Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

O Fator de Impacto do ISI e a avaliação da produção científica : aspectos conceituais e metodológicos

8.641 visualizaciones

Publicado el

Apresentação feita no Centro de Estudos do Instituto Oswaldo Cruz (IOC) sobre "Avaliação da qualidade da produção cientifica: desafios e perspectivas" - 9 jun. 2006, Rio de Janeiro, Brazil

  • Sé el primero en comentar

O Fator de Impacto do ISI e a avaliação da produção científica : aspectos conceituais e metodológicos

  1. 1. O Fator de Impacto do ISI e a avaliação da produção científica : aspectos conceituais e metodológicos Letícia Strehl Universidade Federal do Rio Grande do Sul Biblioteca Central
  2. 2. Tipos de Indicadores Bibliométricos usados na avaliação da produção científica <ul><li>Indicadores de produtividade </li></ul><ul><li>Indicadores de impacto </li></ul>
  3. 3. Indicadores de Impacto <ul><li>Fonte de informação: citações feitas a trabalhos científicos </li></ul><ul><li>Premissa: trabalhos importantes são freqüentemente citados na literatura </li></ul>
  4. 4. O Papel do ISI e de Eugene Garfield
  5. 5. Principais Publicações do Institute for Scientific Information <ul><li>Citation Index </li></ul><ul><li>Journal Citation Reports </li></ul><ul><ul><li>Edições: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Science </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Social Science </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Arts Humanities </li></ul></ul></ul>
  6. 6. Objetivos da Indexação das Citações <ul><li>Recuperação de artigos de um dado assunto </li></ul><ul><li>Identificação do impacto de publicações </li></ul>
  7. 10. A Fórmula do FI: Memórias do Instituo Oswaldo Cruz-2004
  8. 11. A Origem da Fórmula do FI <ul><li>Eugene Garfield e Irving Sher (1963) </li></ul><ul><li>Definição dos títulos a serem indexados no SCI </li></ul><ul><li>Normalização das citações pelo número de artigos publicados no periódico </li></ul><ul><ul><ul><li>Periódicos de revisão </li></ul></ul></ul>
  9. 12. Definição da Fórmula do FI <ul><li>Tipos de documentos citados </li></ul><ul><ul><ul><li>Em 1965, Derek de Solla Price verificou que 12 das 15 referências correspondiam a artigos de periódicos </li></ul></ul></ul><ul><li>Idade das referências citadas </li></ul><ul><ul><ul><li>21 a 25% das referências são a trabalhos publicados nos últimos três anos ou menos </li></ul></ul></ul>
  10. 13. <ul><li>Contudo </li></ul>
  11. 14. Diferenças nos Valores Médios de FI por Áreas do Conhecimento
  12. 15. Por que o FI médio das áreas do conhecimento são diferentes ? <ul><ul><ul><li>Segundo Garfield! </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Densidade dos artigos publicados nos periódicos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ritmo de obsolescência da literatura </li></ul></ul></ul>Número médio de referências citadas nos artigos de um título específico Número médio de referências RECENTES citadas nos artigos de um título específico
  13. 17. Número Médio de Referências e de Citações feitas aos Artigos, por área Fonte: NARIN, F. Evaluative bibliometrics : the use of publication and citation analysis in the evaluation of scientific activity. Cherry Hill: Computer Horizons, 1976. Astronomia, Geologia, Física, Química e Medicina Clínica Alta densidade/entre 12 e 15 Pesquisa Biomédica Altíssima densidade/18 e 20 Psicologia e Biologia Média densidade/entre 8 e 10 Engenharia, Tecnologia e Matemática Pouca densidade/entre 5 e 6 Áreas do Conhecimento Referências por artigos/ citações recebidas em média
  14. 18. O FI, o Ritmo de Obsolescência e a Densidade das Sub-áreas (ANOVA)
  15. 19. Distribuição Anual das Citações feitas aos Artigos Publicados em Periódicos de Disciplinas Científica Distintas Fonte: GÓMEZ CARIDAD; Isabel, BORDONS CANGAS, María. Limitaciones en el uso de los indicadores bibliométricos para la evaluación científica. IN: POLITICA Cientifica. Madrid: Comission Internacional de Ciencia Y Tecnología, 1996. v. 46, p. 26.
  16. 20. Alguns dados sobre os periódicos citados na Cadernos de Saúde Pública
  17. 21. Impacto Medido com Dados de Citação Coletados em Diversos Períodos Fonte dos dados: GARFIELD, Eugene. Long-term vs. short-term impact: Does it matter?. The Scientist , v. 12, n. 3, p. 10-12, Feb. 1998.
  18. 22. FI Médio das Áreas dos Periódicos Citados na CSP
  19. 23. A Física no Brasil <ul><li>Um exemplo de uso desastroso do FI para avaliação da Produção Científica </li></ul><ul><ul><li>Diferenças entre sub-áreas específicas </li></ul></ul><ul><ul><li>Evolução temporal dos valores </li></ul></ul>
  20. 24. Distribuição de Valores de FI em Diferentes Sub-áreas da Física
  21. 25. Variação do FI de Três Periódicos com FI Próximo de 1 no anos de 1993 a 2000
  22. 26. Percentual de Periódicos que de um Ano para o Outro Mudaram de Categoria de FI da CAPES
  23. 27. Considerações Finais <ul><li>Complexa rede de fatores associada à forma como FI é calculado pelo ISI. </li></ul><ul><li>A avaliação da PC com o FI deve ser feita de modo a respeitar as diferenças existentes entre as várias (sub-)áreas </li></ul>
  24. 28. Muito obrigada! <ul><li>www.leydesdorff.net </li></ul>http://www.garfield.library.upenn.edu / http://www.cwts.nl/ Sites relacionados

×