CEEP-Irmã Dulce
Biomassa 
 Pode ser considerado biomassa todo recurso renovável 
que provêm de matéria orgânica - de origem vegetal ou 
a...
 Esta energia é resultado da decomposição de materiais 
orgânicos como, por exemplo, esterco, madeira, 
resíduos agrícola...
Formas de transformar a biomassa 
em energia: 
 Pirólise: 
 Através dessa técnica, a biomassa é exposta a 
altíssimas te...
Gaseificação: 
 Assim como na pirólise, aqui a biomassa também é 
aquecida na ausência do oxigênio, gerando como 
produto...
Combustão: 
 Aqui a queima da biomassa é realizada a altas 
temperaturas na presença abundante de oxigênio, 
produzindo v...
Co-combustão: 
 Essa prática propõe a substituição de parte do carvão 
mineral utilizado em uma termoelétricas por 
bioma...
Vantagens 
 Boa opção energética, pois é renovável. 
 Baixo custo 
 Reaproveitamento de resíduos 
 Baixa emissão de po...
Desvantagens 
 Destruição da fauna 
 Contaminação do solo
Biomassa X Química Orgânica 
 A Biomassa, relaciona-se com a química orgânica 
devido as reações orgânicas encontrada nes...
Biomassa
Próxima SlideShare
Cargando en…5
×

Biomassa

2.672 visualizaciones

Publicado el

  • Sé el primero en comentar

Biomassa

  1. 1. CEEP-Irmã Dulce
  2. 2. Biomassa  Pode ser considerado biomassa todo recurso renovável que provêm de matéria orgânica - de origem vegetal ou animal - tendo por objetivo principal a produção de energia.
  3. 3.  Esta energia é resultado da decomposição de materiais orgânicos como, por exemplo, esterco, madeira, resíduos agrícolas, restos de alimentos entre outros.
  4. 4. Formas de transformar a biomassa em energia:  Pirólise:  Através dessa técnica, a biomassa é exposta a altíssimas temperaturas sem a presença de oxigênio, visando a acelerar a decomposição da mesma. O que sobra da decomposição é uma mistura de gases (CH4, CO e CO2 – respectivamente, metano, monóxido de carbono e dióxido de carbono), líquidos (óleos vegetais) e sólidos (basicamente carvão vegetal);
  5. 5. Gaseificação:  Assim como na pirólise, aqui a biomassa também é aquecida na ausência do oxigênio, gerando como produto final um gás inflamável. Esse gás ainda pode ser filtrado, visando à remoção de alguns componentes químicos residuais. A diferença básica em relação à pirólise é o fato de a gaseificação exigir menor temperatura e resultar apenas em gás;
  6. 6. Combustão:  Aqui a queima da biomassa é realizada a altas temperaturas na presença abundante de oxigênio, produzindo vapor a alta pressão. Esse vapor geralmente é utilizado em caldeiras ou para movimentar turbinas a gás. É uma das formas mais comuns hoje em dia e sua eficiência energética situa-se na faixa de 20 a 25%;
  7. 7. Co-combustão:  Essa prática propõe a substituição de parte do carvão mineral utilizado em uma termoelétricas por biomassa. Dessa forma, reduz-se significativamente a emissão de poluentes (principalmente dióxido de enxofre e óxidos de nitrogênio, responsáveis pela chuva ácida). A faixa de desempenho da biomassa encontra-se entre 30 e 37%, sendo por isso uma opção bem atrativa e econômica atualmente.
  8. 8. Vantagens  Boa opção energética, pois é renovável.  Baixo custo  Reaproveitamento de resíduos  Baixa emissão de poluentes
  9. 9. Desvantagens  Destruição da fauna  Contaminação do solo
  10. 10. Biomassa X Química Orgânica  A Biomassa, relaciona-se com a química orgânica devido as reações orgânicas encontrada nestes composto, que vai desde a fotossíntese à combustão de combustiveis fosseis.

×