Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 101-102

1.040 visualizaciones

Publicado el

  • DOWNLOAD THE BOOK INTO AVAILABLE FORMAT (New Update) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book THE can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer THE is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBOOK .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, CookBOOK, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, EBOOK, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story THE Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money THE the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths THE Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Responder 
    ¿Estás seguro?    No
    Tu mensaje aparecerá aquí

Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 101-102

  1. 1. Tanto o sketch dos Gato Fedorento como a canção de Mafalda Veiga abordam o tema da velhice. Em «No chão, não: no velhão!», cria- se uma situação absurda, que tem de ser vista como irónica. Portanto, a mensagem — se é que tem de haver alguma — será de crítica ao abandono a que a sociedade e as famílias votam os velhos.
  2. 2. A letra de «Velho» parece menos preocupada com a perspetiva sociológica. Embora o velho surja ainda à margem da vida social, o poema detém-se sobretudo na psicologia. Por um lado, a solidão do «protagonista» resulta, em parte, do seu próprio fechamento em si mesmo («a recordar fragmentos do passado»; «parado e atento à raiva do silêncio»).
  3. 3. Por outro, mais do que para sobre eles se exercer um juízo de reprovação, os não-velhos são referidos no texto da canção enquanto objetos cujas reações devem ser analisadas: «fogem de ti», é certo, mas o mais importante é explicar que o fazem para «não ver a imagem da solidão que irão viver».
  4. 4. • coaxar • tiquetaque • navegar (na net) • nega (‘nota negativa’) • ESJGF • pizza • ovni • portunhol • CEE • scanear etc.
  5. 5. Extensão semântica Empréstimo Amálgama Sigla Acrónimo Onomatopeia Truncação Cunhagem
  6. 6. Extensão semântica chumbo navegar
  7. 7. Empréstimo scanear (do inglês) pizza (do italiano)
  8. 8. estrangeirismo galicismo (francesismo) anglicismo germanismo italianismo castelhanismo ...
  9. 9. Amálgama portunhol (português + espanhol) motel (motor + hotel)
  10. 10. Sigla ESJGF CEE [cê-é-é]
  11. 11. Acrónimo ovni (objeto voador não identificado) CRE [kré]
  12. 12. Onomatopeia tiquetaque coaxar
  13. 13. Truncação otorrino (otorrinolaringologista) nega (negativa) zoo (zoológico)
  14. 14. Cunhagem besidróglio
  15. 15. feni adjetivo «Eu hoje estou completamente feni»
  16. 16. poete [poe:te] adjetivo «Fiquei mesmo poete»
  17. 17. [não consigo grafar] adjetivo «Agora é que eu fiquei mesmo [?]»
  18. 18. brenaca nome «Vá para o brenaca»
  19. 19. baúte aúba nome nome «Pegue no baúte e enfie-o no aúba»
  20. 20. As palavras propostas por Juvenal Barbosa aproveitam pouco o léxico já existente. Poderiam esses neologismos seguir os processos descritos na p. 316 do manual, mas isso não acontece. O Dr. Juvenal usa sobretudo a cunhagem, um processo também de neologia, mas bastante raro.
  21. 21. Ainda por cima, as palavras cunhadas costumam ser criadas segundo os padrões da língua em que se vão integrar, o que não sucede com duas das palavras de Juvenal (a que nem conseguimos grafar e a que tem um alongamento numa das vogais).
  22. 22. Se houvesse em outras línguas palavras tão específicas como pretende, o linguista-afinal-físico- químico poderia importá-las (seriam empréstimos, mais ou menos adaptados ao padrão português — e, na fase em que estivessem a ser introduzidos, chamar-lhes-íamos, quase pejorativamente, estrangeirismos).
  23. 23. Se preferisse as amálgamas — designadas também palavras entrecruzadas —, Juvenal poderia juntar o início de «irritação» e o final de «peúgo», formando o adjectivo «irritugo», que serviria para ‘irritado com as meias que descaem no calcanhar’.
  24. 24. Para o impropério com que termina o diálogo — «Vai para o brenaca» — era aceitável um acrónimo ou uma sigla (às vezes, eufemística e ironicamente substituem-se as ordinarices por iniciais).
  25. 25. Uma das criações de Juvenal, o adjectivo correspondente à frustração por não haver sumo no frigorífico, talvez se possa considerar uma onomatopeia, na medida em que parece basear-se num som ligado à surpresa desagradável de não haver o que se procura.
  26. 26. Poderia ainda Juvenal ter recorrido à extensão semântica (passamos a usar uma palavra num contexto tão diferente do original, que, na verdade, se trata também de um neologismo). «Estou frito {pensa tu num adjectivo}» é um exemplo de adjectivo que, por metáfora, daria satisfatoriamente a noção de ‘estar frustrado por não encontrar leite’.
  27. 27. «Receita para fazer um(a) ... [adolescente (rapaz) / adolescente (rapariga) / bêbado / empresário rico / político / top model / futebolista / surfista / médico / mendigo / burocrata / «hipster / rasta / vizinha / culturista / aldeão / {podes escolher alguma outra personagem-tipo de que te lembres}]»
  28. 28. • «[Moloch] cujos olhos são mil janelas cegas» | metáfora
  29. 29. • «cujo amor é pedra e petróleo sem fim» | metáfora
  30. 30. • «ficaram apenas com a sua insanidade e as suas mãos e um júri anulado» | polissíndeto
  31. 31. • «a quem foi dado um vazio concreto de insulina, Metrazol, eletricidade, hidroterapia, psicoterapia, terapia ocupacional, pingue-pongue e amnésia» | enumeração
  32. 32. • «cujas fábricas sonham e morrem no nevoeiro» | personificação
  33. 33. TPC — Resolve, ou estuda, as pp. 42-44 do Caderno de Atividades. Lê também as páginas sobre ‘Processos irregulares de formação de palavras’ reproduzidas em GdN.

×