Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.
1
“BEM-
AVENTURADOS
OS
MISERICORDIOSOS”
MT, 5:7
2
“BEM-AVENTURADOS OS MISERICORDIOSOS” MT, 5:7
“Se vosso irmão pecou contra vós, ide exibir sua falta em
particular, entre v...
“Reconcilia-te sem demora com o teu adversário,
enquanto estás a caminho com ele, para que não suceda
que ele te entregue ...
OS BENEFÍCIOS DO PERDÃO
5
Se alguém errou com você, ainda que gravemente, não perca
tempo e saúde do corpo e da alma alimentando a raiva e a mágoa,
...
OS BENEFÍCIOS DO PERDÃO
Perdoar sempre é prova de sabedoria. É uma atitude nobre
pois, ao perdoar aqueles que erroneamente...
OS BENEFÍCIOS DO PERDÃO
Quando adotamos o perdão em nossos corações, estamos nos
desvinculando da faixa vibratória por ond...
COMO PRATICAR O PERDÃO
9
O que fazer quando a vida coloca à nossa frente pessoas
que se tornam difíceis para uma convivência harmoniosa?
Quantos en...
O QUE FAZER???
COMO PRATICAR O PERDÃO
11
Geralmente, quando as circunstâncias nos obrigam a uma
convivência da qual não podemos nos furtar, é porque ela é
necessár...
“AMAI OS VOSSOS INIMIGOS; FAZEI O BEM AOS QUE
VOS ODEIAM E ORAI PELOS QUE VOS PERSEGUEM E
CALUNIAM, ...” MT, 5:44
13
“AMAI OS VOSSOS INIMIGOS; FAZEI O BEM AOS QUE VOS
ODEIAM E ORAI PELOS QUE VOS PERSEGUEM E CALUNIAM, ...”
“Amar aos inimigo...
Aqueles a quem chamamos de inimigos são
nossos irmãos que, ao
longo da nossa vida, surgem a conta de
professores impondo-n...
PERDOAR É ESQUECER ?
16
PERDOAR É ESQUECER ?
Perdoar é independente de esquecer.
Quem perdoa não tem que, necessariamente, esquecer do agravo
sofr...
PERDOAR É ESQUECER ?
Mesmo quando somos caluniados e feridos injustamente,
devemos optar pelo perdão.
Entretanto, perdoar ...
PERDOAR É ESQUECER ?
Encontraremos forças para assumir essa atitude na sábia rogativa
do Mestre, proferida nos momentos fi...
Em suma, devemos esquecer (deixar de sentir) a emoção
negativa que toma a forma de raiva, mágoa, ou seja, se
perdoamos ver...
PERDOAR E SER PERDOADO
21
PERDOAR E SER PERDOADO
Não há relacionamento sincero sem aceitação. Para perdoar é
preciso aceitar. Aceitar não significa ...
Perdoar é menos difícil do que pedir perdão.
Para perdoar basta um pouco de compreensão, mas para se pedir
perdão é precis...
Aqueles que têm a coragem de retratar-se, experimentam um bem
estar tão grande que, por si só, vale por todo o esforço
emp...
AUTO-PERDÃO
25
AUTO-PERDÃO
A culpa não emerge de maneira consciente, são liberados
conflitos que a mascaram, levando a inquietações e
sof...
AUTO-PERDÃO
Ninguém se pode considerar irretocável enquanto no processo
da evolução.
Mesmo aquele que segue retamente o ca...
AUTO-PERDÃO
Torna-se essencial, portanto, uma reavaliação da ocorrência,
num exame sincero e honesto em torno do acontecim...
MAHATMA GANDHI E O PERDÃO
29
MAHATMA GANDHI E O PERDÃO
Entre os inúmeros exemplos de perdão oferecidos pela História,
vale lembrar de um precioso exemp...
Perdoar aos inimigos é pedir perdão para si mesmo; perdoar aos
amigos é dar prova de amizade; perdoar as ofensas é mostrar...
Perdoar aos inimigos é pedir perdão para si mesmo; perdoar aos
amigos é dar prova de amizade; perdoar as ofensas é mostrar...
Próximo SlideShare
Cargando en…5
×

de

Perdão Slide 1 Perdão Slide 2 Perdão Slide 3 Perdão Slide 4 Perdão Slide 5 Perdão Slide 6 Perdão Slide 7 Perdão Slide 8 Perdão Slide 9 Perdão Slide 10 Perdão Slide 11 Perdão Slide 12 Perdão Slide 13 Perdão Slide 14 Perdão Slide 15 Perdão Slide 16 Perdão Slide 17 Perdão Slide 18 Perdão Slide 19 Perdão Slide 20 Perdão Slide 21 Perdão Slide 22 Perdão Slide 23 Perdão Slide 24 Perdão Slide 25 Perdão Slide 26 Perdão Slide 27 Perdão Slide 28 Perdão Slide 29 Perdão Slide 30 Perdão Slide 31 Perdão Slide 32
Próximo SlideShare
Perdão
Siguiente
Descargar para leer sin conexión y ver en pantalla completa.

0 recomendaciones

Compartir

Descargar para leer sin conexión

Perdão

Descargar para leer sin conexión

Ponte de Luz ASEC

Libros relacionados

Gratis con una prueba de 30 días de Scribd

Ver todo
  • Sé el primero en recomendar esto

Perdão

  1. 1. 1
  2. 2. “BEM- AVENTURADOS OS MISERICORDIOSOS” MT, 5:7 2
  3. 3. “BEM-AVENTURADOS OS MISERICORDIOSOS” MT, 5:7 “Se vosso irmão pecou contra vós, ide exibir sua falta em particular, entre vós e ele; se ele vos escuta tereis ganho o vosso irmão. Mt, 18:15 Então Pedro se aproximando, lhe disse: Senhor, quantas vezes perdoarei ao meu irmão, quando ele houver pecado contra mim? Mt, 18:21 Jesus lhe respondeu: Eu não digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete vezes.” Mt, 18:22 3
  4. 4. “Reconcilia-te sem demora com o teu adversário, enquanto estás a caminho com ele, para que não suceda que ele te entregue ao juiz, e que o juiz te entregue ao seu ministro, e sejas mandado para a cadeia. Em verdade te digo, que não sairás de lá, enquanto não pagares o último ceitil.” Mt, 25:26 “BEM-AVENTURADOS OS MISERICORDIOSOS” MT, 5:7 4
  5. 5. OS BENEFÍCIOS DO PERDÃO 5
  6. 6. Se alguém errou com você, ainda que gravemente, não perca tempo e saúde do corpo e da alma alimentando a raiva e a mágoa, elas te mantêm aprisionado ao passado. Perdoe e siga. Perdoar é inteligente e humano. Perdoar é libertar primeiro a si mesmo, depois ao outro. Com o perdão, as algemas que nos prendiam ao passado se rompem e passamos a respirar aliviados e a caminhar livremente. OS BENEFÍCIOS DO PERDÃO Se deixamos a mágoa entrar em nossos corações pelas portas da frente, a felicidade sai pelas portas dos fundos! 6
  7. 7. OS BENEFÍCIOS DO PERDÃO Perdoar sempre é prova de sabedoria. É uma atitude nobre pois, ao perdoar aqueles que erroneamente denominamos nossos inimigos, estamos nos poupando de sérias complicações de saúde e, ao mesmo tempo, consolidando a alegria de viver em paz com a vida e com todos à nossa volta. Automaticamente, com essa atitude, tornamo-nos mais simpáticos, mais alegres e mais optimistas, aptos a desfrutarmos do sucesso em todas as nossas manifestações. 7
  8. 8. OS BENEFÍCIOS DO PERDÃO Quando adotamos o perdão em nossos corações, estamos nos desvinculando da faixa vibratória por onde transitam as emanações mentais de inteligências voltadas para o mal; consequentemente, adquirimos a paz. Este é o primeiro de uma série de benefícios que a atitude do perdão nos proporciona. Aprimorar nossas atitudes, pensamentos e sentimentos é uma maneira inteligente de nos libertarmos do ciclo vicioso do sofrimento. Felizes são aqueles que já acordaram e estão em luta constante em busca desse aprimoramento! Pois, aqueles que ainda se vinculam ao sentimento de mágoa e de ódio, caminham para sofrimentos e provações morais que, mais tarde, refletir-se-ão no corpo físico, provocando sérios danos à saúde. 8
  9. 9. COMO PRATICAR O PERDÃO 9
  10. 10. O que fazer quando a vida coloca à nossa frente pessoas que se tornam difíceis para uma convivência harmoniosa? Quantos encontram essas pessoas dentro de casa! Muitas vezes na figura de um irmão ou irmã, cunhado ou cunhada, sogra ou sogro, até mesmo mãe ou pai, vizinhos, patrão, colega de trabalho, professores, colega de escola e até mesmo entre aqueles que nos são subalternos. COMO PRATICAR O PERDÃO 10
  11. 11. O QUE FAZER??? COMO PRATICAR O PERDÃO 11
  12. 12. Geralmente, quando as circunstâncias nos obrigam a uma convivência da qual não podemos nos furtar, é porque ela é necessária. O período dessa convivência é determinado pelo tempo que nós levamos para compreendê-la. Se radicalizamos mantendo a indiferença, ou nos posicionamos como adversários, essa convivência pode durar muitos anos, causando-nos muitos contratempos e desgostos. Entretanto, se buscarmos os caminhos do entendimento fraterno, poderemos abreviar esse tempo e, com certeza, vamos nos poupar de provações desnecessárias e tirar o devido proveito no que diz respeito a nossa participação dessa convivência, dissolvendo as marcas da rivalidade que provavelmente surgiram um dia em uma existência anterior. COMO PRATICAR O PERDÃO 12
  13. 13. “AMAI OS VOSSOS INIMIGOS; FAZEI O BEM AOS QUE VOS ODEIAM E ORAI PELOS QUE VOS PERSEGUEM E CALUNIAM, ...” MT, 5:44 13
  14. 14. “AMAI OS VOSSOS INIMIGOS; FAZEI O BEM AOS QUE VOS ODEIAM E ORAI PELOS QUE VOS PERSEGUEM E CALUNIAM, ...” “Amar aos inimigos não é ter por eles uma afeição que não é natural, uma vez que o contato de um inimigo faz bater o coração inteiramente diversa que o de um amigo. Mas é não lhes ter ódio, nem rancor, nem desejo de vingança. É perdoar-lhes sem segunda intenção e incondicionalmente pelo mal que nos fizeram.” Allan Kardec, ESE, XII, 3. 14
  15. 15. Aqueles a quem chamamos de inimigos são nossos irmãos que, ao longo da nossa vida, surgem a conta de professores impondo-nos lições difíceis, porém necessárias ao nosso aprimoramento espiritual. É dessa forma que devemos compreendê-los e amá-los, como nos recomenda Jesus... “AMAI OS VOSSOS INIMIGOS; FAZEI O BEM AOS QUE VOS ODEIAM E ORAI PELOS QUE VOS PERSEGUEM E CALUNIAM, ...” 15
  16. 16. PERDOAR É ESQUECER ? 16
  17. 17. PERDOAR É ESQUECER ? Perdoar é independente de esquecer. Quem perdoa não tem que, necessariamente, esquecer do agravo sofrido. O que é preciso, na verdade, é esquecer no sentido de diluir a mágoa, a raiva ou o ressentimento que o facto gerou, caso contrário o perdão é superficial ou até mesmo ilusório. Não há perdão sincero sem o esquecimento da raiva e da mágoa que lhe deram origem. Os factos, muitas vezes, permanecem na memória e são motivo de aprendizado. Se esquecêssemos todo o mal que alguém nos fez no passado, não aprenderíamos a nos cuidar melhor no futuro. 17
  18. 18. PERDOAR É ESQUECER ? Mesmo quando somos caluniados e feridos injustamente, devemos optar pelo perdão. Entretanto, perdoar não significa conviver ou acarinhar aqueles que se fizeram nossos adversários; é uma postura íntima que devemos assumir compreendendo a ignorância daqueles que ainda não alcançaram o grau da nossa compreensão. É como perdoar as crianças pelas suas traquinagens próprias da infância. 18
  19. 19. PERDOAR É ESQUECER ? Encontraremos forças para assumir essa atitude na sábia rogativa do Mestre, proferida nos momentos finais do seu sacrifício: "Pai, perdoai-os; eles não sabem o que fazem” 19
  20. 20. Em suma, devemos esquecer (deixar de sentir) a emoção negativa que toma a forma de raiva, mágoa, ou seja, se perdoamos verdadeiramente, conseguimos lidar com os factos como algo distante, algo que não nos atinge mais, embora lembremos que eles aconteceram. PERDOAR É ESQUECER ? 20
  21. 21. PERDOAR E SER PERDOADO 21
  22. 22. PERDOAR E SER PERDOADO Não há relacionamento sincero sem aceitação. Para perdoar é preciso aceitar. Aceitar não significa concordar, significa compreender! Para perdoar precisamos compreender a nós mesmos e aos outros. Compreender que, mesmo que não cometêssemos o mesmo erro, isso se deveria apenas ao facto de já termos aprendido uma lição que ele ainda não aprendeu. Se aprendemos a lição é porque já passamos por ela, ou seja, já erramos muitas vezes. 22
  23. 23. Perdoar é menos difícil do que pedir perdão. Para perdoar basta um pouco de compreensão, mas para se pedir perdão é preciso uma dose muito grande de humildade. Reconhecer o erro, desculpar-se e repará-lo é uma das atitudes mais nobres do ser humano. Alguns acreditam que agir dessa forma é rebaixar-se. Entretanto, esse pensamento só prevalece na mente das pessoas vítimas do orgulho e da vaidade. PERDOAR E SER PERDOADO 23
  24. 24. Aqueles que têm a coragem de retratar-se, experimentam um bem estar tão grande que, por si só, vale por todo o esforço empreendido. Experimente! Se você algum dia ofendeu ou desprezou alguém, deite-se num lugar confortável e, se puder, ponha uma música que você goste, relaxe e converse mentalmente com essa pessoa, imaginando-a na sua presença. PERDOAR E SER PERDOADO 24
  25. 25. AUTO-PERDÃO 25
  26. 26. AUTO-PERDÃO A culpa não emerge de maneira consciente, são liberados conflitos que a mascaram, levando a inquietações e sofrimentos sem aparente causa. Todas as criaturas cometem erros de maior ou menor gravidade, alguns dos quais são arquivados no inconsciente, antes mesmo de passarem por uma análise de profundidade em tomo dos males produzidos. Cedo ou tarde, ressumam de maneira inquietadora, produzindo mal-estar, inquietação, insatisfação pessoal, em caminho de transtorno de conduta. 26
  27. 27. AUTO-PERDÃO Ninguém se pode considerar irretocável enquanto no processo da evolução. Mesmo aquele que segue retamente o caminho do bem está sujeito a alternância de conduta, tendo em vista os desafios que se apresentam e o estado emocional do momento. Muitos males são ao próprio indivíduo feitos, produzindo remorso, vergonha, ressentimento, sem que haja coragem para revivê-los e liberar-se dos seus efeitos danosos. 27
  28. 28. AUTO-PERDÃO Torna-se essencial, portanto, uma reavaliação da ocorrência, num exame sincero e honesto em torno do acontecimento, diluindo-o racionalmente e predispondo-se a dar-se uma nova oportunidade, de forma que supere a culpa e mantenha-se em estado de paz interior. Todos têm o dever de perdoar-se, buscando não reincidir no mesmo compromisso negativo. Seja qual for a gravidade do ato infeliz, é possível repará-lo quando se está disposto a fazê-lo, recobrando o bom humor e a alegria de viver. Perdoa-te, portanto, perdoando, também, ao teu próximo, seja qual for o crime que haja cometido contra ti. 28
  29. 29. MAHATMA GANDHI E O PERDÃO 29
  30. 30. MAHATMA GANDHI E O PERDÃO Entre os inúmeros exemplos de perdão oferecidos pela História, vale lembrar de um precioso exemplo: Certa vez perguntaram a Gandhi se ele perdoava com muita frequência, ao que ele respondeu: “Não. Ninguém nunca me ofendeu” Só precisamos perdoar quando nos magoamos ou nos sentimos ofendidos. Aprendendo a não sentir mágoa e a não nos sentirmos ofendidos com tanta frequência, precisaremos perdoar menos, e isso equivale a ter aprendido a verdadeira humildade. 30
  31. 31. Perdoar aos inimigos é pedir perdão para si mesmo; perdoar aos amigos é dar prova de amizade; perdoar as ofensas é mostrar que se melhora. Perdoai, pois, meus amigos, para que Deus vos perdoe. Porque, se fordes duros, exigentes, inflexíveis, se guardardes até mesmo uma ligeira ofensa, como quereis que Deus esqueça que todos os dias tendes grande necessidade de indulgência? PAULO Apóstolo, Lyon, 1861 31
  32. 32. Perdoar aos inimigos é pedir perdão para si mesmo; perdoar aos amigos é dar prova de amizade; perdoar as ofensas é mostrar que se melhora. Perdoai, pois, meus amigos, para que Deus vos perdoe. Porque, se fordes duros, exigentes, inflexíveis, se guardardes até mesmo uma ligeira ofensa, como quereis que Deus esqueça que todos os dias tendes grande necessidade de indulgência? PAULO Apóstolo, Lyon, 1861 32

Ponte de Luz ASEC

Vistas

Total de vistas

900

En Slideshare

0

De embebidos

0

Número de embebidos

1

Acciones

Descargas

27

Compartidos

0

Comentarios

0

Me gusta

0

×