Qualidade Total
Uma abordagem geral
Evolução histórica

FORDISMO
FINANCEIRO

TOYOTISMO
DEMANDA
Evolução histórica
TQC / TQM

CON. ESTATÍSTICO

INSPEÇÃO

SUPERVISOR

OPERADOR
Conceitos de qualidade
• Juran – Qualidade como adequação ao uso.
• Deming – Baseava a qualidade no controle e melhoria
do...
Conceitos de qualidade
• Garvin identifica 5 abordagens para qualidade:
• Transcendental
• Fundamentada no Produto
• Funda...
Qualidade total
• Qualidade Total: sistema que busca maximizar os
resultados das organizações por meio da satisfação
simul...
Qualidade total
• Principais Fundamentos da TQM (SCOTT):

• Foco no Cliente

• Melhoria Contínua dos Processos
• Trabalho ...
Princípios da qualidade total
1. Total satisfação do cliente
2. Gerência Participativa
3. Desenvolvimento de Recursos Huma...
Princípios da qualidade total
7. Disseminação da Informação
8. Delegação
9. Assistência Técnica
10. Gestão de Interfaces c...
Programa 5S
• Surgiu no final dos anos 60

Conjunto de técnicas
desenvolvidas no Japão e
utilizadas inicialmente
pelas don...
Origem do nome
O nome 5S vem das iniciais das cinco técnicas
que o compõe, que são:
eiri - organização da área;
eiton - or...
SEIRI - Organização, liberação da área
• Essa técnica é utilizada para identificar e eliminar
objetos e informações desnec...
Quais são as vantagens do SEIRI?
1. conseguir liberação de espaço;
2. eliminar ferramentas, armários, prateleiras
e materi...
SEITON – Ordem, arrumação
• É uma atividade para arrumarmos as coisas que
sobraram depois do Seiri.
• Os materiais devem s...
SEISO – Limpeza
• Nesta etapa devemos limpar a área de
trabalho e também investigar as rotinas que
geram sujeira, tentando...
Quais são as vantagens do SEISO?
• Como vantagens da aplicação desse terceiro S,
temos:
1. melhoria do local de trabalho;
...
Quais são as vantagens do SEISO?
• Como vantagens da aplicação desse terceiro S,
temos:
1. melhoria do local de trabalho;
...
SEIKETSU - Padronização, asseio, saúde
• Após termos cumprido as três primeiras etapas
do programa 5S devemos partir para ...
Quais são as vantagens do SEIKETSU?
• Como principais vantagens do estabelecimento
do Seiketsu, temos:
1. equilíbrio físic...
SHITSUKE - Disciplina ou autodisciplina
• O compromisso pessoal com o cumprimento do
programa 5S.
• Se o Shitsuke está sen...
Quais são as vantagens do SHITSUKE?
• As vantagens são:
1.
2.
3.
4.

trabalho diário agradável;
melhoria nas relações huma...
Implantação do programa 5S
•Sensibilização

•Definição do gestor ou comitê central
•Anúncio oficial
•Treinamento do gestor...
O que é Qualidade segundo a ISO?

“É a totalidade de características de
uma entidade que lhe conferem a
capacidade de sati...
Conceitos de Qualidade
•
•
•
•
•

Adequação ao uso;
Relação custo/benefício;
Confiabilidade;
Satisfação do cliente;
Confor...
Sistema da Qualidade
• “O Livro do Mortos” - Egito
• Primeira tentativa de normatizar – EUA:
MIL – Q – 9858. Especificão p...
ISO
• "ISO" se refere à International Organization for Standardization
• Sede: Genebra, Suiça.
• Objetivo de "facilitar a ...
NBR ISO 9001/2008
Objetivo é especificar um sistema de gestão da qualidade para que a
empresa possa:
• Atender os requisit...
NBR ISO 9001/2008
• Estruturas da norma
4 - Sistema de Gestão da Qualidade
5 - Responsabilidade da Direção
6 - Gestão de R...
Sistema de Gestão da Qualidade
4.1 – Requisito geral: O sistema deve ser Estabelecido,
Documentado, Implementado e Mantido...
Sistema de Gestão da Qualidade
4.2.2 – Manual da qualidade
a) escopo e abrangência do SGQ da organização.
b) justificativa...
Sistema de Gestão da Qualidade
4.2.4 – Controle de registros
•
•
•
•
•
•

Como são identificados
Como são protegidos
Como ...
Sistema de Gestão da Qualidade
5 – Responsabilidade da direção
5.1 – Comprometimento da direção
Comunicar, estabelecer po...
Sistema de Gestão da Qualidade
5.5 - Responsabilidade, autoridade e comunicação.
5.5.1 - Responsabilidade e autoridade
5.5...
Sistema de Gestão da Qualidade
6 - Gestão de recursos
6.1 - Provisão de recursos  $$
6.2 - Recursos humanos  capacitação...
Sistema de Gestão da Qualidade
8 - Medição, análise e melhoria
8.2 - Medição e monitoramento
8.2.1 - Satisfação do cliente...
SEIS SIGMA
• “Estratégia Seis Sigma é uma extensão dos
conceitos da Qualidade Total com foco na melhoria
contínua dos proc...
Histórico
• Nasceu na Motorola, em meados dos anos 80;
Objetivo: Reduzir a taxa de falhas em seus
produtos eletrônicos;
•
...
Finalidade
• Zero defeito, erro ou falha;
• Medir elementos do processo de
gerenciamento pela qualidade;
• Melhorar a qual...
Sucesso. O que é necessário?
• Mudança da cultura da empresa;

• Conhecimento;
• Comprometimento da alta administração;
• ...
O modelo DMAIC
• D – Define (definir) : Identificar o processo que deverá ser

melhorado;
• M – Measure (medir) : Determin...
Etapas de implantação
• Etapa A – Estratégia
▫ Definição de processos-chave
▫ Reunião com alta administração
▫ Definição d...
Exemplo
Prêmio Nacional da Qualidade®
O PNQ, concedido pela FNQ, constitui
o maior reconhecimento público à
excelência da gestão d...
Como surgiu o PNQ®?
•

O Prêmio Nacional de Qualidade (PNQ) surgiu em 1992,
com a instituição da Fundação Nacional da Qual...
Quais são os objetivos do PNQ®?
1.
2.
3.
4.

Estimular o desenvolvimento do País
Promover a melhoria da qualidade da gestã...
Como funciona o PNQ®?
• O PNQ® é um prêmio concedido anualmente no
Brasil a organizações tanto do setor privado
como do pú...
Quais são os critérios do PNQ®?
• O PNQ está baseado em um conjunto de oito
critérios para a excelência do desempenho:
1.
...
Empresas vencedoras do PNQ®
•
•
•
•
•
•
•
•

•
•
•
•

1992 - IBM (Sumaré, manufaturas);
1993 - Xerox do Brasil (manufatura...
Estudo de caso 1

•198 empresas pesquisadas;
•ISO 9001, Seis sigma, Total Quality Managementy
(TQM);
•Destacando os motivo...
Princípais etapas na implantação das
técnicas:
• Orientação

• Atribuição de poder
• Alinhamento
Resultados:
• ISO 9001
43,3% das empresas investiram entre 50 mil e 250 mil de reais e os
ganhos foram superiores a R$ 1 m...
Estudo de caso 2
“Não estamos no ramo do café servindo pessoas.
Estamos no ramo das pessoas servindo café.”
Howard Schultz
5 princípios da Starbucks:
1) Aja como se fosse o dono
2) Tudo importa
3) Surpresa e encantamento
4) Abrace a oposição

5)...
Category

Brand Value
2013 $M

Brand

Brand
contribution

Brand value % change
2013 vs 2012

Rank
change

1

Technology

A...
Category

Brand Value
2013 $M

Brand

Brand
contribution

Brand value % change
2013 vs 2012

1

Fast Food

McDonald's

90,...
Qualidade
Qualidade
Qualidade
Qualidade
Qualidade
Qualidade
Próxima SlideShare
Cargando en…5
×

Qualidade

3.091 visualizaciones

Publicado el

Conceitos sobre administração da qualidade total

Publicado en: Empresariales
  • Sé el primero en comentar

Qualidade

  1. 1. Qualidade Total Uma abordagem geral
  2. 2. Evolução histórica FORDISMO FINANCEIRO TOYOTISMO DEMANDA
  3. 3. Evolução histórica TQC / TQM CON. ESTATÍSTICO INSPEÇÃO SUPERVISOR OPERADOR
  4. 4. Conceitos de qualidade • Juran – Qualidade como adequação ao uso. • Deming – Baseava a qualidade no controle e melhoria dos processos. • Crosby – Qualidade como o produto isento de defeitos. • Ishikawa – Qualidade como capacidade de atender às necessidades dos clientes. • Taguchi – Qualidade como mínimo de perda de produtos.
  5. 5. Conceitos de qualidade • Garvin identifica 5 abordagens para qualidade: • Transcendental • Fundamentada no Produto • Fundamentada no Valor • Fundamentada na Produção • Fundamentada no Usuário
  6. 6. Qualidade total • Qualidade Total: sistema que busca maximizar os resultados das organizações por meio da satisfação simultânea de todas as partes interessadas, ou seja, clientes, empregados, acionistas, comunidade e fornecedores. • A Gestão da Qualidade Total (TQM) deve envolver todas as áreas funcionais da organização e deve relacionar os objetivos internos com os objetivos externos.
  7. 7. Qualidade total • Principais Fundamentos da TQM (SCOTT): • Foco no Cliente • Melhoria Contínua dos Processos • Trabalho em equipe
  8. 8. Princípios da qualidade total 1. Total satisfação do cliente 2. Gerência Participativa 3. Desenvolvimento de Recursos Humanos 4. Constância de Propósitos 5. Aperfeiçoamento Contínuo dos Sistemas (PDCA) 6. Gestão de Controle de Processos
  9. 9. Princípios da qualidade total 7. Disseminação da Informação 8. Delegação 9. Assistência Técnica 10. Gestão de Interfaces com Agentes Externos 11. Garantia de Qualidade
  10. 10. Programa 5S • Surgiu no final dos anos 60 Conjunto de técnicas desenvolvidas no Japão e utilizadas inicialmente pelas donas-de-casa
  11. 11. Origem do nome O nome 5S vem das iniciais das cinco técnicas que o compõe, que são: eiri - organização da área; eiton - ordem, arrumação; eiso - limpeza; eiketsu - padronização, asseio, saúde; hitsuke - disciplina, autodisciplina.
  12. 12. SEIRI - Organização, liberação da área • Essa técnica é utilizada para identificar e eliminar objetos e informações desnecessárias, existentes no local de trabalho. IDENTIFICAÇÃO PROVIDÊNCIAS Se é usado toda hora Colocar no próprio local de trabalho Se é usado todo dia Colocar próximo ao local de trabalho Se é usado toda semana Colocar no almoxarifado, etc Se não é necessário Descartar, disponibilizar
  13. 13. Quais são as vantagens do SEIRI? 1. conseguir liberação de espaço; 2. eliminar ferramentas, armários, prateleiras e materiais em excesso; 3. eliminar dados de controle ultrapassados; 4. eliminar itens fora de uso e sucata; 5. diminuir risco de acidentes.
  14. 14. SEITON – Ordem, arrumação • É uma atividade para arrumarmos as coisas que sobraram depois do Seiri. • Os materiais devem ser colocados em locais de fácil acesso e de maneira que seja simples verificar quando estão fora de lugar.
  15. 15. SEISO – Limpeza • Nesta etapa devemos limpar a área de trabalho e também investigar as rotinas que geram sujeira, tentando modificá-las. • A prática do Seiso inclui: • não desperdiçar materiais; • não forçar equipamentos; • deixar banheiros e outros recintos em ordem após o uso, etc.
  16. 16. Quais são as vantagens do SEISO? • Como vantagens da aplicação desse terceiro S, temos: 1. melhoria do local de trabalho; 2. satisfação dos empregados por trabalharem em ambiente limpo; 3. maior segurança e controle sobre equipamentos, máquinas e ferramentas; 4. eliminação de desperdício.
  17. 17. Quais são as vantagens do SEISO? • Como vantagens da aplicação desse terceiro S, temos: 1. melhoria do local de trabalho; 2. satisfação dos empregados por trabalharem em ambiente limpo; 3. maior segurança e controle sobre equipamentos, máquinas e ferramentas; 4. eliminação de desperdício.
  18. 18. SEIKETSU - Padronização, asseio, saúde • Após termos cumprido as três primeiras etapas do programa 5S devemos partir para a padronização e melhoria contínua das atividades.
  19. 19. Quais são as vantagens do SEIKETSU? • Como principais vantagens do estabelecimento do Seiketsu, temos: 1. equilíbrio físico e mental; 2. melhoria do ambiente de trabalho; 3. melhoria de áreas comuns (banheiros, refeitórios, etc) 4. melhoria nas condições de segurança.
  20. 20. SHITSUKE - Disciplina ou autodisciplina • O compromisso pessoal com o cumprimento do programa 5S. • Se o Shitsuke está sendo executado significa que todas as etapas do 5S estão se consolidando.
  21. 21. Quais são as vantagens do SHITSUKE? • As vantagens são: 1. 2. 3. 4. trabalho diário agradável; melhoria nas relações humanas; valorização do ser humano; cumprimento dos procedimentos operacionais e administrativos; 5. melhor qualidade, produtividade e segurança no trabalho.
  22. 22. Implantação do programa 5S •Sensibilização •Definição do gestor ou comitê central •Anúncio oficial •Treinamento do gestor ou do comitê central •Elaboração do plano-diretor •Treinamento da média gerência e facilitadores •Formação de comitês locais •Treinamento de comitês locais para o lançamento do 5S
  23. 23. O que é Qualidade segundo a ISO? “É a totalidade de características de uma entidade que lhe conferem a capacidade de satisfazer as necessidades explícitas e implícitas” Fonte: NBR ISO 8402/1994
  24. 24. Conceitos de Qualidade • • • • • Adequação ao uso; Relação custo/benefício; Confiabilidade; Satisfação do cliente; Conformidade aos requisitos Fonte: Lead Assessor Training Course MCG Qualidade.
  25. 25. Sistema da Qualidade • “O Livro do Mortos” - Egito • Primeira tentativa de normatizar – EUA: MIL – Q – 9858. Especificão para o Sistema da Qualidade. MIL – I – 45208. Requisitos para um Sistema de Inspeção. • Publicações Aliadas para a Garantia da Qualidade (AQAP) da OTAN • Ministério de Defesa Britânico DEF. STAN. 05-21 • Norma Britânica BS 5750: contratações cliente vs fornecedor • ISO 9000.
  26. 26. ISO • "ISO" se refere à International Organization for Standardization • Sede: Genebra, Suiça. • Objetivo de "facilitar a coordenação internacional e unificação dos padrões industriais. • A sigla “ISO“ : isonomia, igualdade, padronização. • Função: promover a normatização de produtos e serviços, para que a qualidade dos mesmos seja permanentemente melhorada.
  27. 27. NBR ISO 9001/2008 Objetivo é especificar um sistema de gestão da qualidade para que a empresa possa: • Atender os requisitos legais, (Estatutários e Regulamentares) aplicáveis à organização. • Aumentar a satisfação dos clientes com a devida aplicação dos requisitos exigidos pela norma. Escopo: è aplicável a qualquer organização, independente da sua estrutura, tamanho, produto ou serviço.
  28. 28. NBR ISO 9001/2008 • Estruturas da norma 4 - Sistema de Gestão da Qualidade 5 - Responsabilidade da Direção 6 - Gestão de Recursos 7 - Realização do Produto 8 - Medição, análise e melhoria
  29. 29. Sistema de Gestão da Qualidade 4.1 – Requisito geral: O sistema deve ser Estabelecido, Documentado, Implementado e Mantido  Manual da Qualidade 4.2- Requisitos de documentação: a) Política e objetivos da qualidade b) Manual do sistema de gestão da qualidade c) Procedimentos documentados e registros, requeridos pela norma. d) Outros documentos, incluindo registros determinados pela organização como necessários para o (Planejamento, Operação e Controle) dos processos.
  30. 30. Sistema de Gestão da Qualidade 4.2.2 – Manual da qualidade a) escopo e abrangência do SGQ da organização. b) justificativa para a exclusão de elementos do SGQ. c) Referencia dos procedimentos documentados. ex: padronização d) Descrição dos processos e suas interações  ex: fluxograma 4.2.3 – Controle de documentos • identificar, analisar, controlar a geração e distribuição • alteração e revisão (Revisão 001)  lista mestra de documentos. • aprovação e re-aprovação • disponibilizar nos locais de uso
  31. 31. Sistema de Gestão da Qualidade 4.2.4 – Controle de registros • • • • • • Como são identificados Como são protegidos Como são armazenados Como são recuperados Tempo de retenção Como são descartados
  32. 32. Sistema de Gestão da Qualidade 5 – Responsabilidade da direção 5.1 – Comprometimento da direção Comunicar, estabelecer política, garantir recursos, análise crítica. 5.2 – Foco no cliente Atender aos requisitos do cliente objetivando aumentar a sua satisfação. 5.4 – Planejamento 5.4.1 - Objetivos da qualidade 5.4.2 - Planejamento da qualidade
  33. 33. Sistema de Gestão da Qualidade 5.5 - Responsabilidade, autoridade e comunicação. 5.5.1 - Responsabilidade e autoridade 5.5.2 - Representante da direção 5.5.3 – Comunicação interna 5.6 - Análises crítica pela direção  periódica  exemplos: • Resultados de auditorias internas e externas • Não conformidades • Realimentação de cliente • Desempenho de processo e conformidade de produto
  34. 34. Sistema de Gestão da Qualidade 6 - Gestão de recursos 6.1 - Provisão de recursos  $$ 6.2 - Recursos humanos  capacitação, experiência, habilidde 6.3 – Infraestrutura 6.4 - Ambiente de trabalho  ex: 5S 7 - Realização do produto 7.1 - Planejamento para realização do produto 7.2 - Processos relacionados ao cliente 7.3 - Projeto & desenvolvimento 7.4 – Aquisição 7.5 - Produção e fornecimento de serviço 7.6 - Controle de equipamentos de medição e monitoramento calibração
  35. 35. Sistema de Gestão da Qualidade 8 - Medição, análise e melhoria 8.2 - Medição e monitoramento 8.2.1 - Satisfação do cliente  pesquisa de satisfação 8.2.2 - Auditoria interna  autoavaliação 8.2.3 - Medição e monitoramento de processos  CEP 8.2.4 - Medição e monitoramento de produto  inspeção 8.3 - Controle de produto não conforme identificar, segregar 8.4 - Análise de dados  ex.: pareto, estratificação 8.5 – Melhorias 8.5.1 - Melhoria contínua padronizarPDCApadronizarPDCA 8.5.2 - Ação corretiva  eliminar a causa raiz! 8.5.3 - Ação preventiva
  36. 36. SEIS SIGMA • “Estratégia Seis Sigma é uma extensão dos conceitos da Qualidade Total com foco na melhoria contínua dos processos, iniciando por aqueles que atingem diretamente o cliente.” Blauth R.
  37. 37. Histórico • Nasceu na Motorola, em meados dos anos 80; Objetivo: Reduzir a taxa de falhas em seus produtos eletrônicos; • Criador do conceito: Gary Cone Qualidade x Aperfeiçoamento
  38. 38. Finalidade • Zero defeito, erro ou falha; • Medir elementos do processo de gerenciamento pela qualidade; • Melhorar a qualidade da gestão; • Redução de custos.
  39. 39. Sucesso. O que é necessário? • Mudança da cultura da empresa; • Conhecimento; • Comprometimento da alta administração; • Incentivo dos funcionários; • Trabalho em Equipe; • Foco no cliente.
  40. 40. O modelo DMAIC • D – Define (definir) : Identificar o processo que deverá ser melhorado; • M – Measure (medir) : Determinar a localização ou o foco do problema; • A – Analyse (analisar) : Determinar as causas de cada problema; • I – Improve (melhorar) : Geração, seleção e implementação de soluções; • C – Control (controlar) : Sustentação.
  41. 41. Etapas de implantação • Etapa A – Estratégia ▫ Definição de processos-chave ▫ Reunião com alta administração ▫ Definição da estratégia de implementação • Etapa B – Melhoria dos processos técnicos ▫ Projeto de Seis Sigma em um processo-piloto ▫ Treinamento simultâneo de Blackbelts e Greenbelts • Etapa C – Difusão da qualidade ▫ Difusão para outras áreas da empresa ▫ Treinamento dos conceitos de Seis Sigma para todos os ▫ funcionários. ▫ Acompanhamento dos projetos • Etapa D – Divulgação da qualidade ▫ Difusão em áreas administrativas e serviços • Etapa E – Divulgação da qualidade ▫ Treinamento dos fornecedores diretos e serviços associados em conceitos básicos de Seis Sigma
  42. 42. Exemplo
  43. 43. Prêmio Nacional da Qualidade® O PNQ, concedido pela FNQ, constitui o maior reconhecimento público à excelência da gestão das organizações com sede no Brasil.
  44. 44. Como surgiu o PNQ®? • O Prêmio Nacional de Qualidade (PNQ) surgiu em 1992, com a instituição da Fundação Nacional da Qualidade. • Procura reconhecer as práticas de excelência em gestão reconhecidas mundialmente aplicadas às empresas sediadas no Brasil.
  45. 45. Quais são os objetivos do PNQ®? 1. 2. 3. 4. Estimular o desenvolvimento do País Promover a melhoria da qualidade da gestão Aumentar a competitividade das organizações Prover a troca de informações sobre métodos e sistemas de gestão que alcançaram sucesso 5. Demonstrar os benefícios decorrentes da utilização dessas estratégias.
  46. 46. Como funciona o PNQ®? • O PNQ® é um prêmio concedido anualmente no Brasil a organizações tanto do setor privado como do público. Existem cinco diferentes categorias de premiação: 1. 2. 3. 4. 5. Grandes empresas Médias empresas Pequenas e microempresas Organizações sem fins lucrativos Órgãos da administração pública.
  47. 47. Quais são os critérios do PNQ®? • O PNQ está baseado em um conjunto de oito critérios para a excelência do desempenho: 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. Liderança Estratégias e Planos Informações e Conhecimento Clientes Sociedade Pessoas Processos Resultados
  48. 48. Empresas vencedoras do PNQ® • • • • • • • • • • • • 1992 - IBM (Sumaré, manufaturas); 1993 - Xerox do Brasil (manufaturas); 1994 - Citibank (segmento de pessoas físicas, prestadora de serviços); 1995 - Serasa (prestadora de serviços); 1996 - Alcoa (Poços de Caldas, manufaturas); 1997 - Copesul e Weg Motores (manufaturas), e Citibank Corporate Banking (serviços); 1998 - Siemens (Unidade deTelecomunicações 1999 - Cetrel S.A. (categoria Médias empresas) e Carterpillar (categoria manufaturas 2000 - Serasa (categoria grandes empresas 2001 - Bahia Sul Celulose S.A. (categoria grandes empresas 2002 - Gerdau S.A. (Politeno) e Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre 2003 - Dana Albarus - Divisão de Cardans, Gravataí, (categoria Grandes Empresas) e Escritório de Engenharia Joal Teitelbaum, (categoria Médias Empresas) 2004 - Belgo Juiz de Fora, (categoria Grandes Empresas) 2005 - Companhia Paulista de Força e Luz e Petroquímica União S.A. (categoria Grandes Empresas); Serasa S.A. e Suzano Petroquímica S.A., (categoria Médias Empresas). 2006 - Belgo Siderurgia S/A e Odiseo Comunicaçoes Ltda 2007 - Albras Alumínio Brasileiro S.A., Gerdau Aços Longos S.A. – Unidade Gerdau Riograndense, Promon S.A, Fras-le s/a, petróleo brasileiro s.A (petrobras) 2008 - Companhia Paulista de Força e Luz e Suzano Papel e Celulose S.A. 2009 - Eletropaulo Metropolitana Eletricidade De São Paul, Brasal Refrigerantes S.A., Companhia Piratininga de Força e Luz, Volvo 2010 - Aes sul distribuidora gaucha de energia s/a, elektro eletricidade e serviços s/a 2011 - Companhia Energética do Ceará, Companhia Paulista de Força e Luz, Centrais eletricas do norte, rio grande energia s.A 2012 - Cemig geração etransmissão S/A, Eletropaulo Metropolitana Eletricidade De São Paul, Suspensys sistemas automotivos ltda, energisa paraíba distribuidora de energia S/A, volvo do brasil veículos ltda, AES tietê S/A 2013 - Elektro eletricidade e serviços s/a, Companhia de Saneamento Básico Do Estado De São Paulo
  49. 49. Estudo de caso 1 •198 empresas pesquisadas; •ISO 9001, Seis sigma, Total Quality Managementy (TQM); •Destacando os motivos para implantação e principais ferramentas utilizadas.
  50. 50. Princípais etapas na implantação das técnicas: • Orientação • Atribuição de poder • Alinhamento
  51. 51. Resultados: • ISO 9001 43,3% das empresas investiram entre 50 mil e 250 mil de reais e os ganhos foram superiores a R$ 1 milhão em 39% das organizações. • Seis sigma 39,1% das empresas investiram entre 100 mil e 1 milhão de reais, das quais um terço teve retornos entre R$ 250 mil e R$ 500 mil, e 13% delas obteve retornos maiores que R$ 1 milhão. • TQM os investimentos tiveram uma gama muito grande de valores (entre 10 mil e 1 milhão de reais) e o retorno financeiro em 22,6% foi entre 250 mil e superior a 1 milhão de reais.
  52. 52. Estudo de caso 2
  53. 53. “Não estamos no ramo do café servindo pessoas. Estamos no ramo das pessoas servindo café.” Howard Schultz
  54. 54. 5 princípios da Starbucks: 1) Aja como se fosse o dono 2) Tudo importa 3) Surpresa e encantamento 4) Abrace a oposição 5) Deixe sua marca
  55. 55. Category Brand Value 2013 $M Brand Brand contribution Brand value % change 2013 vs 2012 Rank change 1 Technology Apple 183,071 4 1% 0 25 Global Banks HSBC 23,97 3 24% 6 26 Entertainment Disney 23,913 3 40% 17 43 Cars Mercedes-Benz 17,952 4 11% 3 44 Fast Food Starbucks 17,892 4 5% -2 49 Oil & Gas Shell 17,25 4 15% 1 56 Technology HP 16,362 2 -29% -28 71 Cars Honda 12,401 3 -2% -6 96 Global Banks Santander 9,232 3 8% -1 100 Cars VW 8,79 3 3% -4
  56. 56. Category Brand Value 2013 $M Brand Brand contribution Brand value % change 2013 vs 2012 1 Fast Food McDonald's 90,256 4 -5% 2 Refrigerantes Coca - Cola 64,698 5 7% 3 Fast Food Starbucks 17,892 4 5% 4 Fast Food Subway 16,691 4 12% 5 Refrigerantes Diet Coke 13,717 4 -2% 6 Beer Bud Light 10,84 3 30% 7 Refrigerantes Red Bull 10,558 3 6% 8 Fast Food KFC 9,953 3 12% 9 Refrigerantes Pepsi 9,799 4 -5% 10 Beer Budweiser 9,458 4 26%

×