestes são: Altura e o Azimute. • O ponto mais alto da esfera celeste é o Zénite
  26. 26. Determinação da posição de um astro a partir das coordenadas celestes
  27. 27. Distâncias no Sistema Solar e Universo
  28. 28. 1 UNIVERSO Sumário – Distâncias no Universo Exercícios Que unidades se usam para medir distâncias no nosso dia-a-dia? Um caracol percorre, em média, uma distância de 12 centímetros por minuto. Uma pessoa a caminhar percorre, em média, uma distância de 80 metros por minuto. Um automóvel, numa viagem do Porto a Lisboa percorre, em média, uma distância de 90 quilómetros por hora. Para exprimirmos distâncias no nosso dia-a-dia, usamos, por exemplo, o centímetro, o metro e o quilómetro.
  29. 29. Que unidade se usa para medir distâncias no Sistema Solar? A Lua encontra-se a 384 400 km da Terra. A Terra encontra-se a cerca de 150 000 000 km do Sol. Distâncias expressas em metros ou em quilómetros, entre planetas ou entre planetas e o Sol, dão números demasiado grandes… Para exprimir distâncias no Sistema Solar, os astrónomos usam a unidade astronómica.
  30. 30. A unidade astronómica  Uma unidade astronómica (UA) é a distância média da Terra ao Sol.  Esta distância é cerca de 150 milhões de quilómetros. 1 UA ≈ 150 000 000 km Se compararmos as distâncias entre a Terra e os planetas e a Terra e as estrelas (para além do Sol) verificamos que estas são muito maiores… Os astrónomos usam outras unidades.
  31. 31. Alfa de Centauro é a estrela mais próxima de nós a seguir ao Sol; encontra-se a cerca de 40 000 000 000 000 km da Terra. Esta distância é muito, muito grande! É cerca de 7 000 vezes superior à distância a que Plutão se encontra da Terra!... Para medir distâncias para além de Sistema Solar, os astrónomos usam unidades, sendo uma delas o ano-luz (a.l.).
  32. 32. O ano-luz Um ano-luz (a.l.) é a distância percorrida pela luz, no vácuo, durante um ano. 1 a.l. ≈ 9 460 800 000 000 km Repara! Se a velocidade da luz no vácuo é de 300 000 km/s, então a luz percorre cerca de:  300 000 km em um segundo  9 460 800 000 000 km em um ano Porquê
  33. 33. 1 a.l. ≈ 9 460 800 000 000 km Como sabemos? Se a luz percorre 300 000 km por segundo, então, percorre:  18 000 000 km por minuto Se 1 minuto = 60 segundos é 300 000 km x 60 = 18 000 000 km  1 080 000 000 km por hora Se 1 hora = 60 minutos é 18 000 000 km x 60 = 1 080 000 000 km  25 920 000 000 km por dia Se 1 dia = 24 horas é 1 080 000 000 km x 24 = 25 920 000 000 km  9 460 800 000 000 km por ano Se 1 ano ≈ 365 dias é 25 920 000 000 km x 365 = 9 460 800 000 000 km
  34. 34. A quantos anos-luz se encontra Alfa de Centauro da Terra? Alfa de Centauro encontra-se a 40 000 000 000 000 km da Terra. Então: 1 a.l. 9 460 800 000 000 km x a.l. 40 000 000 000 000 km x= 1 a.l. x 40 000 000 000 000 km 9 460 800 000 000 km x = 4,2 a.l. A estrela Alfa de Centauro encontra-se a 4,2 a.l. da Terra. Repara! Se Alfa de Centauro se encontra a 4,2 a.l. da Terra, a luz que hoje vemos “saiu” da estrela há 4,2 anos!...

×