Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Joanete de Sastre

Bunionette
Joanete Sastre
Joanete do Alfaiate

  • Sé el primero en comentar

  • Sé el primero en recomendar esto

Joanete de Sastre

  1. 1. DR. ANDRÉ CIPRIANO Joanete de Sastre
  2. 2. DEFINIÇÃO • Joanete de alfaiate é uma patologia do ante-pé caracterizada pela proeminência óssea sintomática ao nível da cabeça do quinto metatársico (M5), acompanhada, na maioria dos casos, por desvio em varo do quinto dedo (D5)
  3. 3. DEFINIÇÃO •Esta patologia foi primeiro descrita por Davies, em 1949, em alfaiates, cuja posição adotada no trabalho exercia pressão sobre o bordo externo do pé
  4. 4. PREVALÊNCIA •3-10x mais comum no sexo feminino •Pico: 4ª e 5ª década de vida ETIOLOGIA: Hiperpressão sobre a cabeça do 5º metatarso
  5. 5. INTRÍNSECAS • alargamento ósseo da cabeça de M5 • ângulo intermetatársico 4º-5º(AIM4-5) aumentado • acentuação da curvatura lateral de M5 • antecedentes traumáticos • iatrogenia e artropatias inflamatórias CAUSAS EXTRÍNSECAS • pressão exercida pelo calçado • pé reumatóide pode estar relacionada com a hiperpronação do retro-pé e insuficiência do ligamento intermetatársico
  6. 6. • Dor sobre a cabeça de M5 e impossibilidade de encontrar calçado confortável. • Frequentemente os doentes apresentam edema e eritema sobre a deformidade na cabeça de M5 • Pode estar presente uma hiperqueratose ou bursite sobre a face externa ou plantar da cabeça de M5 • Imunocomprometidos: pode desenvolver-se uma ulceração com elevado potencial para infecção QUADRO CLÍNICO
  7. 7. • RAIO-X COM CARGA EXAMES
  8. 8. • RAIO-X COM CARGA
  9. 9. ATENÇÃO: comprimento de M5 é geralmente 12 mm inferior ao de M4 e a largura da cabeça de M5 não deve exce •DuVries
  10. 10. CONSERVADOR • adaptação do calçado (sapatos com uma caixa para os dedos mais larga, ou com recortes ou tecido elástico que permita acomodar a proeminência lateral da cabeça de M5) • tratamento regular das lesões hiperqueratósicas e a utilização de anti- inflamatórios ou corticóides no tratamento da bursite TRATAMENTO
  11. 11. (1)a ressecção do terço lateral da cabeça do quinto metatarso (2)osteotomia do quinto metatarso (3)ressecção da quinta cabeça metatarsal TRATAMENTO CIRÚRGICO
  12. 12. C e D, Excisão da proeminência lateral da cabeça do quinto metatarso incluindo 40% da superfície articular. A e B, Incisão da pele.
  13. 13. ATENÇÃO: Preservar inserção do tendão abdutor do dedo mínimo
  14. 14. Complicação: inflamação ou infecção ao redor do pino
  15. 15. OSTEOTOMIA CHEVRON
  16. 16. OSTEOTOMIA CHEVRON
  17. 17. CIRURGIA (aberta x percutânea) 1993 2016
  18. 18. CIRURGIA OSTEOTOMIA CHEVRON
  19. 19. CIRURGIA OSTEOTOMIA CHEVRON
  20. 20. CIRURGIA PERCUTÂNEA
  21. 21. PODERÁ REALIZAR-SE O TRATAMENTO DE JOANETE DE ALFAIATE POR VIA PERCUTÂNEA SEM RECURSO A OSTEOTOMIA DO QUINTO METATÁRSICO 2016 - http://www.scielo.mec.pt/pdf/rpot/v24n2/v24n2a04.pdf TRATAMENTO DO JOANETE DO V RAIO (JOANETE DE SASTRE) PELA TÉCNICA DE CHEVRON 1993 - http://rbo.org.br/detalhes/920/pt-BR/tratamento-do-joanete-do-v-raio--joanete-de-sastre--pela-tecnica-de-chevron- REFERÊNCIAS

×