Se ha denunciado esta presentación.
Utilizamos tu perfil de LinkedIn y tus datos de actividad para personalizar los anuncios y mostrarte publicidad más relevante. Puedes cambiar tus preferencias de publicidad en cualquier momento.

Aula15 TEES UFS Engenharia de Sistemas

1.589 visualizaciones

Publicado el

Aula15 TEES UFS Engenharia de Sistemas

Publicado en: Tecnología, Empresariales
  • Sé el primero en comentar

  • Sé el primero en recomendar esto

Aula15 TEES UFS Engenharia de Sistemas

  1. 1. Engenharia de Sistemas Aula 15
  2. 2. Sumário <ul><li>O âmbito da engenharia de software </li></ul><ul><ul><li>Os sistemas </li></ul></ul><ul><ul><li>Teoria geral dos sistemas </li></ul></ul><ul><ul><li>Engenharia de Sistemas </li></ul></ul><ul><ul><li>Engenharia de requisitos </li></ul></ul>
  3. 3. Os Sistemas <ul><li>Conceitos fundamentais </li></ul><ul><ul><li>Sistema: todo organizado em componentes interligados, que gera propriedades emergentes e tem algum propósito. </li></ul></ul><ul><ul><li>Visão holística: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>“ o todo é maior do que a soma das partes” (Aristóteles) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>É importante investigar os fenómenos complexos holísticamente </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ideias são uma reacção contra o reducionismo científico (subdividir o objecto de estudo em partes) </li></ul></ul></ul>
  4. 4. Teoria geral dos sistemas (TGS) <ul><li>A abordagem de sistemas </li></ul><ul><ul><li>Tudo pode ser olhado como um sistema </li></ul></ul><ul><ul><li>Todos os sistemas têm algumas características comuns </li></ul></ul><ul><li>História da TGS </li></ul><ul><ul><li>Psicologia da Gestalt (1930) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Estudo da mente como um todo: pensamento holístico </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Teoria Geral dos Sistemas, Bertalanffy(1951) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>disciplina dedicada a formular princípios aplicáveis a todo tipo de sistema </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Sociedade para a investigação dos Sistemas Gerais </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Maior impacto nas ciências de gestão e organizacionais </li></ul></ul></ul>“ podemos dizer que todos fenómenos são conjuntos de elementos interligados entre sí” (Babel, o filme) Efeito Borboleta (Teoria do Caos)
  5. 5. Características gerais dos sistemas <ul><li>Definição subjectiva: são um conceito!! </li></ul><ul><li>São Organizados </li></ul><ul><li>Têm propósito </li></ul><ul><li>Têm propriedades emergentes da interligação dos seus componentes </li></ul><ul><li>Têm fronteiras: o que está a sua volta é o seu ambiente </li></ul><ul><li>Envolvem Processamentos/Transformações </li></ul><ul><li>Comunicam-se com o seu ambiente através de entradas e saídas </li></ul><ul><li>Os sistemas abertos adaptam-se ao seu ambiente através de processos de controlo e re-alimentação </li></ul><ul><ul><li>Open Source.. qualquer semelhança não é mera coincidência .. </li></ul></ul>
  6. 6. Características gerais dos sistemas <ul><li>Constituídos por subsistemas (hierarquia) </li></ul><ul><li>Comportamento em termos de estado </li></ul><ul><li>Taxinomia de sistemas: várias dimensões bipolares </li></ul><ul><li>Controlo </li></ul><ul><li>Performance </li></ul><ul><li>Feed-back </li></ul>
  7. 7. Características gerais dos sistemas Controlo Ambiente Processo Sistema agente agente agente output inputs
  8. 8. Tipos de Feedback <ul><li>Negativo </li></ul><ul><ul><li>É reactivo </li></ul></ul><ul><ul><li>As saídas são monitoradas e se tomam acções para corrigir os desvios </li></ul></ul><ul><li>Positivo </li></ul><ul><ul><li>versão desviada do controlo negativo que incrementa os desvios </li></ul></ul><ul><li>Feedforward </li></ul><ul><ul><li>é proactivo </li></ul></ul><ul><ul><li>Exemplo </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>o planeamento nas organizações: gestores tentam prever o futuro próximo em termos de número de pedidos para os seus produtos e sobre esta base podem decidir aumentar o diminuir os níveis de inventário destes </li></ul></ul></ul>
  9. 9. Disciplinas derivadas da TGS <ul><li>Engenharia de sistemas </li></ul><ul><ul><li>Surge nas décadas de 1940-50 </li></ul></ul><ul><ul><li>Foco no desenvolvimento de artefactos físicos complexos </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Plantas industriais, petroquímicas.. </li></ul></ul></ul><ul><li>Análise de sistemas </li></ul><ul><ul><li>Surge nos anos 50.. Teve grande influencia nos anos 70-80 </li></ul></ul><ul><ul><li>Aplicação do pensamento de sistema ao desenvolvimento de sistemas de informação </li></ul></ul><ul><li>Investigação operacional </li></ul><ul><ul><li>Aplicação de métodos científicos a problemas de gestão (optimização, afectação de recursos) </li></ul></ul>
  10. 10. Engenharia de Sistemas - hoje <ul><li>Colecção de métodos para analisar, desenhar, implementar e operar sistemas </li></ul><ul><ul><li>Engenharia Organizacional </li></ul></ul><ul><ul><li>Engenharia dos Processos de Negócio </li></ul></ul><ul><ul><li>Engenharia do produto </li></ul></ul><ul><ul><li>Engenharia do software </li></ul></ul><ul><li>Intensa utilização de técnicas de modelação e simulação </li></ul>
  11. 11. Framework de Zachman original Derivada da Engenharia do Produto Materiais Tasks Geometria
  12. 12. Framework Zachman - padrão de facto para expressar uma Arquitectura Corporativa e.g. DA DOS Builder ÂMBITO (CONTEXTUAL) NEGÓCIO (CONCEPTUAL) MODELO DO Designer MODELO DO SISTEMA (LOGIC O ) MODELO TECNOLÓGICO (FÍSICO ) REPRESEN- TAÇÕES DETALHADAS ( FORA - DO - CONTEXT O ) Sub- Contractor FUNCTIONING ENTERPRISE D ADOS PROCESSOS NETWORK e.g. Definições de Dados Ent = Field Reln = Address e.g. Modelo Físico de Dados Ent = Segment/Table/etc. Reln = Pointer/Key/etc. e.g. Modelo lógico de dados Ent = Data Entity Reln = Data Relationship e.g.Model o Semântico Ent = Business Entity Reln = Business Relationship List a de coisas i mportant es Para o negócio ENTITY = Class of Business Thing List a de Processes que o negócio executa Function = Class of Business Process e.g. Arquitectura de Aplicações I/O = User Views Proc .= Application Function e.g. Design do Sistema I/O = Data Elements/Sets Proc.= Computer Function e.g. Program a I/O = Control Block Proc.= Language Stmt e.g. FUN ÇÃO e.g. Modelo de Processos de Proc. = Business Process I/O = Business Resources List a l oca lizações nas quais o negócio opera Node = Major Business Location e.g. Sistema de Logística do Negócio Node = Business Location Link = Business Linkage e.g. Arquitectura de Sistemas Node = I/S Function (Processor, Storage, etc) Link = Line Characteristics e.g. Arquitectura Tecnológica Node = Hardware/System Software Link = Line Specifications e.g. Arquitectura de Rede Node = Addresses Link = Protocols e.g. REDE Distribuídos Planner Owner Builder MODELO DO NEGÓCIO (CONCEPTUAL) Designer M ODELO DE SISTEMAS (LOGIC O ) MODELO TECNOLÓGICO ( FíSICO ) Sub- Contractor FUNCTIONING MOTIVA ÇÃO T EMPO PE SSOAS e.g. Especificações de Regras End = Sub-condition Means = Step e.g. Design de Regras End = Condition Means = Action e.g., Modelo de Regras End = Structural Assertion Means =Action Assertion End = Business Objective Means = Business Strategy List a de objectivos de negócio Ends/Means=Major Bus. Goal/ Critical Success Factor List a de Event o s Significant es Time = Major Business Event e.g. Estrutura de Processos Cycle = Processing Cycle Time = System Event e.g. Estrutura de Controlo Cycle = Component Cycle Time = Execute e.g. Definição de Timing s Cycle = Machine Cycle Time = Interrupt e.g. ESCALONAMENTO e.g. Escalonamento Mestre Time = Business Event Cycle = Business Cycle List a de o rganiza ções People = Major Organizations e.g. Modelo de WorkFlow People = Organization Unit Work = Work Product e.g. Arquitectura de Inteface People = Role Work = Deliverable e.g. Arquitectura de apresentação People = User Work = Screen Format e.g. Arquitectura de Segurança People = Identity Work = Job e.g. ORGANIZA ÇÃO Planner Owner Para o negócio Important es para o negócio O quê Como Onde Quem Quando Porquê John A. Zachman, Zachman International (810) 231-0531 ÂMBITO (CONTEXTUAL) Homem-Máquina e.g. ESTRATÉGIA ENTERPRISE e.g. Plan o de Negócio Estratégia Negócio/Actividades de negócio REPRESEN- TAÇÕES DETALHADAS ( FORA - DO - CONTEXT O )
  13. 13. Framework Zachman - padrão de facto para expressar uma Arquitectura Corporativa

×