Processos de formação de palavras            Português          Joaquim Safara               9ºano           13.abril. 2013
Derivação ou Composição?• As palavras podem derivar por derivação ou  por composição.
Derivação• Dentro da derivação temos vários processos  de formação como:• Prefixação• Na prefixação, acrescentamos um pref...
• Sufixação• Na sufixação, acrescentamos um sufixo ao radical,  portanto, depois do radical.• Ex:                   • Fiel...
• Parassíntese• Na parassíntese, acrescentamos tanto um prefixo  como um sufixo ao radical.• Ex:            • Vermelho – a...
• Derivadas por prefixação e sufixação• Já expliquei anteriormente o que são estas  palavras. Facilmente podem ser confund...
Composição• Na composição encontramos os seguintes processos:• Composição morfossintática:• A maior parte das palavras com...
• Composição morfológica:• As palavras compostas morfologicamente são  constituídas por um radical mais uma palavras  ou p...
Processos irregulares• Também existem processos irregulares de  formação de palavras como:• Sigla – Um conjunto de palavra...
• Acrónimo – É semelhante à sigla porém o  “conjunto de letras” lê-se como se fosse uma  palavra normal.• Ex:    • NASA (N...
• Amálgama – Criação de uma palavra através  da junção de outras duas.• Ex:     • Informática (Informação Automática)• Ono...
• Empréstimo - Palavras estrangeiras.• Ex:                  • Ketchup                   • Soutien• Truncação – Simplificar...
• Extensão semântica – A uma palavra já antes  utilizada atribui-se um novo significado. Pode-  -se relacionar com a evolu...
Próxima SlideShare
Cargando en…5
×

Processos de formação de palavras

7.043 visualizaciones

Publicado el

  • Sé el primero en comentar

Processos de formação de palavras

  1. 1. Processos de formação de palavras Português Joaquim Safara 9ºano 13.abril. 2013
  2. 2. Derivação ou Composição?• As palavras podem derivar por derivação ou por composição.
  3. 3. Derivação• Dentro da derivação temos vários processos de formação como:• Prefixação• Na prefixação, acrescentamos um prefixo ao radical, ou seja, antes do radical.• Ex: • Teatro – anfiteatro • Feliz – infeliz • Humano – desumano
  4. 4. • Sufixação• Na sufixação, acrescentamos um sufixo ao radical, portanto, depois do radical.• Ex: • Fiel – fidelidade • Pedra – pedreira • Revista - revistar
  5. 5. • Parassíntese• Na parassíntese, acrescentamos tanto um prefixo como um sufixo ao radical.• Ex: • Vermelho – avermelhado • Castanho – acastanhado • Noite – anoitecer• Mas atenção! Nem todas as palavras em que acrescentamos prefixos e sufixos são derivadas parassintéticas. Algumas palavras, ao retirarmos o seu sufixo e/ou prefixo, fazem sentido. No próximo diapositivo veremos como se chamam.
  6. 6. • Derivadas por prefixação e sufixação• Já expliquei anteriormente o que são estas palavras. Facilmente podem ser confundidas com as derivadas parassintéticas.• Ex: • Feliz – Infelizmente • Se tirarmos o sufixo a palavra fica: • Infeliz • Se tirarmos o prefixo a palavra fica: • Felizmente• Ambas fazem sentido.
  7. 7. Composição• Na composição encontramos os seguintes processos:• Composição morfossintática:• A maior parte das palavras compostas morfossintáticas têm um hífen a separá-las. Mas não é com essa estratégia que identificamos as palavras compostas morfossintáticas. Este tipo de palavras é constituído por duas palavras que se juntam e formam apenas uma.• Ex: • Saco-cama (saco + cama) • Quebra-nozes (quebra + nozes) • Alentejo (além + Tejo)
  8. 8. • Composição morfológica:• As palavras compostas morfologicamente são constituídas por um radical mais uma palavras ou por dois radicais.• Ex: • Agricultura (agri + cultura) • Fusiforme (fusi + forme) • Neurocirurgião (neuro + cirurgião)
  9. 9. Processos irregulares• Também existem processos irregulares de formação de palavras como:• Sigla – Um conjunto de palavras relacionadas que ficam resumidas apenas com a primeira ou primeiras letras de cada palavra. Estas palavras são pronunciadas letra por letra.• Ex: • TVI (Televisão Independente) • SLB (Sport Lisboa e Benfica)
  10. 10. • Acrónimo – É semelhante à sigla porém o “conjunto de letras” lê-se como se fosse uma palavra normal.• Ex: • NASA (National Aeronautics and Space Administration) • SIC (Sociedade Independente de Comunicação)
  11. 11. • Amálgama – Criação de uma palavra através da junção de outras duas.• Ex: • Informática (Informação Automática)• Onomatopeia – Palavras que representam sons.• Ex: • trimmmmm!
  12. 12. • Empréstimo - Palavras estrangeiras.• Ex: • Ketchup • Soutien• Truncação – Simplificar uma palavra.• Ex: • Zé (José) • Foto (Fotografia)
  13. 13. • Extensão semântica – A uma palavra já antes utilizada atribui-se um novo significado. Pode- -se relacionar com a evolução das novas tecnologias.• Ex: • Rato (animal e dispositivo que se liga ao computador)

×