Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Fratura cervical

spinefracture
fratura cervical
spine
coluna

Libros relacionados

Gratis con una prueba de 30 días de Scribd

Ver todo

Audiolibros relacionados

Gratis con una prueba de 30 días de Scribd

Ver todo
  • Sé el primero en comentar

Fratura cervical

  1. 1. COLUNA CERVICAL
  2. 2. COLUNA CERVICAL
  3. 3. COLUNA CERVICAL
  4. 4. FRATURAS CONDILO OCCIPITAL  CLASSIFICACAO ANDERSON E MONTESANO
  5. 5. FRATURAS CONDILO OCCIPITAL
  6. 6. NORONHA, Henrique Gomes et al . Fraturas do côndilo occipital: atualização da experiência em nosso serviço e revisão da literatura. Coluna/Columna, São Paulo , v. 12, n. 2, p. 157-159, 2013 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-18512013000200014&lng=en&nrm=iso>. access on 24 Nov. 2015. http://dx.doi.org/10.1590/S1808-18512013000200014.  Colar tipo Philadelphia para casos classificados como do tipo I e II de Anderson e Montesano  Imobilização mais rígida, como halo gesso ou gesso Minerva pra as fraturas classificadas como tipo III  Tratamento cirúrgico: casos de instabilidade persistente. FRATURAS CONDILO OCCIPITAL
  7. 7. FRATURAS DO ATLAS
  8. 8.  Fratura de Jefferson: massas laterais de C1 se afastam, rompendo o anel ósseo de C1. RX: massas laterais de C1 ultrapassem as bordas do corpo de C2.
  9. 9. Fratura de Jefferson:  Frequentemente associada a fratura de C2.  Não visualizada no Rx de perfil.
  10. 10. Fratura de Jefferson: Ruptura do ligamento transverso? Metodo de Spencer: Soma do deslocamento >7mm
  11. 11. Fratura de Jefferson: Estável Tração craniana com imobilização cervical por 3 – 4 meses
  12. 12. Fratura de Jefferson: Instavel
  13. 13. FRATURA DE ODONTOIDE
  14. 14. Fratura de processo odontóide:  Flexão secundária a trauma violento.  Tipo I: Frequentemente lesão acima do Lig. Transverso.  Tipo II: base. Mais frequente e pior calcificação  Tipo III: corpo.
  15. 15. Fratura de processo odontóide
  16. 16.  Fratura de processo odontóide
  17. 17. Fratura de processo odontóide: Fatores de risco para a não consolidação  idade maior de 50  Fratura cominutiva  desvio posterior e grande afastamento dos fragmentos ósseos (maior do que 5 mm)  Angulação maior do que 10 graus.
  18. 18.  Fratura do enforcado: fratura dos elementos posteriores do corpo de C2, geralmente associada a deslocamento anterior do corpo de C2 sobre C3. Elementos posteriores fraturados e deslocados para baixo. Linha espinolaminal interrompida em C2. Fratura através dos elementos posteriores de C2. Espondilolistese traumatica de c2
  19. 19.  Fratura do enforcado: Rx de perfil seriam diagnósticas em 95% dos casos.
  20. 20. Classificação de Levine e Edwards
  21. 21.  Fratura explosiva:  Potencial para causar lesão medular.  Perda da altura do corpo vertebral.  Aumento da distância interpedicular.  TC: fratura cominutiva do corpo vertebral associada a fratura de elementos posteriores.
  22. 22. Fratura em flexão do tipo “em Lágrima”:  Ruptura dos ligamentos posteriores associada à compressão anterior.  Deslocamento da porção posterior do corpo vertebral  Mergulho em águas rasas. Corpo de C7 em forma de cunha anteriormente, associado a discreto deslocamento da linha vertebral posterior em C7.
  23. 23.  Fratura em flexão do tipo “em Lágrima”:
  24. 24. Lesões cervicais Subaxial  Classificação AO- Magerl 1994 para fraturas cervicais  Sub-axial Injury Classification (SLIC)  Nova classificação AO
  25. 25. Subaxial Cervical Spine Injury Classification (SLIC)
  26. 26.  Quando comparada a classificação SLIC com o a escala neurológica de Frankel houve correlação fortíssima.  A classificação do grupo AO SPINE, não tem esta mesma finalidade e que a progressão de A1 a C3 não acompanhou a gravidade neurológica e não indica cirurgia.  A classificação SLIC mostrou-se um instrumento útil na indicação do tratamento cirúrgico uma vez que 94% dos casos operados apresentavam pontuação maior ou igual a quatro
  27. 27. TRAÇÃO CERVICAL
  28. 28. GARDNER
  29. 29. CRUTCHFIELD
  30. 30. TRACAO COM HALO

    Sé el primero en comentar

    Inicia sesión para ver los comentarios

  • jpmed2015

    Feb. 10, 2019
  • jlmaida

    Feb. 10, 2019
  • YuriViktorPorto

    May. 11, 2020
  • fernandasilva837

    Nov. 21, 2020

spinefracture fratura cervical spine coluna

Vistas

Total de vistas

1.188

En Slideshare

0

De embebidos

0

Número de embebidos

0

Acciones

Descargas

0

Compartidos

0

Comentarios

0

Me gusta

4

×