Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Pós Branded Content (1c)

221 visualizaciones

Publicado el

Pós Branded Content - Facha.
Disciplina: UX e Arquitetura de Informação, 2019.
Aula 01.

Publicado en: Diseño
  • Sé el primero en comentar

  • Sé el primero en recomendar esto

Pós Branded Content (1c)

  1. 1. Entrevistas Curso: MBA Branded Content
 FACHA - Faculdades Reunidas Helio Alonso LUIZ AGNER
 
 
 
 
 UX e Arquitetura de Informação
  2. 2. Entrevista de UX ■ Entrevista é uma conversação guiada entre duas pessoas ■ Uma pessoa busca obter informação da outra ■ Melhor técnica para participar da mente de outro ser humano ■ Leva a uma estreita relação entre pessoas ■ São flexíveis ■ Podem ser usadas sozinhas ou em conjunto com outra atividade para definir requisitos de UX.
  3. 3. Envolvidos (UX) ■ Entrevistados ■ Entrevistador ■ Anotador ■ Operador de câmera ■ Observadores
  4. 4. Materiais da entrevista ■ Protocolo ■ Lista de perguntas ■ Método de anotação ■ Método de gravação ■ Local da entrevista ■ Auxílios à memória ■ Artefatos (extras)
  5. 5. Fases da entrevista 1.Introdução 2.Aquecimento 3.Corpo da entrevista 4.Esfriamento 5.Fechamento
  6. 6. 1- Introdução ■ Até 10 minutos ■ Apresentações ■ Objetivos da entrevista ■ Permissões: áudio e vídeo ■ Encorajar a sinceridade
  7. 7. 2- Aquecimento ■ 5 a 10 minutos ■ Começar com perguntas fáceis e não ameaçadoras ■ Confirmar perfil demográfico ■ Cargo, empresa ■ Top 5 mais, ou Top 5 menos ■ Parece mais uma conversa do que um questionário, mas não perder tempo
  8. 8. 3- Corpo ■ 80% do tempo ■ Começar com perguntas mais gerais ■ Aprofundando com perguntas mais detalhadas ■ Vai se tornando intensa
  9. 9. 4- Esfriamento ■ 5 a 10 minutos ■ Resumir os pontos principais da entrevista realizada ■ Fazer perguntas de follow-up
  10. 10. 5- Fechamento ■ Sinalizar o fim da entrevista ■ Fechar o notebook, guardar canetas, desligar gravadores ■ Perguntar se há questões por parte do participante ■ Agradecimentos ■ Compensações ao participante
  11. 11. Não interromper ■ O maior erro é interromper o participante ■ Dar tempo ao participante de completar os pensamentos ■ Não completar os pensamentos deles, nem colocar palavras em sua boca
  12. 12. Manter o foco ■ Cuidado para o entrevistado não sair do tema ■ Não ouvir detalhes demasiados e desnecessários ■ O entrevistador deve polidamente interromper o entrevistado e recolocar o ponto de interesse
  13. 13. Silêncio é valioso ■ Outro grande erro é tentar preencher o silêncio ■ O silêncio do entrevistador sinaliza ao entrevistado a permissão para fornecer mais detalhes ■ Dica - Contar até 5 ■ Usar tokens: Ah, Hum-humm (continuidade) ■ Evitar tokens: Ok, Sim (concordância)
  14. 14. Muita atenção ■ Prestar atenção continuada é muito importante ■ Dar breaks em pontos lógicos durante a entrevista ■ Depois, solicitar pequeno resumo da última resposta ■ Sempre engajar o entrevistado pedindo exemplos, reflexões e esclarecimentos
  15. 15. Perguntas difíceis ■ Esperar até desenvolver empatia e confiança do entrevistado ■ Explicar o objetivo desta informação ■ Não deixar o entrevistado pensar que é por curiosidade ■ [Explicação do objetivo do dado]. “Você se importaria em informar qual é a sua faixa salarial?”
  16. 16. Utilizar exemplos ■ Não substituem a linguagem clara ■ Usar como último recurso pois pode introduzir tendenciamentos ■ Exemplo: se a pergunta é sobre o uso de companhias aéreas de baixo custo, ler a lista completa dessas companhias.
  17. 17. Não forçar opiniões ■ Não forçar o entrevistado a escolher entre opções quando ele mostrar que todas são iguais ■ Não forçá-lo a opinar ■ Pode-se pedir para enumerar os prós e contras de cada opção
  18. 18. Se fazer de bobo ■ “Se fazer de bobo” ou de ignorante é uma estratégia para evitar influenciar o entrevistado ■ Esta estratégia nem sempre dá bons resultados: o entrevistado pode se sentir traído ou desconfiado. ■ Melhor ser honesto e humilde: o conhecimento do entrevistado vai contribuir para o seu.
  19. 19. Linguagem corporal ■ O corpo pode influenciar ■ Entonação da voz; gestos; olhar ■ Não fazer contato visual quando você discorda ■ Balançando a cabeça ■ Dica – se olhar sempre em gravações de vídeo
  20. 20. Atenção, nesses resumos: ■ Não inserir sua análise ou julgamento. ■ Não defender o produto/sistema ■ Não fornecer solução ou a sua explicação para o fato descrito ■ Evitar hipóteses Resumir e reafirmar
  21. 21. Empatia ■ Não agir como robô, sem emoções ■ Mostrar que sabe como o entrevistado se sente/sentiu ■ Mostrar engajamento com corpo e olhar ■ Não discordar do participante ■ Na pesquisa de UX, o participante tem sempre razão ■ Ser diplomático
  22. 22. Bibliografia ■ Courage & Baxter – 
 Understanding Your Users – A Practical Guide to User Requirements. Ed. MK/ Elsevier ■ Richardson, R. Pesquisa Social – Métodos e Técnicas. Ed. Atlas

×