Alteração daVelocidade dereacção entreácido clorídrico emagnésioInês Mota , nº 10, 8ºA
Escola E.B 2,3 de Paços de FerreiraObjectivo do trabalho:Este trabalho tem como objectivo determinar a velocidade das reac...
Escola E.B 2,3 de Paços de FerreiraExperiência 2 (ácido clorídrico concentrado + fita de magnésio comgrande superfície)- D...
Escola E.B 2,3 de Paços de FerreiraRegistos e Observações:Experiênci    Condições Experimentais                   Tempo   ...
Próxima SlideShare
Cargando en…5
×

Alteração da velocidade de reação entre ácido cloridico e o magnésio

2.757 visualizaciones

Publicado el

Publicado en: Tecnología
  • Sé el primero en comentar

  • Sé el primero en recomendar esto

Alteração da velocidade de reação entre ácido cloridico e o magnésio

  1. 1. Alteração daVelocidade dereacção entreácido clorídrico emagnésioInês Mota , nº 10, 8ºA
  2. 2. Escola E.B 2,3 de Paços de FerreiraObjectivo do trabalho:Este trabalho tem como objectivo determinar a velocidade das reacçõesentre ácido clorídrico e magnésio e observar os factores que fazem comque as reacções sejam mais rápidas ou mais lentas.MATERIAL:- 5 Tiras de magnésio igual- Ácido clorídrico mais concentrado- Proveta- Tubo de borracha adaptado ao kitasato- Cronómetro-garrafa de esguicho com água-termómetro- Ácido clorídrico diluído- Cloreto de sódio- Kitasato- Tina de vidro com água- Tubo de ensaio- Disco eléctricoPROCEDIMENTO:Experiência 1 (ácido clorídrico diluído + fita de magnésio com grandesuperfície)- Adaptou-se ao kitasato uma das extremidades do tubo de borracha eintroduziu-se a outra extremidade na água da tina.- Introduziu-se 20 cm3 de ácido clorídrico no kitasato, medidos com aproveta.- Juntou-se a tira de magnésio ao ácido clorídrico e tapou-seimediatamente o kitasato.- Foi registado o tempo que a fita de magnésio demorou a se dissolver.
  3. 3. Escola E.B 2,3 de Paços de FerreiraExperiência 2 (ácido clorídrico concentrado + fita de magnésio comgrande superfície)- Desmontou-se o kitasato do tubo de borracha e retirou-se o ácidoclorídrico. Lavou-se o kitasato.- Repetiu-se o primeiro procedimento, usando o ácido clorídricoconcentrado em vez de ácido clorídrico diluído.Experiência 3 (ácido clorídrico concentrado+fita de magnésio aospedaços)- Reutilizou-se o ácido clorídrico da experiência anterior.- Cortou-se a fita de magnésio em pedaços.- Repetiu-se o segundo procedimento, usando uma fita de magnésiocortada em pedaços em vez da fita de magnésio normal.Experiência 4 (ácido clorídrico concentrado + fita de magnésio comgrande superfície+ temperatura de 50ºc)-Desmontou-se o kitasato do tubo de borracha e retirou-se o ácido. Lavou-se o kitasato.-Repetiu-se o segundo procedimento, usando o ácido clorídrico àtemperatura de 50ºc.
  4. 4. Escola E.B 2,3 de Paços de FerreiraRegistos e Observações:Experiênci Condições Experimentais Tempo as 1 Ácido clorídrico diluído 1.5 minutos Temperatura ambiente: 20ºC Fita de magnésio com grande superfície 2 Ácido cloridrico concentrado 43 segundos Temperatura ambiente:20ºc Fita de magnésio com grande superficie 3 Ácido cloridrico concentrado 34 segundos Temperatura ambiente: 20ºc Fita de magnésio cortada aos pedaços 4 Ácido cloridrico concentrado 26 segundos Temperatura: 50ºc Fita de magnésio com grande superficieConclusão:Podemos concluir que, podemos aumentar a velocidade deuma reacção se aumentarmos:_ A temperatura;_A concentração dos reagentes_ A divisão dos reagentes sólidos

×