Aula nº 1 introdução

Welton Dias
Welton DiasCOLÓQUIO: VIVÊNCIAS ACADÊMICAS. Jogos em Redes na Aula de Cabeamento Estruturado na Faculdade Projeção
ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL


Aula Nº 1 – Introdução: As cartas de Paulo
               aos Coríntios.

             Salmo 128.1-6
Objetivo da Aula




- Quem é o apóstolo Paulo.

- Falar sobre a cidade de Corinto.

- Qual o motivo da carta.

- A estrutura do livro de 2 Coríntios.
Quem é o Apóstolo Paulo?




Paulo Faz sua Defesa Perante Agripa (26:1-23)

Festo e Agripa Reagem à Defesa de Paulo (26:24-32)
Epístolas paulinas




a) Primeiras epístolas: 1Tessalonicenses e
2Tessalonicenses (alguns a consideram posterior).

b) Grandes epístolas: Romanos, 1Coríntios, 2Coríntios e
Gálatas.

c) Epístolas da prisão: Efésios, Filipenses, Colossenses e
Filemom.

d) Epístolas pastorais: 1Timóteo, 2Timóteo e Tito.
Aula nº 1   introdução
As Epistolas (cartas) de Paulo                                     Introdução

1. Por que Paulo escreveu as cartas?
Como os apóstolos de Cristo levaram o evangelho para os cantos da Terra, a
medida que viajavam pregando a Palavra de Deus havia o desejo de que os novos
convertidos se unissem em comunhão a serviço do evangelho. Paulo e os demais
apóstolos queriam estar certos de que aqueles que haviam aceitado a Jesus Cristo
estivessem crescendo em sua comunhão espiritual,


2. Para quem foram escritas as cartas de Paulo?
O Apostolo Paulo escreveu 9 cartas às igrejas e escreveu                      à
pessoas.Individualmente ele escreveu para Timóteo, Tito e Filemom.


3. Qual o propósito de Deus para essas cartas tão especiais?

Elas orientaram as igrejas a compreenderem a vontade de Deus e alicerçar os
convertidos a testemunharem e pregarem a Palavra à todos os povos.
Aula nº 1   introdução
Principais Acontecimento na 2ª Viagem Missionária

 Antioquia (na Síria) Local onde os discípulos foram chamados de cristãos pela
primeira vez (Atos 11:26). Ágabo profetizou fome (Atos 11:27–28). Grande desavença
surgiu na Antioquia no que dizia respeito à circuncisão (Atos 14:26–28; 15:1–9). Na
Antioquia Paulo iniciou sua segunda viagem missionária com Silas, Barnabé, e Jucas
Barsabás (Atos 15:22, 30, 35).

Trôade Enquanto Paulo estava aqui, em sua segunda viagem missionária, teve uma
visão de um homem na Macedônia, pedindo ajuda (Atos 16:9–12). Enquanto estava
aqui, em sua terceira missão, Paulo levantou Êutico dos mortos (Atos 20:6–12).

 Filipos Paulo, Silas e Timóteo converteram uma mulher chamada Lídia , expulsaram
um espírito maligno e foram açoitados (Atos 16:11–23). Eles receberam ajuda divina
para escapar da prisão (Atos 16:23–26).

Atenas Paulo, enquanto em sua segunda missão para Atenas, pregou na Colina de
Ares (Areópago) sobre “o deus desconhecido” (Atos 17:22–34).

 Corinto Paulo foi para Corinto em sua segunda missão, e lá ficou com Áqüila e
Priscila. Aqui ele pregou e batizou muitas pessoas (Atos 18:1–18). De Corinto, Paulo
escreveu sua epístola aos romanos.
Principais Acontecimento na 2ª Viagem Missionária

Tessalônica Paulo pregou aqui durante sua segunda viagem missionária. Seu grupo
missionário partiu para Beréia, depois que os judeus ameaçaram sua segurança (Atos
17:1–10).

Beréia Paulo, Silas e Timóteo encontraram almas nobres para ensinar durante a
segunda viagem missionária de Paulo. Os judeus de Tessalônica os seguiram e
perseguiram (Atos 17:10–13).

 Macedônia Paulo ensinou aqui durante suas segunda e terceira viagens (Atos 16:9–
40; 19:21). Paulo elogiou a generosidade dos santos macedônios, que fizeram uma
coleta para ele e para os santos pobres de Jerusalém (Rom. 15:26; II Cor. 8:1–5; 11:9).
Aula nº 1   introdução
Principais Acontecimento na 3ª Viagem Missionária


 A terceira viagem missionária de Paulo ocorre entre os anos de 54 a 57 da 
era comum e teve por objetivo fortalecer os discípulos nas novas igrejas na Ásia 
Menor e Grécia.

 Tal como nas missões anteriores, Paulo sempre parte da igreja onde congregava 
em Antioquia, de onde segue por terra até Éfeso, passando por Tarso, Derbe, 
Listra, Icônio e Antioquia da Pisídia.

 Nesta expedição, Paulo dá mais atenção à igreja de Éfeso onde acontecem 
milagres e o apóstolo sofre a oposição dos ourives que lucravam fabricando 
imagens da deusa Diana (mitologia), provocando um grande tumulto na cidade.

 Após à confusão, Paulo segue para a Macedônia e Acaia onde visita as igrejas.

 De volta à Ásia, Paulo reúne-se com a igreja de Trôade, ocasião em que é 
presenciado um milagre de ressurreição de um jovem que havía despencado da 
janela do terceiro andar ao adormecer durante o prolongado discurso proferido por 
Paulo.
Principais Acontecimento na 3ª Viagem Missionária


 A terceira viagem missionária de Paulo ocorre entre os anos de 54 a 57 da 
era comum e teve por objetivo fortalecer os discípulos nas novas igrejas na Ásia 
Menor e Grécia.

 Tal como nas missões anteriores, Paulo sempre parte da igreja onde congregava 
em Antioquia, de onde segue por terra até Éfeso, passando por Tarso, Derbe, 
Listra, Icônio e Antioquia da Pisídia.

 Nesta expedição, Paulo dá mais atenção à igreja de Éfeso onde acontecem 
milagres e o apóstolo sofre a oposição dos ourives que lucravam fabricando 
imagens da deusa Diana (mitologia), provocando um grande tumulto na cidade.

 Após à confusão, Paulo segue para a Macedônia e Acaia onde visita as igrejas.

 De volta à Ásia, Paulo reúne-se com a igreja de Trôade, ocasião em que é 
presenciado um milagre de ressurreição de um jovem que havía despencado da 
janela do terceiro andar ao adormecer durante o prolongado discurso proferido por 
Paulo.
A cidade de Corinto
 A importância de Corinto resultara em grande parte da sua localização estratégica 
na extremidade ocidental do istmo, ou faixa estreita de terra, que liga a parte central 
ou continental da Grécia com a península meridional,. 

 Návios da Itália, da Sicília e da Espanha velejavam através do mar Jônico, pelo 
golfo de Corinto, e atracavam no porto de águas fundas de Lecaion, cidade portuária 
ocidental ligada a Corinto por duas muralhas contínuas.

 Não importa quão notável tenha sido Corinto como sede de autoridade 
governamental e como principal cidade comercial da Grécia, na mente de muitos a 
cidade simbolizava a licenciosidade e a luxúria dissoluta, tanto assim, que a 
expressão “corintianizar” passou a ser usada no sentido de “praticar imoralidade”.
Aula nº 1   introdução
A Respeito da Primeira 
                                                       Carta de Paulo aos Coríntios




 Paulo escreveu esta carta aos cristãos da cidade de Corinto a fim de tratar de 
vários e sérios problemas que tinham aparecido na igreja. 

O próprio Paulo havia fundado a igreja de Corinto na sua segunda viagem 
missionária, quando passou dezoito meses naquela cidade.

 Os problemas eram a respeito de doutrinas e da vida cristã. A igreja tinha se 
dividido em vários grupos, e Paulo procurava levá-los a resolver as suas diferenças e 
voltarem a ser unidos, como uma igreja de Cristo deve ser.
A Respeito da Segunda
                                                      Carta de Paulo aos Coríntios




 As relações entre Paulo e os membros da igreja de Corinto pioraram depois eles
receberam a carta de Paulo.

 Alguns dos elementos mais exaltados de Corinto estavam dizendo que Paulo não
era realmente apóstolo e, portanto, não tinha autoridade para resolver os problemas
da igreja. Paulo reage com firmeza e, nos capítulos 10-12, ele defende a sua
autoridade como verdadeiro apóstolo de Jesus Cristo.

 Paulo trata de outros assuntos da vida cristã, inclusive a nova relação que Deus,
por meio de Jesus Cristo, cria com as pessoas. Ele diz: "Deus nos transforma de
inimigos em amigos dele. E Deus nos dá a tarefa de fazer que os outros sejam
também amigos dele" (5.18).
Aula nº 1   introdução
Aula nº 1   introdução
Conclusão


O obreiro do Senhor na igreja, o
 líder cristão no trabalho, o pai
de família, devem saber com bom
senso e amor, chamar a atenção
dos seus subordinados, ainda que
 isto lhes custe cair, talvez, na
       antipatia de alguns.


 Será que estamos hoje sabendo
   exercer esta disciplina?...
          Na igreja?...
            No lar?...
         No trabalho?...
Esta disciplina é que irá construir
   um mundo melhor amanhã.
Aula nº 1   introdução
1 de 20

Más contenido relacionado

La actualidad más candente(20)

Apresentação 2 Coríntios - Teologia Apresentação 2 Coríntios - Teologia
Apresentação 2 Coríntios - Teologia
Rodrigo F Menegatti8.4K vistas
Aula 14 - I CoríntiosAula 14 - I Coríntios
Aula 14 - I Coríntios
ibrdoamor3K vistas
2 coríntios   autobiografia de uma pessoa no espírito2 coríntios   autobiografia de uma pessoa no espírito
2 coríntios autobiografia de uma pessoa no espírito
Escola Bíblica Ministério Missões3.7K vistas
As cartas paulinasAs cartas paulinas
As cartas paulinas
Marilene Rangel Rangel4.2K vistas
Filipenses (Estudo 1)Filipenses (Estudo 1)
Filipenses (Estudo 1)
Daniel Junior3.4K vistas
2013_3 tri_Lição 1 - Paulo e a igreja de filipos2013_3 tri_Lição 1 - Paulo e a igreja de filipos
2013_3 tri_Lição 1 - Paulo e a igreja de filipos
Natalino das Neves Neves7.8K vistas
Carta aos gálatasCarta aos gálatas
Carta aos gálatas
Wilmar Santin2.6K vistas
 I Corintios Inicio I Corintios Inicio
I Corintios Inicio
UEPB7K vistas
1º tessalonicenses1º tessalonicenses
1º tessalonicenses
renisvan1.4K vistas
10. 2a. epístola de paulo aos corintios10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
Igreja Presbiteriana de Dourados10K vistas
Paulo e a igreja em filipos   lição 1Paulo e a igreja em filipos   lição 1
Paulo e a igreja em filipos lição 1
yosseph201322.7K vistas
As Cartas de PauloAs Cartas de Paulo
As Cartas de Paulo
Egmon Pereira12.4K vistas
STNB-NT2-M1STNB-NT2-M1
STNB-NT2-M1
Milton JB Sobreiro1.2K vistas
Cartas paulinasCartas paulinas
Cartas paulinas
roneydecarvalho8.9K vistas
Lição 01:  Paulo e a Igreja em FiliposLição 01:  Paulo e a Igreja em Filipos
Lição 01: Paulo e a Igreja em Filipos
João Paulo Silva Mendes13.2K vistas
STNB-NT2-M2STNB-NT2-M2
STNB-NT2-M2
Milton JB Sobreiro795 vistas
Panorama do NT - TitoPanorama do NT - Tito
Panorama do NT - Tito
Respirando Deus2.6K vistas
2 epístolas paulinas2 epístolas paulinas
2 epístolas paulinas
José Santos3.7K vistas

Destacado

Atlas BíblicoAtlas Bíblico
Atlas BíblicoFátima da História
32.3K vistas48 diapositivas
Geografia biblicaGeografia biblica
Geografia biblicaAdejovane Junior
33.2K vistas46 diapositivas
Geografia bíblicaGeografia bíblica
Geografia bíblicaNatan Silva
38.4K vistas89 diapositivas

Destacado(7)

A primeira viagem missionaria de pauloA primeira viagem missionaria de paulo
A primeira viagem missionaria de paulo
Geysa Farias9.5K vistas
Atlas BíblicoAtlas Bíblico
Atlas Bíblico
Fátima da História32.3K vistas
Geografia biblicaGeografia biblica
Geografia biblica
Adejovane Junior33.2K vistas
Geografia bíblicaGeografia bíblica
Geografia bíblica
Natan Silva38.4K vistas
LIÇÃO 01 - A FORMAÇÃO DO CARÁTER CRISTÃOLIÇÃO 01 - A FORMAÇÃO DO CARÁTER CRISTÃO
LIÇÃO 01 - A FORMAÇÃO DO CARÁTER CRISTÃO
Polícia Militar do Estado do Tocantins31.4K vistas

Similar a Aula nº 1 introdução

39 tito e filemom39 tito e filemom
39 tito e filemomPIB Penha
4.4K vistas32 diapositivas
A Liderança de PauloA Liderança de Paulo
A Liderança de PauloJonathan Santos
2.8K vistas47 diapositivas
A liderança de pauloA liderança de paulo
A liderança de pauloJonathan Santos
453 vistas47 diapositivas

Similar a Aula nº 1 introdução(20)

39 tito e filemom39 tito e filemom
39 tito e filemom
PIB Penha4.4K vistas
Atos dos Apóstolos licao 1.pptAtos dos Apóstolos licao 1.ppt
Atos dos Apóstolos licao 1.ppt
Anderson Cezar71 vistas
A Liderança de PauloA Liderança de Paulo
A Liderança de Paulo
Jonathan Santos2.8K vistas
A liderança de pauloA liderança de paulo
A liderança de paulo
Jonathan Santos453 vistas
epistolaspaulinascorrigidas.pdfepistolaspaulinascorrigidas.pdf
epistolaspaulinascorrigidas.pdf
cadastromoria112 vistas
Panorama do nt 3Panorama do nt 3
Panorama do nt 3
Lisanro Cronje405 vistas
História da igreja cristãHistória da igreja cristã
História da igreja cristã
Jair Bernardo197 vistas
História da igreja cristãHistória da igreja cristã
História da igreja cristã
jair bernardo364 vistas
Epistola Paulina  Completo.pptxEpistola Paulina  Completo.pptx
Epistola Paulina Completo.pptx
LucianoMachado5214 vistas
34 efésios34 efésios
34 efésios
PIB Penha4.2K vistas
Introdução ao Novo testamentoIntrodução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamento
João Áquila Lima Dos Santos3K vistas
comentário biblico-1 coríntios (moody)comentário biblico-1 coríntios (moody)
comentário biblico-1 coríntios (moody)
leniogravacoes1.7K vistas
01.pptx01.pptx
01.pptx
Joao Apolinario4 vistas

Último(7)

Pedi e Obtereis.pptxPedi e Obtereis.pptx
Pedi e Obtereis.pptx
Rivaldo Guedes Corrêa. Jr5 vistas
Oração Ao Santo Anjo Da GuardaOração Ao Santo Anjo Da Guarda
Oração Ao Santo Anjo Da Guarda
NilsonAlmeida2023 8 vistas
REMANESCENTES DE ISRAEL.pdfREMANESCENTES DE ISRAEL.pdf
REMANESCENTES DE ISRAEL.pdf
Nelson Pereira5 vistas
15 Numeros 23 - 36.ppt15 Numeros 23 - 36.ppt
15 Numeros 23 - 36.ppt
PIB Penha - SP14 vistas

Aula nº 1 introdução

  • 1. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL Aula Nº 1 – Introdução: As cartas de Paulo aos Coríntios. Salmo 128.1-6
  • 2. Objetivo da Aula - Quem é o apóstolo Paulo. - Falar sobre a cidade de Corinto. - Qual o motivo da carta. - A estrutura do livro de 2 Coríntios.
  • 3. Quem é o Apóstolo Paulo? Paulo Faz sua Defesa Perante Agripa (26:1-23) Festo e Agripa Reagem à Defesa de Paulo (26:24-32)
  • 4. Epístolas paulinas a) Primeiras epístolas: 1Tessalonicenses e 2Tessalonicenses (alguns a consideram posterior). b) Grandes epístolas: Romanos, 1Coríntios, 2Coríntios e Gálatas. c) Epístolas da prisão: Efésios, Filipenses, Colossenses e Filemom. d) Epístolas pastorais: 1Timóteo, 2Timóteo e Tito.
  • 6. As Epistolas (cartas) de Paulo Introdução 1. Por que Paulo escreveu as cartas? Como os apóstolos de Cristo levaram o evangelho para os cantos da Terra, a medida que viajavam pregando a Palavra de Deus havia o desejo de que os novos convertidos se unissem em comunhão a serviço do evangelho. Paulo e os demais apóstolos queriam estar certos de que aqueles que haviam aceitado a Jesus Cristo estivessem crescendo em sua comunhão espiritual, 2. Para quem foram escritas as cartas de Paulo? O Apostolo Paulo escreveu 9 cartas às igrejas e escreveu à pessoas.Individualmente ele escreveu para Timóteo, Tito e Filemom. 3. Qual o propósito de Deus para essas cartas tão especiais? Elas orientaram as igrejas a compreenderem a vontade de Deus e alicerçar os convertidos a testemunharem e pregarem a Palavra à todos os povos.
  • 8. Principais Acontecimento na 2ª Viagem Missionária  Antioquia (na Síria) Local onde os discípulos foram chamados de cristãos pela primeira vez (Atos 11:26). Ágabo profetizou fome (Atos 11:27–28). Grande desavença surgiu na Antioquia no que dizia respeito à circuncisão (Atos 14:26–28; 15:1–9). Na Antioquia Paulo iniciou sua segunda viagem missionária com Silas, Barnabé, e Jucas Barsabás (Atos 15:22, 30, 35). Trôade Enquanto Paulo estava aqui, em sua segunda viagem missionária, teve uma visão de um homem na Macedônia, pedindo ajuda (Atos 16:9–12). Enquanto estava aqui, em sua terceira missão, Paulo levantou Êutico dos mortos (Atos 20:6–12).  Filipos Paulo, Silas e Timóteo converteram uma mulher chamada Lídia , expulsaram um espírito maligno e foram açoitados (Atos 16:11–23). Eles receberam ajuda divina para escapar da prisão (Atos 16:23–26). Atenas Paulo, enquanto em sua segunda missão para Atenas, pregou na Colina de Ares (Areópago) sobre “o deus desconhecido” (Atos 17:22–34).  Corinto Paulo foi para Corinto em sua segunda missão, e lá ficou com Áqüila e Priscila. Aqui ele pregou e batizou muitas pessoas (Atos 18:1–18). De Corinto, Paulo escreveu sua epístola aos romanos.
  • 9. Principais Acontecimento na 2ª Viagem Missionária Tessalônica Paulo pregou aqui durante sua segunda viagem missionária. Seu grupo missionário partiu para Beréia, depois que os judeus ameaçaram sua segurança (Atos 17:1–10). Beréia Paulo, Silas e Timóteo encontraram almas nobres para ensinar durante a segunda viagem missionária de Paulo. Os judeus de Tessalônica os seguiram e perseguiram (Atos 17:10–13).  Macedônia Paulo ensinou aqui durante suas segunda e terceira viagens (Atos 16:9– 40; 19:21). Paulo elogiou a generosidade dos santos macedônios, que fizeram uma coleta para ele e para os santos pobres de Jerusalém (Rom. 15:26; II Cor. 8:1–5; 11:9).
  • 11. Principais Acontecimento na 3ª Viagem Missionária  A terceira viagem missionária de Paulo ocorre entre os anos de 54 a 57 da  era comum e teve por objetivo fortalecer os discípulos nas novas igrejas na Ásia  Menor e Grécia.  Tal como nas missões anteriores, Paulo sempre parte da igreja onde congregava  em Antioquia, de onde segue por terra até Éfeso, passando por Tarso, Derbe,  Listra, Icônio e Antioquia da Pisídia.  Nesta expedição, Paulo dá mais atenção à igreja de Éfeso onde acontecem  milagres e o apóstolo sofre a oposição dos ourives que lucravam fabricando  imagens da deusa Diana (mitologia), provocando um grande tumulto na cidade.  Após à confusão, Paulo segue para a Macedônia e Acaia onde visita as igrejas.  De volta à Ásia, Paulo reúne-se com a igreja de Trôade, ocasião em que é  presenciado um milagre de ressurreição de um jovem que havía despencado da  janela do terceiro andar ao adormecer durante o prolongado discurso proferido por  Paulo.
  • 12. Principais Acontecimento na 3ª Viagem Missionária  A terceira viagem missionária de Paulo ocorre entre os anos de 54 a 57 da  era comum e teve por objetivo fortalecer os discípulos nas novas igrejas na Ásia  Menor e Grécia.  Tal como nas missões anteriores, Paulo sempre parte da igreja onde congregava  em Antioquia, de onde segue por terra até Éfeso, passando por Tarso, Derbe,  Listra, Icônio e Antioquia da Pisídia.  Nesta expedição, Paulo dá mais atenção à igreja de Éfeso onde acontecem  milagres e o apóstolo sofre a oposição dos ourives que lucravam fabricando  imagens da deusa Diana (mitologia), provocando um grande tumulto na cidade.  Após à confusão, Paulo segue para a Macedônia e Acaia onde visita as igrejas.  De volta à Ásia, Paulo reúne-se com a igreja de Trôade, ocasião em que é  presenciado um milagre de ressurreição de um jovem que havía despencado da  janela do terceiro andar ao adormecer durante o prolongado discurso proferido por  Paulo.
  • 13. A cidade de Corinto  A importância de Corinto resultara em grande parte da sua localização estratégica  na extremidade ocidental do istmo, ou faixa estreita de terra, que liga a parte central  ou continental da Grécia com a península meridional,.   Návios da Itália, da Sicília e da Espanha velejavam através do mar Jônico, pelo  golfo de Corinto, e atracavam no porto de águas fundas de Lecaion, cidade portuária  ocidental ligada a Corinto por duas muralhas contínuas.  Não importa quão notável tenha sido Corinto como sede de autoridade  governamental e como principal cidade comercial da Grécia, na mente de muitos a  cidade simbolizava a licenciosidade e a luxúria dissoluta, tanto assim, que a  expressão “corintianizar” passou a ser usada no sentido de “praticar imoralidade”.
  • 15. A Respeito da Primeira  Carta de Paulo aos Coríntios  Paulo escreveu esta carta aos cristãos da cidade de Corinto a fim de tratar de  vários e sérios problemas que tinham aparecido na igreja.  O próprio Paulo havia fundado a igreja de Corinto na sua segunda viagem  missionária, quando passou dezoito meses naquela cidade.  Os problemas eram a respeito de doutrinas e da vida cristã. A igreja tinha se  dividido em vários grupos, e Paulo procurava levá-los a resolver as suas diferenças e  voltarem a ser unidos, como uma igreja de Cristo deve ser.
  • 16. A Respeito da Segunda Carta de Paulo aos Coríntios  As relações entre Paulo e os membros da igreja de Corinto pioraram depois eles receberam a carta de Paulo.  Alguns dos elementos mais exaltados de Corinto estavam dizendo que Paulo não era realmente apóstolo e, portanto, não tinha autoridade para resolver os problemas da igreja. Paulo reage com firmeza e, nos capítulos 10-12, ele defende a sua autoridade como verdadeiro apóstolo de Jesus Cristo.  Paulo trata de outros assuntos da vida cristã, inclusive a nova relação que Deus, por meio de Jesus Cristo, cria com as pessoas. Ele diz: "Deus nos transforma de inimigos em amigos dele. E Deus nos dá a tarefa de fazer que os outros sejam também amigos dele" (5.18).
  • 19. Conclusão O obreiro do Senhor na igreja, o líder cristão no trabalho, o pai de família, devem saber com bom senso e amor, chamar a atenção dos seus subordinados, ainda que isto lhes custe cair, talvez, na antipatia de alguns. Será que estamos hoje sabendo exercer esta disciplina?... Na igreja?... No lar?... No trabalho?... Esta disciplina é que irá construir um mundo melhor amanhã.

Notas del editor

  1. As necessidades básicas para criação de um filho.
  2. Por que Deus permitiu o sofrimento de Jo? Assim como Deus manda a chuva, o sol e outras bênçãos tanto sobre os justos como sobre os injustos (Mateus 5:44-45), a Bíblia também ensina que todos (sejam justos ou injustos) têm que sofrer as conseqüências do pecado de Adão e Eva. Gênesis 3 registra o relato da queda de Adão e Eva.
  3. As necessidades básicas para criação de um filho.
  4. Se aplicarmos a mesma estratégia usada por Jesus – Conhecer e Cumprir a vontade de Deus, receberemos os seguintes benefícios: 1- Poder de Deus -  Receberemos o poder de Deus liberado sobre a nossa vida para que tenhamos autoridade sobre o pecado, sobre as doenças e sobre o poder do inimigo. 2- Vitória Plena –  Sairemos vitoriosos em todas as circunstancias, em todas as provações e em todas as dificuldades que enfrentamos. Teremos vitória definitiva sobre satanás. 3- Entra no Reino dos Céus –  Aquele que faz a vontade do Pai recebe a vida eterna (I Jo.2:17). Jesus diz claramente que quem faz a vontade de Deus entrará no Reino dos Céus.