SlideShare una empresa de Scribd logo
1 de 2
Descargar para leer sin conexión
EQUIVALÊNCIA DE UNIDADES
                 -3               -3
 meq . 100 cm          mmolc . dm      mg . dm-3        Elemento          Óxidos              Carbonatos
  cmolc . dm-3                          (ppm)           (kg . ha-1)      (kg . ha-1)           (kg . ha-1)
     1 Ca                    10          200               400             5601                  10002

      1 Mg                   10          120               240              4001                  8402

       1K                    10          400               800              9601                   -

       1 Al                  10           90               180                -                    -

       1P                    -           100               200              4601                   -

1 = CaO, MgO, K2O e P2O5, respectivamente
2 = CaCO3 e MgCO3, respectivamente

1 ppm de P                                          1 meq de K/100 cm3
1 µg.g-1 de P                                       391 ppm de K
1 mg.kg-1 de P                                      10 mmolc K.dm-3
2 kg.ha-1 de P                                      782 kg.ha-1 de K
4,5 kg.ha-1 de P2O5                                 942 kg.ha-1 de K2O

1meq de Ca/100 cm3                                  1meq de Mg/100 cm3
10 mmolc Ca.dm-3                                    10 mmolc Mg.dm-3
400 kg.ha-1 de Ca                                   243 kg.ha-1 de Mg


        ELEMENTOS                            UNIDADES                        QUANTIDADE/ha
        Matéria Orgânica                1% peso/vol. ou 1 g.dm-3                 20.000 kg
          Fosforo (P)                          1mg.dm-3                           2 kg de P
        Enxofre (S-SO4)                        1mg.dm-3                        2 kg de S-SO4
                                               1mg.dm-3                           2 kg de K
                                             1mmolc.dm-3                         78 kg de K
              Potássio (K)
                                          1 meq.100 cm-3 ou
                                                                                   780 kg de K
                                             1 cmolc.dm-3
                                              1 mg.dm-3                             2 kg de Ca
                                             1mmolc.dm-3                           40 kg de Ca
              Cálcio (Ca)
                                          1 meq.100cm-3 ou
                                                                                   400 kg de Ca
                                             1 cmolc.dm-3
                                              1 mg.dm-3                             2 kg de Mg
                                             1mmolc.dm-3                           24 kg de Mg
         Magnésio (Mg)
                                          1 meq.100cm-3 ou
                                                                                   240 kg de Mg
                                             1 cmolc.dm-3
                                             1mmolc.dm-3                           18 kg de Al
          Alumínio (Al)                   1 meq.100cm-3 ou
                                                                                   180 kg de Al
                                             1 cmolc.dm-3
            Boro (B)
          Cobre (Cu)
           Ferro (Fe)
                                               1 mg.dm-3                               2 kg
        Manganês (Mn)
        Molibidênio (Mo)
          Zinco (Zn)
FATORES DE CONVERSÃO

    P2O5 * 0,437 = P        K2O * 0,83 = K     Ca * 1,4 = CaO   Mg * 1,658 = MgO
    P * 2,29 = P2O5         K * 1.205 = K2O   CaO * 0,714 =Ca   MgO * 0,603 = Mg
* 1 hectare (ha) → 2.000.000 dm3

Más contenido relacionado

La actualidad más candente

Adubação Racional do Cafeeiro Por Marcelo Jordão Filho - UFLA 2017
Adubação Racional do Cafeeiro  Por Marcelo Jordão Filho  - UFLA 2017Adubação Racional do Cafeeiro  Por Marcelo Jordão Filho  - UFLA 2017
Adubação Racional do Cafeeiro Por Marcelo Jordão Filho - UFLA 2017Revista Cafeicultura
 
Apresentação Roberto Santinato Adubação Orgânica para o Cafeeiro
Apresentação Roberto Santinato Adubação Orgânica para o CafeeiroApresentação Roberto Santinato Adubação Orgânica para o Cafeeiro
Apresentação Roberto Santinato Adubação Orgânica para o CafeeiroRevista Cafeicultura
 
Col.agro 13.como manter ou aumentar a relaçao ca.mg
Col.agro 13.como manter ou aumentar a relaçao ca.mgCol.agro 13.como manter ou aumentar a relaçao ca.mg
Col.agro 13.como manter ou aumentar a relaçao ca.mggastao ney monte braga
 
Conferencia conilon 11 06 12 apresentação pdf
Conferencia conilon  11 06 12 apresentação pdfConferencia conilon  11 06 12 apresentação pdf
Conferencia conilon 11 06 12 apresentação pdfRevista Cafeicultura
 
Aula 10 plantas c3 c4 cam pdf
Aula 10 plantas c3 c4 cam pdfAula 10 plantas c3 c4 cam pdf
Aula 10 plantas c3 c4 cam pdfErica Oliveira
 
A Cafeicultura no Espírito Santo por Evair Mello
A Cafeicultura no  Espírito Santo por Evair MelloA Cafeicultura no  Espírito Santo por Evair Mello
A Cafeicultura no Espírito Santo por Evair MelloRevista Cafeicultura
 
Fertilización y manejo integrado de plagas y enfermedades en el cultivo del a...
Fertilización y manejo integrado de plagas y enfermedades en el cultivo del a...Fertilización y manejo integrado de plagas y enfermedades en el cultivo del a...
Fertilización y manejo integrado de plagas y enfermedades en el cultivo del a...Terravocado
 
Adubação Potassica Soja
Adubação Potassica SojaAdubação Potassica Soja
Adubação Potassica SojaGustavo Avila
 
CULTIVO DE BANANO 2017.pdf
CULTIVO DE BANANO 2017.pdfCULTIVO DE BANANO 2017.pdf
CULTIVO DE BANANO 2017.pdfeliazargarcia8
 
Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - A cultura do açaizeiro irr...
Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - A cultura do açaizeiro irr...Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - A cultura do açaizeiro irr...
Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - A cultura do açaizeiro irr...cbsaf
 
Caos XT - El aporte de calcio óptimo | Kimitec Group
Caos XT - El aporte de calcio óptimo | Kimitec GroupCaos XT - El aporte de calcio óptimo | Kimitec Group
Caos XT - El aporte de calcio óptimo | Kimitec GroupKimitec Group
 
Palestra José Braz Matiello - Manejo do Cafeeiro
Palestra José Braz Matiello - Manejo do CafeeiroPalestra José Braz Matiello - Manejo do Cafeeiro
Palestra José Braz Matiello - Manejo do CafeeiroRevista Cafeicultura
 
Apostila primavera enterprise versão 6.0
Apostila primavera enterprise versão 6.0Apostila primavera enterprise versão 6.0
Apostila primavera enterprise versão 6.0Thaiane Freire
 
Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca Adubação no cafeeiro: Teorias...
Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca  Adubação no cafeeiro: Teorias...Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca  Adubação no cafeeiro: Teorias...
Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca Adubação no cafeeiro: Teorias...Revista Cafeicultura
 

La actualidad más candente (20)

Calagem e-gessagem-2012
Calagem e-gessagem-2012Calagem e-gessagem-2012
Calagem e-gessagem-2012
 
Adubação Racional do Cafeeiro Por Marcelo Jordão Filho - UFLA 2017
Adubação Racional do Cafeeiro  Por Marcelo Jordão Filho  - UFLA 2017Adubação Racional do Cafeeiro  Por Marcelo Jordão Filho  - UFLA 2017
Adubação Racional do Cafeeiro Por Marcelo Jordão Filho - UFLA 2017
 
Nutrição e adubação cana-de-açúcar
Nutrição e adubação cana-de-açúcarNutrição e adubação cana-de-açúcar
Nutrição e adubação cana-de-açúcar
 
Apresentação Roberto Santinato Adubação Orgânica para o Cafeeiro
Apresentação Roberto Santinato Adubação Orgânica para o CafeeiroApresentação Roberto Santinato Adubação Orgânica para o Cafeeiro
Apresentação Roberto Santinato Adubação Orgânica para o Cafeeiro
 
Classificação de doenças de McNew
Classificação de doenças de McNewClassificação de doenças de McNew
Classificação de doenças de McNew
 
Col.agro 13.como manter ou aumentar a relaçao ca.mg
Col.agro 13.como manter ou aumentar a relaçao ca.mgCol.agro 13.como manter ou aumentar a relaçao ca.mg
Col.agro 13.como manter ou aumentar a relaçao ca.mg
 
Conferencia conilon 11 06 12 apresentação pdf
Conferencia conilon  11 06 12 apresentação pdfConferencia conilon  11 06 12 apresentação pdf
Conferencia conilon 11 06 12 apresentação pdf
 
Aula 10 plantas c3 c4 cam pdf
Aula 10 plantas c3 c4 cam pdfAula 10 plantas c3 c4 cam pdf
Aula 10 plantas c3 c4 cam pdf
 
A Cafeicultura no Espírito Santo por Evair Mello
A Cafeicultura no  Espírito Santo por Evair MelloA Cafeicultura no  Espírito Santo por Evair Mello
A Cafeicultura no Espírito Santo por Evair Mello
 
Como calcular a dosagem de vinhaça
Como  calcular  a dosagem  de  vinhaçaComo  calcular  a dosagem  de  vinhaça
Como calcular a dosagem de vinhaça
 
Cultura do coqueiro
Cultura do coqueiroCultura do coqueiro
Cultura do coqueiro
 
Fertilización y manejo integrado de plagas y enfermedades en el cultivo del a...
Fertilización y manejo integrado de plagas y enfermedades en el cultivo del a...Fertilización y manejo integrado de plagas y enfermedades en el cultivo del a...
Fertilización y manejo integrado de plagas y enfermedades en el cultivo del a...
 
Adubação Potassica Soja
Adubação Potassica SojaAdubação Potassica Soja
Adubação Potassica Soja
 
Informativo técnico
Informativo técnicoInformativo técnico
Informativo técnico
 
CULTIVO DE BANANO 2017.pdf
CULTIVO DE BANANO 2017.pdfCULTIVO DE BANANO 2017.pdf
CULTIVO DE BANANO 2017.pdf
 
Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - A cultura do açaizeiro irr...
Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - A cultura do açaizeiro irr...Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - A cultura do açaizeiro irr...
Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - A cultura do açaizeiro irr...
 
Caos XT - El aporte de calcio óptimo | Kimitec Group
Caos XT - El aporte de calcio óptimo | Kimitec GroupCaos XT - El aporte de calcio óptimo | Kimitec Group
Caos XT - El aporte de calcio óptimo | Kimitec Group
 
Palestra José Braz Matiello - Manejo do Cafeeiro
Palestra José Braz Matiello - Manejo do CafeeiroPalestra José Braz Matiello - Manejo do Cafeeiro
Palestra José Braz Matiello - Manejo do Cafeeiro
 
Apostila primavera enterprise versão 6.0
Apostila primavera enterprise versão 6.0Apostila primavera enterprise versão 6.0
Apostila primavera enterprise versão 6.0
 
Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca Adubação no cafeeiro: Teorias...
Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca  Adubação no cafeeiro: Teorias...Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca  Adubação no cafeeiro: Teorias...
Marcelo Jordão da Silva Filho – Procafé Franca Adubação no cafeeiro: Teorias...
 

Destacado

Tabelas de Conversão de Unidades de Medidas
Tabelas de Conversão de Unidades de MedidasTabelas de Conversão de Unidades de Medidas
Tabelas de Conversão de Unidades de MedidasMarcelo Elvis
 
Fator de conversão de medidas
Fator de conversão de medidasFator de conversão de medidas
Fator de conversão de medidasAndré Sá
 
Tabelas conversao-medidas
Tabelas conversao-medidasTabelas conversao-medidas
Tabelas conversao-medidasTaline Cunha
 
Classificação Geoquímica de Rochas Igneas
Classificação Geoquímica de Rochas IgneasClassificação Geoquímica de Rochas Igneas
Classificação Geoquímica de Rochas IgneasAstrid Siachoque
 
Tabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidadesTabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidadesDaniel Nunes
 
Tabelas de conversao
Tabelas de conversaoTabelas de conversao
Tabelas de conversaosdgdsfgdsgf
 

Destacado (6)

Tabelas de Conversão de Unidades de Medidas
Tabelas de Conversão de Unidades de MedidasTabelas de Conversão de Unidades de Medidas
Tabelas de Conversão de Unidades de Medidas
 
Fator de conversão de medidas
Fator de conversão de medidasFator de conversão de medidas
Fator de conversão de medidas
 
Tabelas conversao-medidas
Tabelas conversao-medidasTabelas conversao-medidas
Tabelas conversao-medidas
 
Classificação Geoquímica de Rochas Igneas
Classificação Geoquímica de Rochas IgneasClassificação Geoquímica de Rochas Igneas
Classificação Geoquímica de Rochas Igneas
 
Tabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidadesTabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidades
 
Tabelas de conversao
Tabelas de conversaoTabelas de conversao
Tabelas de conversao
 

Más de Igor Bulhões

Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01
Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01
Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01Igor Bulhões
 
Intolerancia religiosa em salvador da bahia
Intolerancia religiosa em salvador da bahiaIntolerancia religiosa em salvador da bahia
Intolerancia religiosa em salvador da bahiaIgor Bulhões
 
Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367
Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367
Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367Igor Bulhões
 
Cartas de amor nº 37
Cartas de amor nº 37Cartas de amor nº 37
Cartas de amor nº 37Igor Bulhões
 
No mundo há muitas armadilhas
No mundo há muitas armadilhasNo mundo há muitas armadilhas
No mundo há muitas armadilhasIgor Bulhões
 
No caminho com maiakovski
No caminho com maiakovskiNo caminho com maiakovski
No caminho com maiakovskiIgor Bulhões
 
Caderno de agitprop.finalizado
Caderno de agitprop.finalizadoCaderno de agitprop.finalizado
Caderno de agitprop.finalizadoIgor Bulhões
 
Reforma agrária na_bahia
Reforma agrária na_bahiaReforma agrária na_bahia
Reforma agrária na_bahiaIgor Bulhões
 
A inserção do_tema_agrário
A inserção do_tema_agrárioA inserção do_tema_agrário
A inserção do_tema_agrárioIgor Bulhões
 
Historia da agronomia na bahia
Historia da agronomia na bahiaHistoria da agronomia na bahia
Historia da agronomia na bahiaIgor Bulhões
 
A escola grícola da bahia
A escola grícola da bahiaA escola grícola da bahia
A escola grícola da bahiaIgor Bulhões
 
Cartilha anama agric_familiar
Cartilha anama agric_familiarCartilha anama agric_familiar
Cartilha anama agric_familiarIgor Bulhões
 
Direitos quilombolas
Direitos quilombolasDireitos quilombolas
Direitos quilombolasIgor Bulhões
 
Nota de solidariedade aos estudantes de cundinamarca
Nota de solidariedade aos estudantes de cundinamarcaNota de solidariedade aos estudantes de cundinamarca
Nota de solidariedade aos estudantes de cundinamarcaIgor Bulhões
 
Tese a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacao
Tese   a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacaoTese   a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacao
Tese a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacaoIgor Bulhões
 
Formacao do eng_agronomo
Formacao do eng_agronomoFormacao do eng_agronomo
Formacao do eng_agronomoIgor Bulhões
 

Más de Igor Bulhões (20)

Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01
Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01
Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01
 
Intolerancia religiosa em salvador da bahia
Intolerancia religiosa em salvador da bahiaIntolerancia religiosa em salvador da bahia
Intolerancia religiosa em salvador da bahia
 
Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367
Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367
Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367
 
Cartas de amor nº 37
Cartas de amor nº 37Cartas de amor nº 37
Cartas de amor nº 37
 
No mundo há muitas armadilhas
No mundo há muitas armadilhasNo mundo há muitas armadilhas
No mundo há muitas armadilhas
 
No caminho com maiakovski
No caminho com maiakovskiNo caminho com maiakovski
No caminho com maiakovski
 
Caderno de agitprop.finalizado
Caderno de agitprop.finalizadoCaderno de agitprop.finalizado
Caderno de agitprop.finalizado
 
Reforma agrária na_bahia
Reforma agrária na_bahiaReforma agrária na_bahia
Reforma agrária na_bahia
 
A inserção do_tema_agrário
A inserção do_tema_agrárioA inserção do_tema_agrário
A inserção do_tema_agrário
 
Historia da agronomia na bahia
Historia da agronomia na bahiaHistoria da agronomia na bahia
Historia da agronomia na bahia
 
A escola grícola da bahia
A escola grícola da bahiaA escola grícola da bahia
A escola grícola da bahia
 
Cartilha anama agric_familiar
Cartilha anama agric_familiarCartilha anama agric_familiar
Cartilha anama agric_familiar
 
Art09
Art09Art09
Art09
 
Sofismo
SofismoSofismo
Sofismo
 
Direitos quilombolas
Direitos quilombolasDireitos quilombolas
Direitos quilombolas
 
Eudaldo
EudaldoEudaldo
Eudaldo
 
Nota de solidariedade aos estudantes de cundinamarca
Nota de solidariedade aos estudantes de cundinamarcaNota de solidariedade aos estudantes de cundinamarca
Nota de solidariedade aos estudantes de cundinamarca
 
095 maria antonieta
095 maria antonieta095 maria antonieta
095 maria antonieta
 
Tese a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacao
Tese   a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacaoTese   a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacao
Tese a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacao
 
Formacao do eng_agronomo
Formacao do eng_agronomoFormacao do eng_agronomo
Formacao do eng_agronomo
 

Equivalencia de unidades

  • 1. EQUIVALÊNCIA DE UNIDADES -3 -3 meq . 100 cm mmolc . dm mg . dm-3 Elemento Óxidos Carbonatos cmolc . dm-3 (ppm) (kg . ha-1) (kg . ha-1) (kg . ha-1) 1 Ca 10 200 400 5601 10002 1 Mg 10 120 240 4001 8402 1K 10 400 800 9601 - 1 Al 10 90 180 - - 1P - 100 200 4601 - 1 = CaO, MgO, K2O e P2O5, respectivamente 2 = CaCO3 e MgCO3, respectivamente 1 ppm de P 1 meq de K/100 cm3 1 µg.g-1 de P 391 ppm de K 1 mg.kg-1 de P 10 mmolc K.dm-3 2 kg.ha-1 de P 782 kg.ha-1 de K 4,5 kg.ha-1 de P2O5 942 kg.ha-1 de K2O 1meq de Ca/100 cm3 1meq de Mg/100 cm3 10 mmolc Ca.dm-3 10 mmolc Mg.dm-3 400 kg.ha-1 de Ca 243 kg.ha-1 de Mg ELEMENTOS UNIDADES QUANTIDADE/ha Matéria Orgânica 1% peso/vol. ou 1 g.dm-3 20.000 kg Fosforo (P) 1mg.dm-3 2 kg de P Enxofre (S-SO4) 1mg.dm-3 2 kg de S-SO4 1mg.dm-3 2 kg de K 1mmolc.dm-3 78 kg de K Potássio (K) 1 meq.100 cm-3 ou 780 kg de K 1 cmolc.dm-3 1 mg.dm-3 2 kg de Ca 1mmolc.dm-3 40 kg de Ca Cálcio (Ca) 1 meq.100cm-3 ou 400 kg de Ca 1 cmolc.dm-3 1 mg.dm-3 2 kg de Mg 1mmolc.dm-3 24 kg de Mg Magnésio (Mg) 1 meq.100cm-3 ou 240 kg de Mg 1 cmolc.dm-3 1mmolc.dm-3 18 kg de Al Alumínio (Al) 1 meq.100cm-3 ou 180 kg de Al 1 cmolc.dm-3 Boro (B) Cobre (Cu) Ferro (Fe) 1 mg.dm-3 2 kg Manganês (Mn) Molibidênio (Mo) Zinco (Zn)
  • 2. FATORES DE CONVERSÃO P2O5 * 0,437 = P K2O * 0,83 = K Ca * 1,4 = CaO Mg * 1,658 = MgO P * 2,29 = P2O5 K * 1.205 = K2O CaO * 0,714 =Ca MgO * 0,603 = Mg * 1 hectare (ha) → 2.000.000 dm3