Se ha denunciado esta presentación.

Planeamento familiar

4

Compartir

Próximo SlideShare
Planeamento Familiar
Planeamento Familiar
Cargando en…3
×
1 de 21
1 de 21

Más Contenido Relacionado

Planeamento familiar

  1. 1. Trabalho realizado por: Adriana Devesa Anabela Ramalho Maria Terroso
  2. 2. Neste trabalho vamos abordar os temas: O Planeamento Familiar e a Sexualidade, no qual iremos envolver os subtemas : o que permite o planeamento familiar, os objectivos, os métodos contraceptivos , adolescência e a puberdade.
  3. 3. A prática do planeamento familiar permite que homens e mulheres decidam ter filhos, quando podem e se podem ter, assim como programem a gravidez e o parto nas condições mais adequadas.
  4. 4.  Promover comportamentos saudáveis face à sexualidade;  Informar e aconselhar sobre a saúde sexual e reprodutiva;  Reduzir a incidência das infeções de transmissão sexual as suas consequências, nomeadamente a infertilidade;
  5. 5.  Reduzir a mortalidade e a morbilidade materna, perinatal e infantil;  Permitir ao casal decidir quantos filhos quer, se os quer e quando os quer, ou seja, planear a sua família;  Preparar e promover uma maternidade e paternidade responsável;  Melhorar a saúde e o bem-estar da família e da pessoa em causa.
  6. 6.  A avaliação do estado de saúde da mulher ou do casal.  Esclarecem-se dúvidas sobre a forma como o corpo se desenvolve.  Dá-se informação completa, isenta e com fundamento científico sobre os métodos contracetivos. O contracetivo escolhido é fornecido gratuitamente nos serviços públicos;
  7. 7.  Dá-se informação e acompanhamento tendo em vista uma futura gravidez (fertilidade e infertilidade);  Faz-se o rastreio do cancro ginecológico e das doenças de transmissão sexual;  Informa, ajuda a prevenir, a diagnosticar ou a tratar as infeções de transmissão sexual como a hepatite B, a sífilis, o herpes genital e a sida.
  8. 8.  Usando o polegar e segundo dedo pince cada um dos testículos, fazendo-os deslizar sob os dedos, de forma a detectar uma tumefacção ou alteração na forma de cada um dos testículos. Faça-o num testículo de cada vez.  Há um ligeiro nódulo que poderá sentir durante esta palpação, por trás do testículo. Este nódulo é o Epidídimo, um canal que é nódulado na zona testicular e que serve de passagem aos espermatozoides.
  9. 9.  Detectar se há uma dor ou desconforto ao apalpar esta região.  Percorrer o epididímo ao longo do escroto para avaliar a presença de uma tumefacção ou outra alteração ao longo deste canal.
  10. 10. Minha sexualidade Tua sexualidade Nossa sexualidade
  11. 11. A sexualidade de um indivíduo define-se como sendo as suas preferências, predisposições ou experiências sexuais, na experimentação e descoberta da sua identidade e atividade sexual, num determinado período da sua existência.
  12. 12. A puberdade é um período em que ocorrem mudanças biológicas e fisiológicas. É neste período que o corpo desenvolve-se física e mentalmente tornando- se maduro e o adolescente fica capacitado para gerar filhos. http://www.youtube.com/w atch?v=lT2mfzlY-T4
  13. 13. As mudanças físicas:  Existe uma alteração ligeira no cheiro corporal;  As ancas alargam;  Surgem alguns pelos púbicos;  Aparecem os pelos nas axilas;  Os mamilos escurecem;  O peito aumenta;  Os pelos púbicos florescem;  Chega a menstruação  A puberdade completa-se.
  14. 14. As mudanças físicas:  A voz torna-se mais grave;  Surgem pelos no corpo e na face;  O pénis aumenta;  As ereções (quando o pénis fica duro) tornam-se mais frequentes;  Os testículos produzem espermatozoides.
  15. 15. Adolescência é a fase que marca a transição entre a infância e a idade adulta. Com isso essa fase caracteriza-se por alterações em diversos níveis - físico, mental e social.
  16. 16. Muitas vezes é difícil para o(a)s adolescentes se adaptarem às modificações dos seus esquemas corporais e de aceitar a intrusão da sexualidade nas suas vidas.
  17. 17. http://www.youtube.com/watch?v=D8kDc87cz MU
  18. 18.  Com este trabalho podemos concluir que o planeamento familiar é muito importante para o acompanhamento de uma gravidez e para o esclarecimento de duvidas.  Também concluimos que há vários tipos de evitar doenças sexuais e a gravidez na adolescência , e vimos as mudanças dos rapazes e nas raparigas quando atingem a puberdade.
  19. 19.  http://enfermeiroonline.no.comunidades.net/ index.php?pagina=1051051923  http://www.portaldasaude.pt/portal/conteud os/informacoes+uteis/gravidez+e+sexualidad e/planeamentofamiliar.htm

×