Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.
“(…) que vi eu ainda de
verdadeiramente estranho na charneca
de Fátima?
A chuva, à hora pré-anunciada, deixar
de cair; a d...
Avelino de Almeida
Chefe de Redacção do Jornal “O
Século”
2
“O teu racionalismo sofreu um formidável embate e queres
estabelecer uma opinião segura socorrendo-te de depoimentos
insus...
António da Silva
(irmão da mãe de
Jacinta) – “Se os
cachopos viram uma
mulher vestida de
branco quem poderia
ser se não No...
(…)
- “Que lugar é o de vocemecê ?”
- “O meu lugar é o céu”.
- “Para que é que vocemecê cá vem ao
mundo?”
- “Venho cá para...
TERCEIRAAPARIÇÃO
- “Quero-te dizer que voltes cá no dia 13. Rezem o terço a Nossa
Senhora do Rosário que abrande a guerra ...
 - “Quero-te dizer que voltes cá no dia 13 e que
aprendas a ler para te dizer o que te quero”.
 - "Quero dizer-te que co...
– Venho cá para te dizer que venhas
cá todos os meses até fazer seis
meses e no fim de seis meses te direi
o que quero.
“Q...
ATÉ QUE EM
OUTUBRO LHES
DARIA UM SINAL
DO PODER DE
DEUS
Eu disse:
– Faça um milagre para que todos se
acreditem.
– Daqui a...
Espalhou-se a nova por muitas léguas em
redondeza; voou, de terra em terra, até aos
confins de Portugal, e a romagem dos c...
Foi assim que, no dia célebre e tão
ansiado, afluíram de perto e de
longe a Fátima, arrostando com
todos os embaraços e to...
Vi ranchos de homens e de mulheres,
pacientemente, (…) dirigirem-se de
véspera para o sítio famoso, cantando
hinos sacros ...
…Vi que o desalento não invadiu as
almas, que a confiança se conservou
viva e ardente, a despeito das
inesperadas contrari...
Vi (…) a chuva, à hora pré-anunciada, deixar de cair; a densa massa de nuvens
romper-se e o astro-rei – disco de prata fos...
Este disco colorido e celeste parecia ter a vertigem
do movimento. (…) Girava com uma rapidez
perturbante. De repente, vib...
 .
Não mostravam sinais de
perturbação mental, nem de
exaltação religiosa, nem a mínima
inclinação para o misticismo.
Não...
17
No dia seguinte, 12 de Outubro, a mãe da Lúcia, muito
inquieta, convidou a filha a vir com ela confessar-se para
estare...
 .
Lúcia viu, ouviu e
falou com a Senhora
da Azinheira.
Jacinta só viu, mas
não ouviu.
Francisco só ouviu.
18
vulto que parecia
uma pessoa
embrulhada num
lençol, não se lhe
vendo o rosto, nem os
braços, nem os pés, e
que nada disse....
 A Senhora era uma mulherzinha de tez branca e
luminosa, olhos negros e de uma beleza
extraordinária e ofuscante que quas...
quando falava alargava
os braços e abria as
mãos, mas mantinha a
boca fechada, sem mexer
os lábios
"uma voz muito sumida,
...
halos solares ou
paraélio
alucinação colectiva
problemas na retina
22
 “A explicação está no facto de duas correntes de vento
que se encontrem num ângulo poderem fazer com que
uma massa de ar...
Nem todas as cerca de 50
a 70 mil pessoas que
estavam no local se
aperceberam do fenómeno
Em Alburitel, uma aldeia
situada...
25
“o carácter milagroso dessa lente de ar deve ser
procurado na formação que se criou por cima da
Cova da Iria e na previ...
fenómeno
extraordinário,
produzido por
alguém com um
poder superior
26
27
28
« Não nos compete ser juízes. Aquele que vos julgara
não ficaria satisfeito com juízos precipitados. Tende fé e
esperai...
29
30
31
32
33
Próximo SlideShare
Cargando en…5
×

de

O milagre do sol e o espiritismo Slide 1 O milagre do sol e o espiritismo Slide 2 O milagre do sol e o espiritismo Slide 3 O milagre do sol e o espiritismo Slide 4 O milagre do sol e o espiritismo Slide 5 O milagre do sol e o espiritismo Slide 6 O milagre do sol e o espiritismo Slide 7 O milagre do sol e o espiritismo Slide 8 O milagre do sol e o espiritismo Slide 9 O milagre do sol e o espiritismo Slide 10 O milagre do sol e o espiritismo Slide 11 O milagre do sol e o espiritismo Slide 12 O milagre do sol e o espiritismo Slide 13 O milagre do sol e o espiritismo Slide 14 O milagre do sol e o espiritismo Slide 15 O milagre do sol e o espiritismo Slide 16 O milagre do sol e o espiritismo Slide 17 O milagre do sol e o espiritismo Slide 18 O milagre do sol e o espiritismo Slide 19 O milagre do sol e o espiritismo Slide 20 O milagre do sol e o espiritismo Slide 21 O milagre do sol e o espiritismo Slide 22 O milagre do sol e o espiritismo Slide 23 O milagre do sol e o espiritismo Slide 24 O milagre do sol e o espiritismo Slide 25 O milagre do sol e o espiritismo Slide 26 O milagre do sol e o espiritismo Slide 27 O milagre do sol e o espiritismo Slide 28 O milagre do sol e o espiritismo Slide 29 O milagre do sol e o espiritismo Slide 30 O milagre do sol e o espiritismo Slide 31 O milagre do sol e o espiritismo Slide 32 O milagre do sol e o espiritismo Slide 33
Próximo SlideShare
What to Upload to SlideShare
Siguiente
Descargar para leer sin conexión y ver en pantalla completa.

0 recomendaciones

Compartir

Descargar para leer sin conexión

O milagre do sol e o espiritismo

Descargar para leer sin conexión

O milagre do sol e o espiritismo

Libros relacionados

Gratis con una prueba de 30 días de Scribd

Ver todo
  • Sé el primero en recomendar esto

O milagre do sol e o espiritismo

  1. 1. “(…) que vi eu ainda de verdadeiramente estranho na charneca de Fátima? A chuva, à hora pré-anunciada, deixar de cair; a densa massa de nuvens romper-se e o astro-rei – disco de prata fosca – em pleno zénite aparecer e começar dançando num bailado violento e convulso, que grande número de pessoas imaginava ser uma dança serpentina, tão belas e rutilantes cores revestiu sucessivamente a superfície solar.” Avelino de Almeida, agnóstico e jornalista de "O Século", Outubro de 1917. 1
  2. 2. Avelino de Almeida Chefe de Redacção do Jornal “O Século” 2
  3. 3. “O teu racionalismo sofreu um formidável embate e queres estabelecer uma opinião segura socorrendo-te de depoimentos insuspeitos como o meu, pois que estive lá apenas no desempenho de uma missão bem difícil, tal a de relatar imparcialmente para um grande diário, "O Século", os factos que diante de mim se desenrolassem e tudo quanto de curioso e de elucidativo a eles se prendesse. Não ficará por satisfazer o teu desejo, (…) ... O que ouvi e me levou a Fátima? Que a Virgem Maria, depois da festa da Ascensão, aparecera a três crianças que apascentavam gado, duas mocinhas e um zagalete, recomendando-lhes que orassem e prometendo-lhes aparecer ali, sobre uma azinheira, no dia 13 de cada mês, até que em Outubro lhes daria um sinal do poder de Deus e faria revelações. 3
  4. 4. António da Silva (irmão da mãe de Jacinta) – “Se os cachopos viram uma mulher vestida de branco quem poderia ser se não Nossa Senhora?!” 4
  5. 5. (…) - “Que lugar é o de vocemecê ?” - “O meu lugar é o céu”. - “Para que é que vocemecê cá vem ao mundo?” - “Venho cá para te dizer que venhas cá todos os meses até fazer seis meses e no fim te direi o que quero”. Lúcia perguntou-lhe se ia para o céu. - “Tu vais”. - “E a minha prima?” - “Também vai.” - “E o meu primo?” Lúcia ofereceu-lhe duas cartas e um "vidro com água de cheiro", dizendo: - "Deram-me isto, se vocemecê os quer". - "Isto não é conveniente lá para o céu", respondeu a Senhora 5
  6. 6. TERCEIRAAPARIÇÃO - “Quero-te dizer que voltes cá no dia 13. Rezem o terço a Nossa Senhora do Rosário que abrande a guerra que só ela é que lhe pode valer”. QUARTAAPARIÇÃO - "Quero dizer-te que voltes lá à Cova da Iria; se não tivessem abalado contigo para a Aldeia seria o milagre mais conhecido; havia de vir S. José com o Menino Jesus a dar a paz ao mundo e havia de vir Nosso Senhor benzer o povo, vinha Nossa Senhora do Rosário com um anjo de cada lado e Nossa Senhora com um arco de flores à roda", disse a Senhora. QUINTAAPARIÇÃO - "Aquele dinheiro que vocemecê tem o que é que vocemecê quer feito dele?“ - - "Aquele dinheiro façam dois andoresinhos pequeninos; um leva-o tu mais três meninas como tu e vão de branco; o outro leva-o o Francisco e mais três meninos como ele; levem uma capa branca, levem-no à Senhora do Rosário e apliquem-no a ela", 6
  7. 7.  - “Quero-te dizer que voltes cá no dia 13 e que aprendas a ler para te dizer o que te quero”.  - "Quero dizer-te que continues a rezar sempre o terço à Senhora do Rosário 7
  8. 8. – Venho cá para te dizer que venhas cá todos os meses até fazer seis meses e no fim de seis meses te direi o que quero. “Quero-te dizer que voltes cá no dia 13 e que aprendas a ler… – Quero-te dizer que voltem cá no dia 13. - …que venhas cá para o dia 13 de outubro 8
  9. 9. ATÉ QUE EM OUTUBRO LHES DARIA UM SINAL DO PODER DE DEUS Eu disse: – Faça um milagre para que todos se acreditem. – Daqui a três meses farei então com que todos acreditem. – Não me quer mais nada? – “Não, eu por mim agora não te quero mais nada.” Eu disse-lhe: – Pois eu por mim também não quero mais nada. 9
  10. 10. Espalhou-se a nova por muitas léguas em redondeza; voou, de terra em terra, até aos confins de Portugal, e a romagem dos crentes foi aumentando de mês para mês, a ponto de se juntarem na charneca de Fátima, em 13 de Outubro, umas cinquenta mil pessoas, consoante os cálculos de indivíduos desapaixonados. Nas precedentes reuniões de fiéis não faltou quem tivesse suposto ver singularidades astronómicas e atmosféricas, que se tomaram como indício de imediata intervenção divina. Houve quem falasse de súbitos abaixamentos de temperatura, de cintilação de estrelas em pleno meio-dia e de nuvens lindas e jamais vistas em torno do Sol. 10
  11. 11. Foi assim que, no dia célebre e tão ansiado, afluíram de perto e de longe a Fátima, arrostando com todos os embaraços e todas as durezas das viagens, milhares e milhares de pessoas, umas que palmilharam léguas ao sol e à chuva, outras que se transportaram em variadíssimos veículos, desde os quase pré-históricos até aos mais recentes e maravilhosos modelos de automóveis,(…)! 11
  12. 12. Vi ranchos de homens e de mulheres, pacientemente, (…) dirigirem-se de véspera para o sítio famoso, cantando hinos sacros e caminhando descalços ao ritmo deles e à recitação cadenciada do terço do Rosário, sem que os importunasse, os demovesse ou desesperasse, a mudança quase repentina do tempo, quando as bátegas de água transformaram as estradas poeirentas em fundos lamaçais,. (…) 12
  13. 13. …Vi que o desalento não invadiu as almas, que a confiança se conservou viva e ardente, a despeito das inesperadas contrariedades, que a compostura da multidão,(…) foi perfeita e que as crianças, (…) tiveram a acolhê-las as demonstrações do mais intenso carinho por parte daquele povo que ajoelhou, se descobriu e rezou a seu mandado, ao aproximar-se a hora do milagre, a hora do sinal sensível, a hora mística e suspirada do contacto entre o Céu e a Terra... 13
  14. 14. Vi (…) a chuva, à hora pré-anunciada, deixar de cair; a densa massa de nuvens romper-se e o astro-rei – disco de prata fosca – em pleno zénite aparecer e começar dançando num bailado violento e convulso, que grande número de pessoas imaginava ser uma dança serpentina, tão belas e rutilantes cores revestiu sucessivamente a superfície solar. 14
  15. 15. Este disco colorido e celeste parecia ter a vertigem do movimento. (…) Girava com uma rapidez perturbante. De repente, vibrou desta multidão um grande clamor, (…) O sol, guardando ao mesmo tempo a sua velocidade de rotação, precipitava-se para a terra, ameaçando esmagar-nos sob o peso da sua imensa massa de fogo! Foram segundos cheios de uma emoção aterrorizante! Todos os fenómenos que acabo de citar e descrever, observei-os eu próprio, friamente, calmamente, sem nenhuma perturbação. Deixo aos outros o cuidado de explicar e interpretar.» 15
  16. 16.  . Não mostravam sinais de perturbação mental, nem de exaltação religiosa, nem a mínima inclinação para o misticismo. Não tiraram qualquer proveito material dos acontecimentos. Eram humildes e não demonstravam desejo de protagonismo. Mantiveram a sua palavra perante o Administrador de Ourém. Não tiveram qualquer receio de que a Senhora não cumprisse a sua palavra no dia 13 de Outubro. 16
  17. 17. 17 No dia seguinte, 12 de Outubro, a mãe da Lúcia, muito inquieta, convidou a filha a vir com ela confessar-se para estarem prontas para toda eventualidade, no caso que o milagre não se produza. ‟Se quer confessar-se, respondeu pacificamente a criança, vou de boa vontade consigo, mas não é que tenha medo. Estou certa que a Senhora fará amanhã tudo o que ela prometeu.” No dia 11 de Outubro, o Dr. Formigão perguntou à Lúcia: ‟Não teme a cólera do povo, se o milagre anunciado para o dia 13 de Outubro não se produz? - Não - respondeu ingenuamente a rapariga - não tenho nenhum temor a esse respeito.”
  18. 18.  . Lúcia viu, ouviu e falou com a Senhora da Azinheira. Jacinta só viu, mas não ouviu. Francisco só ouviu. 18
  19. 19. vulto que parecia uma pessoa embrulhada num lençol, não se lhe vendo o rosto, nem os braços, nem os pés, e que nada disse. 19
  20. 20.  A Senhora era uma mulherzinha de tez branca e luminosa, olhos negros e de uma beleza extraordinária e ofuscante que quase cegava;  Era difícil fixá-la com o olhar;  Aparentava ter quinze anos;  Media cerca de um metro e dez de altura.  A sua expressão era sempre séria, nunca tendo chorado nem sorrido; 20 Umas vezes, após o surgimento de um relâmpago, aparecia em cima da carrasqueira, outras vezes vinha de Nascente, para onde regressava depois de falar com Lúcia.
  21. 21. quando falava alargava os braços e abria as mãos, mas mantinha a boca fechada, sem mexer os lábios "uma voz muito sumida, semelhante ao zumbir d' uma abelha, mas sem distinguir palavra alguma " 21
  22. 22. halos solares ou paraélio alucinação colectiva problemas na retina 22
  23. 23.  “A explicação está no facto de duas correntes de vento que se encontrem num ângulo poderem fazer com que uma massa de ar entre em movimento rotativo. Caso haja uma inversão da temperatura, essa massa não só rodará como também será puxada para cima e para baixo, e muito provavelmente seguindo uma órbita elíptica. O tamanho de uma tal lente de ar pode variar entre poucos metros e 30 ou mais metros. Se, além disso, se encher de partículas de gelo, poderá fragmentar a luz do sol em várias, ou pelo menos algumas, cores do arco-íris, tal como foi observado em Fátima. Um fenómeno semelhante ocorre aquando da formação de tornados.” Pe. Stanley Jaki, “Deus e o Sol em Fátima” 23
  24. 24. Nem todas as cerca de 50 a 70 mil pessoas que estavam no local se aperceberam do fenómeno Em Alburitel, uma aldeia situada a uns 15 quilómetros, a população viu os movimentos do sol e, apavorada, veio para a rua chorar e rezar; em S. Pedro de Muel, a cerca de 50 Km. o poeta Afonso Lopes Vieira viu, de sua casa, o sol a bailar . 24
  25. 25. 25 “o carácter milagroso dessa lente de ar deve ser procurado na formação que se criou por cima da Cova da Iria e na previsão do momento feita por Lúcia meses antes, bem como no facto de a lente de ar, sendo tão frágil, ter mantido a sua forma durante mais ou menos 15 minutos depois de descrever dois ou três percursos elípticos na direcção da terra. A explicação do acontecimento por meio de uma lente de ar dá conta, de forma satisfatória, de um complexo conjunto de ocorrências que são miraculosas na medida em que são imprevisíveis e muito raras”. Pe. Stanley Jaki
  26. 26. fenómeno extraordinário, produzido por alguém com um poder superior 26
  27. 27. 27
  28. 28. 28 « Não nos compete ser juízes. Aquele que vos julgara não ficaria satisfeito com juízos precipitados. Tende fé e esperai. Não é costume nosso predizer o futuro. Os arcanos do futuro são insondáveis, mas por vezes Deus permite que se erga uma ponta do véu que o encobre. Assim, pois, tende confiança nas nossas prevenções. A data de 13 de Maio será de grande alegria para os bons espiritas de todo o mundo. Tende fé e sede bons. » Assina Ergo sum Charitas. « Sempre ao vosso lado tereis os vossos amigos que guiarão os vossos passos e vos auxiliarão na vossa tarefa. » Assina Ergo sum Charitas. « A luz brilhante da Estrela Matutina vos alumiara vos alumiara o caminho. » Stella Matutina.
  29. 29. 29
  30. 30. 30
  31. 31. 31
  32. 32. 32
  33. 33. 33

O milagre do sol e o espiritismo

Vistas

Total de vistas

497

En Slideshare

0

De embebidos

0

Número de embebidos

0

Acciones

Descargas

4

Compartidos

0

Comentarios

0

Me gusta

0

×